Arquivo da tag: Dicas

Editora Draco – Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos no Catarse

A qualidade de vida é um lixo, mas a tecnologia é de ponta! Contos fictícios sobre a dura realidade!

A Editora Draco é uma editora independente voltada totalmente para a produção original de literatura e histórias em quadrinhos de gêneros, como terror, fantasia e ficção científica. Em sua segunda campanha de financiamento coletivo no Catarse, a editora visa à colaboração de amantes do Cyberpunk para publicar a coletânea Cyberpunk – Registros Recuperados de Futuros Proibidos que reúne onze contos que transitam entre o retrô e o pós-cyber e contará com 84 páginas no formato 14 x 21 cm, com papel pólen bold e capa em papel cartão de boa gramatura e com orelhas. Cada história que integra o volume mostra o quanto o gênero pulsa mais vivo do que nunca com transplantes, clonagens e uploads de memórias. Este também é o último volume da coleção de antologias Mundo Punk, formada por Vaporpunk I e II, Dieselpunk e Solarpunk. As onze histórias que compõem a obra foram selecionadas cuidadosamente pelos organizadores do projeto, Cirilo S. Lemos e Erick Santos Cardoso, e estão listadas abaixo:

A Lua É Uma Flor Sem Pétalas Redux, de Cirilo S. Lemos
Caos Tranquilo, de Ricardo Santos
A Gota D’Água, de Daniel Grimoni
Folhas no Terraço, de Michel Peres
Boca Maldita, de Claudia Dugim
Cyberfunk, de Carlos Contente e Rodrigo Silva do Ó
Próximo Nível, de Marcelo A. Galvão
Sonho de Menino, de Marcel Breton
Recall, de Karen Alvares
Sonhos Wifi, de Fábio Fernandes

cyberpunk

A obra ainda conta com um prefácio de Fábio Fernandes, um dos nomes de maior destaque da ficção científica contemporânea e responsável pela tradução em português do título seminal do cyberpunk, Neuromancer de William Gibson. O autor também traduziu para o inglês a antologia Solarpunk da Draco – publicada, nos Estados Unidos, pela editora World Weaver Press.

Você pode contribuir com o financiamento coletivo clicando aqui! Corre lá que só tem mais onze dias para colaborar.

Andrizy Bento

Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy

A Netflix investe fortemente na linha de documentários e uma de suas últimas aquisições para o catálogo foi a série documental Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy. Para quem não quem conhece a figura, ele é um dos maiores estupradores e assassinos seriais que aterrorizaram os anos 1970, nos Estados Unidos. Bundy era cheio de peculiaridades. Branco, bonito e estudante de Direito. Mantinha um emprego voluntário em uma ONG, prestando apoio emocional a pessoas deprimidas. Tinha como principal arma o seu próprio charme. Seduziu e matou uma quantidade expressiva de mulheres – jamais se chegou a um número definido de assassinatos praticados por ele. Continuar lendo Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy

Porto Alegre Noir – Lançamento do selo Safra Vermelha da AVEC Editora e antologia Onda de Crime

Lançamento de selo voltado à publicação de histórias do gênero policial da AVEC Editora é um dos destaques do evento cultural PAN.

De 9 a 14 de abril, será realizado o Porto Alegre Noir, uma convenção cultural totalmente voltada para a literatura policial e o cinema noir. O evento, que se encontra atualmente em sua segunda edição, reúne autores nacionais, especialistas, pesquisadores, críticos de cinema e literatura para debaterem e reverenciarem a ficção policial, gênero que atravessa gerações, conquistando cada vez mais admiradores e cujos maiores expoentes, dentre outros, são Agatha Christie e Edgar Allan Poe. A programação do evento inclui, além de bate-papo com os autores, cursos, venda de livros e uma mostra de filmes clássicos noir, na qual serão exibidos longas disponibilizados pela Versátil Home Video. Acima de tudo, o Porto Alegre Noir é um encontro de fãs que dá a oportunidade aos amantes do gênero policial de trocarem uma ideia e adquirirem mais cultura e conhecimento acerca do tema.

Continuar lendo Porto Alegre Noir – Lançamento do selo Safra Vermelha da AVEC Editora e antologia Onda de Crime

True Detective – 3ª Temporada

As séries sempre tiveram nichos a determinar as suas feições, ou melhor: o seu público ideal. As produções da CW, em sua grande maioria, investem em tramas adolescentes recheadas de triângulos amorosos. As séries produzidas pela CBS, geralmente, tratam-se de narrativas policiais e todas as suas possíveis ramificações. Já as séries da HBO não são destinadas a nichos específicos, mas primam sempre pela extrema qualidade, visual e texto rebuscados e alguns críticos as apontam como o biscoito fino da televisão. A emissora não aposta em uma receita como as demais. Só para citar algumas pérolas, A HBO já produziu Família Soprano, Band of Brothers e a aclamada Game of Thrones, que dispensam mais apresentações. Entretanto, o canal tem algumas nódoas em sua carreira como a segunda temporada de True Detective.

Continuar lendo True Detective – 3ª Temporada

Rock Brasil 1 e 2 (1998)

Rock Brasil (papel de parede)

Data de lançamento: Novembro de 1998
Duração: 50:41
Faixas: 30
Estilo: Brock

CD 1 (azul):
OS PARALAMAS DO SUCESSO – Óculos
LULU SANTOS – O Último Romântico
TITÃS – Televisão
BLITZ – Você Não Soube Me Amar
KID ABELHA – Alice (Não Me Escreva Aquela Carta de Amor)
BIQUINI CAVADÃO – No Mundo da Lua
CAPITAL INICIAL – Música Urbana
METRÔ – Beat Acelerado
ULTRAJE A RIGOR – Nós Vamos Invadir Sua Praia
DR. SILVANA & CIA – Eh!Oh!
SEMPRE LIVRE – Fui Eu
PAULO RICARDO & RENATO RUSSO – A Cruz e a Espada
BARÃO VERMELHO – Bete Balanço
ZERO & PAULO RICARDO – Agora Eu Sei
HANÓ HANÓI – Totalmente Demais (ao vivo)

CD 2 (vermelho):
RPM – Olhar 43
LOBÃO E OS RONALDOS – Corações Psicodélicos
CAMISA DE VÊNUS – Eu Não Matei Joana Darc
IRA! – Núcleo Base
MARINA LIMA – Uma Noite e Meia
GANG 90 & ABSURDETES – Nosso Louco Amor
CAZUZA – Exagerado
RÁDIO TAXI – Garota Dourada
AS FRENÉTICAS – Perigosa
GILBERTO GIL – Pessoa Nefasta
ENGENHEIROS DO HAWAII – Era Um Garoto…
NENHUM DE NÓS – O Astronauta de Mármore
INIMIGOS DO REI – Uma Barata Chamada Kafka
MAGAZINE – Sou Boy
RITA LEE – Dançar Para Não Dançar (ao vivo)

Produção: André Werneck
Direção musical: Hélio Costa Manso
Projeto gráfico: Marciso (Pena) Carvalho
Gravadora: Globo Disk
Capas

Continuar lendo Rock Brasil 1 e 2 (1998)

Quem Matou o Caixeta?

Foi você?

Lançada pela AVEC Editora – que, dentre outros títulos, nos trouxe Alena já resenhado por aqui – esta HQ de estréia de Rainer Petter trata de temas pertinentes à atualidade, como a cultura youtuber, a ausência de senso crítico e discernimento na geração dos digital influencers, o discurso de ódio disfarçado de opinião e a inquisição tecnológica. Na internet, não existem meios-termos, tudo é analisado sob o ponto de vista do ódio ou do fanatismo, sob a égide de defensores apaixonados e como alvo de haters viscerais. Tudo é levado ao extremo; julga-se, condena-se e executa-se. Continuar lendo Quem Matou o Caixeta?