Educação Sentimental (1985) – Kid Abelha

Data de Lançamento: 12 de maio de 1985
Duração: 39:57
Faixa: 10 faixas
Estilo: New Wave
Produção: Warner Music
Gravadora: EMI

Lado A
Lágrimas e Chuva
Educação Sentimental II
Conspiração Internacional
Os Outros
Amor por Retribuição

Lado B
Educação Sentimental
Garotos
Um Dia em Cem
Uniformes
A Fórmula do Amor

Continuar lendo Educação Sentimental (1985) – Kid Abelha

Picolino

Criação do famoso animador Walter Lantz, Picolino ou Chilly Willy, como também é conhecido, estreou nos cinemas no ano de 1953 em um episódio que levava o seu nome, sendo parte integrante da Turma do Pica-Pau. Em 1957, o personagem foi parar na televisão, como atração do Show do Pica-Pau que estreava naquele ano na emissora norte-americana ABC, tendo permanecido no ar até o fim do programa, em 1972. Ao todo, foram 50 episódios estrelados pelo personagem, sendo o último Free Weeny Meany (Uma Fria Polar). Como mencionado em outra ocasião, Andy Panda que, nos anos 1940, perdeu seu protagonismo para o Pica-Pau, também perdeu, na década seguinte, o posto de segundo personagem mais popular de Lantz. Este passou a ser ocupado por Picolino, uma vez que os curtas estrelados por Andy pararam de ser produzidos na década de 1950.

Continuar lendo Picolino

True Detective – 3ª Temporada

As séries sempre tiveram nichos a determinar as suas feições, ou melhor: o seu público ideal. As produções da CW, em sua grande maioria, investem em tramas adolescentes recheadas de triângulos amorosos. As séries produzidas pela CBS, geralmente, tratam-se de narrativas policiais e todas as suas possíveis ramificações. Já as séries da HBO não são destinadas a nichos específicos, mas primam sempre pela extrema qualidade, visual e texto rebuscados e alguns críticos as apontam como o biscoito fino da televisão. A emissora não aposta em uma receita como as demais. Só para citar algumas pérolas, A HBO já produziu Família Soprano, Band of Brothers e a aclamada Game of Thrones, que dispensam mais apresentações. Entretanto, o canal tem algumas nódoas em sua carreira como a segunda temporada de True Detective.

Continuar lendo True Detective – 3ª Temporada

Capitã Marvel

A cena pós-créditos de Vingadores: Guerra Infinita, em que Nick Fury (Samuel L. Jackson), no auge do desespero e vendo todos virarem cinzas à sua volta, saca do bolso um anacrônico pager para enviar um pedido de socorro à Capitã Marvel, suscitou um amplo debate e fez emergir inúmeras teorias pela internet afora. Uma das mais populares era a de que Fury estava contatando a Capitã no passado. Daí a necessidade de um artefato tão datado como um pager. A teoria ganhou ainda mais força quando o estúdio revelou que o filme da Capitã seria ambientado na década de 1990. Depois de uma longa espera e diversas expectativas que cercaram a produção, enfim, o filme centrado nas aventuras de Carol Danvers (Brie Larson) chegou às telas em uma data que não poderia ser mais propícia: o Dia Internacional da Mulher, 8 de março.

E derrubando todas as conjecturas dos fãs por terra.

Pois, assim como Homem-Formiga e a Vespa, o filme apenas se conecta com Guerra Infinita e Ultimato através de sua cena pós-créditos. E a mensagem enviada por Nick Fury, solicitando ajuda, não passou de um longshot. Continuar lendo Capitã Marvel

Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Março (2019)

Novos volumes de Vagabond, Pluto e I Am Not Here chegam às prateleiras das livrarias em março. Além destes, Wolverine: O Velho Logan de autoria de Mark Millar sai pela Panini. Aproveitando o clima de estreia do filme, a sensacional revista Capitã Marvel: Mais Alto, Mais Longe, Mais Rápido e Mais é outro dos destaques da Panini deste mês e já adianto que vale a pena ler. Pelas mãos do mestre Brian Azzarello, conheceremos a origem de Comediante e Rorschach no prequel do clássico Watchmen. Falando em Azzarello, é dele a estonteante e selvagem Moonshine, lançamento da Mythos. A Quadrinhos na Cia lança o aguardado Minha Coisa Favorita é Monstro, definida como a história em quadrinhos mais impactante desde Maus. A JBC lança os volumes 5 a 8 de Platinum. Iniciativa do genial Alan Moore, Cinema Purgatório sai pela mesma editora e é uma antologia de histórias de terror curtas em preto e branco. No título, Moore aparece muito bem acompanhado por quadrinistas do quilate de Kevin O’Neill, Garth Ennis, Max Brooks dentre outros. Fãs de Garth Ennis também podem comemorar o lançamento de The Boys: O Rapaz Escocês pela Devir. Adrian Tomine lança Intrusos pela Nemo, explorando as inúmeras possibilidades do formato graphic novel com uma narrativa promissora e instigante. O incansável autor de Paciência, Daniel Clowes, lança pela mesma editora, David Boring, outra obra carregada de densidade para seu currículo. Do vencedor do Eisner, Paul Pope mistura Fellini, Heavy Metal e os clássicos de Jack Kirby em Escapo, lançamento da Mino. Abaixo, você confere capas e sinopses dos lançamentos de HQs, mangás e graphic novels de março:

Continuar lendo Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Março (2019)