Viva! 10 anos de MCU

E lá se vão dez anos que sequer vimos passar…

Vingadores: Guerra Infinita, que estreou na última quinta-feira, dia 26 de abril, despedaçou milhares de corações e muitos de nós ainda estão curtindo uma fossa pós-filme.  E eis que hoje, dia 2 de maio, o twitter oficial da Marvel fez questão de nos lembrar que, há  exata uma década, estreava o primeiro filme do Homem de Ferro.

Baseado nos quadrinhos do personagem criado em 1963 por Stan Lee e Jack Kirby, o longa inaugurou o Marvel Cinematic Universe (MCU) e veio com uma proposta audaciosa: reproduzir nas telonas o universo das HQs.

Com easter-eggs escondidos nos créditos – que funcionavam como ganchos para novas aventuras cinematográficas protagonizadas pelos clássicos personagens da Marvel – as narrativas foram se interligando, os filmes se conectando entre si e os heróis passaram a interagir uns com os outros –  como sempre aconteceu em seu meio de origem, afinal eles são todos parte de um mesmo universo. Isso tudo culminou na formação dos Vingadores.

marvel

O restante da história todo mundo conhece. Afinal, Infinity War é simplesmente a maior bilheteria de estreia mundial de todos os tempos, somando US$ 640,9 milhões em arrecadação apenas em seu primeiro final de semana.

Mas como estamos em uma vibe nostálgica, devido à celebração dos dez anos da primeira incursão cinematográfica do ferroso nas telas, que tal relembrar um texto produzido por esta que vos escreve e postado na primeira versão do Bloggallerya, quando o blog ainda era hospedado no blogspot e contava com apenas um L em seu título? O texto, que data de 8 de fevereiro de 2008, tem seus exageros e idiossincrasias, além de alguns erros estruturais devido à pressa com a qual foi escrito e a falta de revisão. Mas é fato que o primeiro Homem de Ferro, dirigido por Jon Favreau (a quem sou eternamente grata) é não apenas uma satisfatória adaptação de HQ para os cinemas, como um grande longa e um dos filmes da minha vida. (Clique nas imagens para vê-las em tamanho maior).

Muita coisa mudou de lá para cá. Minha vida mudou. Eu perdi meu pai pouco tempo depois do lançamento de Homem de Ferro (que fui ver duas vezes no cinema). E, em pensar que dez anos depois, ao ver a última cena entre Peter Parker (Tom Holland) e Tony Stark (Robert Downey Jr.) em Guerra Infinita, eu lembraria de meu pai por conta das últimas palavras proferidas pelo Garoto-Aranha…

Mas uma coisa não mudou: eu continuo aquela aficionada por quadrinhos, marvete de coração e apaixonada por cultura pop.

vir_215548_17238_cuanto_sabes_sobre_ironman

Acompanhei todas as notícias relativas à produção de Homem de Ferro, desde a escalação do diretor e de Robert Downey Jr. para o papel de Tony Stark (a qual defendi veementemente para os desacreditados, em um extinto fórum de quadrinhos), passando pelas notícias acerca das gravações, fotos de bastidores, primeiros stills, teasers, trailers, até o lançamento propriamente dito do filme e sua repercussão no glorioso universo geek.

Nessa última década, assisti a todos os filmes que integram o MCU no cinema. Alguns mais de uma vez. E, apesar de um escorregão ou outro, sou uma fã extremamente grata por tudo o que essa incrível estrutura inaugurada em 2008, com o longa do Vingador Dourado, me proporcionou.

satisfiedneathorseshoecrab-size_restricted

E retornará…

Andrizy Bento

7 comentários em “Viva! 10 anos de MCU”

  1. Quando eu assisti o seu trailer pela primeira vez eu fui para as nuvens ao escutar Iron Man do Black Sabbath. O filme ressuscitou a carreira de Robert Downey Jr., após anos afundado nas drogas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s