Arquivo da tag: Especial

Uma Década de Bloggallerya!

Em uma terra sem lei chamada internet, onde nada é feito para durar, quero vos comunicar que o Bloggallerya está há dez anos no ar!

Em termos de webverse, nós já somos idosos. Considerados até ultrapassados. Diante de gerações que consomem muito mais conteúdos audiovisuais – canais do youtube, podcasts e lives no instagram – nós continuamos por aqui, compartilhando nossas opiniões por escrito.

Particularmente, eu me expresso muito melhor por escrito do que verbalmente. E é com enorme alegria e satisfação que percebo que ainda existe espaço para a palavra escrita em uma era tão dominada pelo audiovisual. E como eu sei disso? Porque temos uma base pequena, mas fiel de leitores que nos acompanham por aqui. Que aguardam ansiosamente pelos posts de lançamentos de livros e quadrinhos, que curtem nossos artigos altamente nostálgicos sobre desenhos animados que ninguém mais lembra, discos clássicos, covers de sucesso, tokusatsus memoráveis e videoclipes que marcaram época. E que também gostam das nossas publicações mais factuais sobre premiações, eventos, além de nossas resenhas de filmes, livros, HQs e séries.

Textos sempre elaborados com muito carinho e dedicação, pois são frutos de extensa pesquisa. Como venho dizendo há anos, nos preocupamos muito mais com qualidade do que quantidade. Por isso sempre temos muito cuidado com os materiais que separamos, informações que colhemos, visando construir textos não apenas bons, mas acurados.

Queremos agradecer imensamente por todos os acessos, visitas, curtidas, compartilhamentos… Agradecer à equipe, aos colaboradores, leitores, todos os outros blogs da comunidade wordpress que nos seguem e acompanham (e que somam mais de duzentos!) e, por fim, pelo carinho, respeito e amizade.

Garanto que é mútuo 😉

Parece que foi ontem, mas foi em julho de 2011 que embarcamos pela primeira vez no Expresso Hogwarts e começamos a escrever a história do Bloggallerya nas páginas da internet.

Feliz dez anos e muito obrigada!

[Especial] Oscar 2021

É hoje! Logo mais, à noite, conheceremos os vencedores do Oscar 2021. Na contramão das demais premiações, a cerimônia de entrega das estatuetas douradas, concedidas pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas aos melhores profissionais da indústria no ano que passou, será inteiramente presencial, realizada no tradicional Dolby Theatre e na Union Station de Los Angeles, ainda contará com palcos em Londres e Paris (para aqueles que não poderão comparecer em Los Angeles, devido às restrições relacionadas a viagens internacionais), e promete seguir à risca os protocolos e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), preservando a saúde e segurança dos que comparecerem ao evento.

Diferentemente do Globo de Ouro, que optou por uma cerimônia mista (parte presencial, parte virtual), o Oscar não dará a opção de os indicados participarem virtualmente e os vencedores fazerem seus discursos por meio de videoconferência. Novamente, o prêmio não contará com anfitrião. Originalmente, o Oscar é televisionado pela emissora norte-americana ABC. No Brasil, a 93ª edição do Oscar será transmitida pelo canal pago TNT a partir das 22hs. Ainda estará disponível via streaming, nas plataformas TNT GO e Globoplay (que, inclusive, estará aberto para não assinantes). Na TV aberta, a Globo exibirá a premiação, porém, de maneira fragmentada, começando pela metade, de modo a adequá-la à sua própria programação.

Neste post, você confere todas as publicações do site relacionadas ao maior evento anual de cinema: Continuar lendo [Especial] Oscar 2021

Previsões Oscar 2021 – Vencedores

No domingo, 24 de abril, finalmente se encerra a temporada de premiações e conheceremos os vencedores do Oscar 2021. O prêmio, que se encontra em sua 93ª edição, realizará a entrega das estatuetas em uma cerimônia integralmente presencial no Dolby Theatre e na Union Station de Los Angeles, seguindo as normas e protocolos da  Organização Mundial da Saúde (OMS) de modo a assegurar a saúde dos participantes.

Abaixo, você confere nossas apostas para os vencedores do maior e mais importante prêmio da indústria cinematográfica:

Continuar lendo Previsões Oscar 2021 – Vencedores

Bloggallerya é a Prova dos Nove

É 4 de julho! Por aqui, não comemoramos a independência nesta data, mas estamos soltando fogos! Mentira, estamos não… Somos conscientes 🙂

giphy

Nove anos de história. Nove anos de informações, de curiosidades, de artigos e pesquisas aprofundadas. Nove anos escrevendo sobre nostalgia, entretenimento e cultura pop em geral para vocês. Nove anos trazendo mensalmente as estreias de filmes, os lançamentos de livros e de quadrinhos, resenhando e opinando sobre cinema, séries e literatura; revisitando grandes clássicos da telona e do mercado fonográfico; relembrando consagrados discos de vinil e antigos desenhos animados; acompanhando as temporadas de premiações e enaltecendo eventos locais como a Bienal de Quadrinhos de Curitiba. Continuar lendo Bloggallerya é a Prova dos Nove

Vencedores do Oscar 2020 – Era Uma Vez em Hollywood… Um Parasita

Era Uma Vez em Hollywood… um Parasita. No ápice de uma cerimônia cuja entrega dos prêmios foi, em sua quase totalidade, óbvia e previsível, um longa sul-coreano venceu o prêmio de Direção e, depois, o principal de Melhor Filme. O que as demais categorias ficaram devendo no quesito surpresa, o final da festa nos proporcionou. E isso quando muitos de nós já nos encontrávamos desacreditados, especialmente após a decepção do ano passado, com a vitória do Livro Verde.

Sejamos francos: há tempos não era tão divertido assistir à uma cerimônia do Oscar.

E não falo apenas do fato de Parasita ser o primeiro filme não falado em língua inglesa a ganhar a estatueta de Melhor Filme. Nem do quão emblemático foi a equipe do longa receber o prêmio das mãos da engajada Jane Fonda (e o medo de que um policial aparecesse do nada para prendê-la em pleno palco do Dolby Theatre?). Nem dos memes maravilhosos com a soneca do Martin Scorsese durante uma despropositada e aleatória performance de Lose Yourself do Eminem – na certa redimindo-se após não comparecer a cerimônia de 2003 (!) para receber o Oscar de Melhor Canção Original.

Nem do fato da vitória de Parasita ser até mesmo metafórica – como no enredo do longa de Bong Joon Hoo, o Parasita sul-coreano adentrou o lar e a festa do cinema americano (porque, sim, Oscar celebra majoritariamente o cinema que é produzido em Hollywood), um lugar em que produções estrangeiras tem pouco ou nenhum espaço, e arrematou quatro dos prêmios mais cobiçados da noite. De modo sorrateiro, foi conquistando seu lugar graças a muita propaganda boca a boca pelo mundo afora e invadiu um território essencialmente americano e conservador, eliminando seus concorrentes um a um e deixando um confiante Sam Mendes a ver navios (seu Titanic naufragou… E ele nem tem mais Kate Winslet para consolá-lo).

Mas, ao contrário da maneira agressiva e parasitária com a qual agem seus protagonistas, o cineasta chegou na humildade. E em seu discurso de agradecimento pela vitória na categoria de Melhor Diretor, exaltou seus rivais. O quão emblemático é receber o prêmio de direção das mãos do lendário Spike Lee e fazer a plateia levantar da cadeira para aplaudir o monstro sagrado do cinema que é Martin Scorsese? Ou mencionar o fato de que Quentin Tarantino, também seu concorrente, sempre fez questão de incluir filmes assinados por ele em suas listas de melhores do ano, o reverenciando como um de seus ídolos? É muita classe…

 

O fato é que o Oscar de 2020 foi, na maior parte das categorias, justo ao eleger seus vencedores (ainda que previsível). E a cerimônia em si foi uma delícia de se assistir, mesmo com algumas aleatoriedades, como a já citada apresentação de Eminem…

Claro que ainda incomoda ouvirmos palavras como “diversidade”, “inclusão”, “representatividade feminina” serem proferidas à exaustão em vários discursos e vermos tantas mulheres e negros no palco, e nenhuma mulher figurar na categoria de direção, ou pior: apenas uma única negra receber indicação este ano.

Eu subestimei a Academia nas minhas apostas, mas a verdade é que há sinais de mudanças aqui e ali. Percebemos uma boa vontade maior este ano – de se mostrar inclusiva, engajada e moderna não apenas na embalagem, mas em seu conteúdo. E muito disso se deve ao Parasita. Longa que fez história na noite de 9 de fevereiro. Acima de qualquer coisa, a conquista de Parasita mostra que existe cinema fora de Hollywood. Algo que muitos de nós já sabíamos, mas que os votantes da Academia preferiam ignorar, fingiam desconhecer.

Espero, no entanto, que isso não acabe por aqui. Que não tenha sido uma exceção à regra. Que o longa de Bong Joon Hoo tenha aberto, de fato, um precedente e as portas para outros filmes estrangeiros invadirem o Oscar futuramente.

Quanto às minhas previsões: nunca fiquei tão feliz por estar errada. Das 24 categorias, acertei 21. Errei apenas em Edição de Som, Direção e Filme 🙂 confira abaixo todos os vencedores da 92ª edição do Oscar na ordem em que foram anunciados:

Continuar lendo Vencedores do Oscar 2020 – Era Uma Vez em Hollywood… Um Parasita