Arquivo da categoria: Artigos

Picolino

Criação do famoso animador Walter Lantz, Picolino ou Chilly Willy, como também é conhecido, estreou nos cinemas no ano de 1953 em um episódio que levava o seu nome, sendo parte integrante da Turma do Pica-Pau. Em 1957, o personagem foi parar na televisão, como atração do Show do Pica-Pau que estreava naquele ano na emissora norte-americana ABC, tendo permanecido no ar até o fim do programa, em 1972. Ao todo, foram 50 episódios estrelados pelo personagem, sendo o último Free Weeny Meany (Uma Fria Polar). Como mencionado em outra ocasião, Andy Panda que, nos anos 1940, perdeu seu protagonismo para o Pica-Pau, também perdeu, na década seguinte, o posto de segundo personagem mais popular de Lantz. Este passou a ser ocupado por Picolino, uma vez que os curtas estrelados por Andy pararam de ser produzidos na década de 1950.

Continuar lendo Picolino

Previsões Oscar 2019 – Indicados

Na próxima terça-feira, dia 22, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas fará o anúncio dos indicados ao Oscar 2019. Os multifuncionais Kumail Nanjiani e Tracee Ellis Ross serão os encarregados de divulgar a lista de indicações e, como de praxe, nós aqui do Bloggallerya damos nossos pitacos anualmente sobre a premiação, portanto é hora de anunciar nossas apostas para os indicados nas principais categorias.

Continuar lendo Previsões Oscar 2019 – Indicados

Rock Brasil 1 e 2 (1998)

Rock Brasil (papel de parede)

Data de lançamento: Novembro de 1998
Duração: 50:41
Faixas: 30
Estilo: Brock

CD 1 (azul):
OS PARALAMAS DO SUCESSO – Óculos
LULU SANTOS – O Último Romântico
TITÃS – Televisão
BLITZ – Você Não Soube Me Amar
KID ABELHA – Alice (Não Me Escreva Aquela Carta de Amor)
BIQUINI CAVADÃO – No Mundo da Lua
CAPITAL INICIAL – Música Urbana
METRÔ – Beat Acelerado
ULTRAJE A RIGOR – Nós Vamos Invadir Sua Praia
DR. SILVANA & CIA – Eh!Oh!
SEMPRE LIVRE – Fui Eu
PAULO RICARDO & RENATO RUSSO – A Cruz e a Espada
BARÃO VERMELHO – Bete Balanço
ZERO & PAULO RICARDO – Agora Eu Sei
HANÓ HANÓI – Totalmente Demais (ao vivo)

CD 2 (vermelho):
RPM – Olhar 43
LOBÃO E OS RONALDOS – Corações Psicodélicos
CAMISA DE VÊNUS – Eu Não Matei Joana Darc
IRA! – Núcleo Base
MARINA LIMA – Uma Noite e Meia
GANG 90 & ABSURDETES – Nosso Louco Amor
CAZUZA – Exagerado
RÁDIO TAXI – Garota Dourada
AS FRENÉTICAS – Perigosa
GILBERTO GIL – Pessoa Nefasta
ENGENHEIROS DO HAWAII – Era Um Garoto…
NENHUM DE NÓS – O Astronauta de Mármore
INIMIGOS DO REI – Uma Barata Chamada Kafka
MAGAZINE – Sou Boy
RITA LEE – Dançar Para Não Dançar (ao vivo)

Produção: André Werneck
Direção musical: Hélio Costa Manso
Projeto gráfico: Marciso (Pena) Carvalho
Gravadora: Globo Disk
Capas

Continuar lendo Rock Brasil 1 e 2 (1998)

Jonny Quest

Uma das famosas criações dos estúdios de animação Hanna-Barbera, Jonny Quest foi produzido entre os anos de 1964 e 1965, mesma época em que foram lançadas várias outras séries animadas de ficção científica da mesma produtora. O desenho animado foi inspirado em histórias em quadrinhos e programas de rádio da década, tinha traços e animação realistas, tendo sido transmitido pela emissora norte-americana ABC. Continuar lendo Jonny Quest

Recordando: Supermercados Casas da Banha

Vamos inaugurar um estilo diferente de post aqui no site, dando destaque à publicidade brasileira. Para começar, recordamos uma rede de supermercados cuja presença foi de especial importância para a nossa cultura pop, principalmente televisiva.

Vem fazer o tchá tchá tchá/Casas da Banha/Corta os custos no CB/Casas da Banha…” é um jingle bastante lembrado nas propagandas televisivas no Brasil. Ajudou a promover a rede de supermercados Casas da Banha, conhecida popularmente pela sigla CB. Ela foi fundada no Rio de Janeiro em 1955, pelo empresário Climério Veloso, que também era um dos proprietários do hoje extinto Jornal dos Sports. Crio esse artigo em protesto contra os youtubers (com raras exceções) que se esquecem do CB na hora de fazer vídeos sobre empresas brasileiras, hoje extintas .

Continuar lendo Recordando: Supermercados Casas da Banha

[Especial] Teledramaturgia – Parte 5: Novelas Que Não Tiveram Fim

Calma! Não estamos falando daquelas produções que nunca acabam como Malhação e, sim, de novelas que foram interrompida antes de conhecerem um desfecho.

Atualmente, se uma telenovela não anda muito bem de audiência, o autor trata de fazer mudanças na história na esperança de salvar o folhetim, ou dá um jeito de resolver todos os seus arcos rapidamente, antecipando a conclusão dos personagens de modo a não ficar nenhuma lacuna.

Mas já aconteceu  de não haver meios de salvar a telenovela e cancelaram a trama sem concluir o enredo, deixando a produção sem um desfecho (caso comum entre os seriados norte-americanos). Mas a questão do fracasso de audiência não pode ser atribuída a todas as novelas que foram cortadas antes de serem finalizadas, mas também ao fechamento e falência da emissora que a transmitia.

Vejam abaixo quatro casos de novelas de novelas que não chegaram a terminar.

Continuar lendo [Especial] Teledramaturgia – Parte 5: Novelas Que Não Tiveram Fim