Arquivo da tag: Dicas

Bons Filmes em Agosto (2020)

Vários clássicos para diferentes gostos (Love Story, Instinto Selvagem, Fuga de Alcatraz) e algumas sessões da tarde nostálgicas (Loucademia de Polícia 2: A Primeira Missão, Good Burger) entram em cartaz nas plataformas de streaming neste mês de agosto. Se vocês querem meu conselho, o nacional Casa Grande e o terror O Farol são as minhas dicas pessoais. Ainda neste mês, se ainda não viu, terá a oportunidade de conferir o vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, Jojo Rabbit, tanto via streaming quanto na televisão por assinatura. E está todo mundo querendo saber qual é a de Power, original da Netflix, que traz Rodrigo Santoro no elenco. Confira abaixo as opções de filmes já disponíveis e outros com lançamento agendados para agosto nas principais plataformas de streaming. E para os não assinantes, há a alternativa de comprar ou alugar os filmes em plataformas de distribuição digital, ou ainda conferir na tela da TV. Divirtam-se!
Continuar lendo Bons Filmes em Agosto (2020)

Cinco Filmes Olímpicos

Devido à pandemia do novo coronavírus, a 32º edição das Olimpíadas de Verão em Tóquio foi inevitavelmente adiada para 2021. Para consolar os entusiastas olímpicos, fiz uma lista de cinco filmes biográficos que retrataram histórias reais e marcantes na maior festa do esporte mundial.

A capital japonesa já havia recebido uma edição dos Jogos Olímpicos em 1964, se tornando o primeiro país asiático a sediar o maior evento esportivo do mundo. No século XX, o Japão ainda recebeu duas edições das Olimpíadas de Inverno, em Sapporo 1972 e Nagano 1998.

Com o passar dos anos, o Japão não foi o único país da Ásia a recepcionar a maior festa do esporte. Em 1988, Seul, capital da Coréia do Sul, foi o palco dos jogos olímpicos. Trinta anos depois, os sul-coreanos tiveram a oportunidade de sediar as Olimpíadas de Inverno, em Pyeongchang, em 2018. Voltando um pouco, em 2008, foi a vez da China; sendo os jogos realizados na capital, Pequim. Em 2022, a mesma Pequim foi escolhida para ser o cenário das Olimpíadas de Inverno. Em 2021, Tóquio se tornará a primeira cidade de um país asiático a sediar uma Olimpíada de Verão por duas vezes.

Sem mais delongas, vamos aos cinco filmes olímpicos, sejam de verão ou inverno. Continuar lendo Cinco Filmes Olímpicos

A Barata – Ian McEwan

A Barata

“Quando certa manhã Gregor Samsa acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso.” Qualquer um reconhece o genial início de A Metamorfose de Franz Kafka, seja o verdadeiro bookworm ou mesmo o leitor casual. Ainda que não tenha lido a obra, já ouviu falar desta que é uma das mais célebres aberturas de livro da literatura e conhece de imediato sua procedência. E ainda que você não se encaixe em nenhum dos dois grupos citados, não curta e nem consuma livros, e ainda assim teve um clique ao ler o começo da desafortunada aventura de Gregor Samsa neste texto, deve ser porque certamente se deparou com o trecho em uma prova do vestibular ou Enem. 

Ian McEwan, o badalado autor de Reparação, dá início à narrativa de A Barata prestando uma evidente homenagem ao clássico de Kafka. No entanto, a situação se inverte. Neste, é a barata que, certa manhã, acorda em uma cama transmutada em uma criatura monstruosa: um homem. Mas não se trata de um homem qualquer e, sim, do Primeiro Ministro do Reino Unido. Com a metamorfose, vem uma carga ininterrupta e inesgotável de responsabilidades e decisões a serem tomadas. Como a barata não tem nada a perder em um corpo que não lhe pertence, mas que será devolvido ao dono em breve, metamorfoseado em Jim Sams, a criatura dá início à execução de um tão engenhoso quanto absurdo plano, o Reversalismo. Isto é, além de inverter a lógica da clássica obra de Kafka, a ideia é inverter também o fluxo do dinheiro. Desse modo, as pessoas pagam para trabalhar e ganham dinheiro para consumir.  Continuar lendo A Barata – Ian McEwan

Perfect Blue

“Não há como ilusões se tornarem reais”.

No universo de Mima Kirigoe, realidade e delírio se confundem, se mesclam e exigem que o espectador mantenha-se atento, sem tirar os olhos da estrada durante a tão fascinante quanto aterradora jornada da pop idol

Em Perfect Blue, lançado em 1997, o diretor Satoshi Kon trabalha com um conceito que se tornaria sua marca registrada e seria retomado quase dez anos depois, em Paprika. Nos dois filmes, os personagens transitam entre eventos reais e ilusões, se veem perdidos em um labirinto de paranoias, perturbados por constantes alucinações. Contudo, isso não é sinalizado ao espectador. O diretor, falecido em 2010, aos 47 anos, não subestimava a inteligência do público; construindo narrativas bem articuladas, sabendo que o espectador atento seria capaz de identificar o que era real e o que não era em suas animações.

Continuar lendo Perfect Blue

Minha Sombria Vanessa – Kate Elizabeth Russell

Alerta de gatilho: Minha Sombria Vanessa é um livro que fala sobre abuso sexual na infância e adolescência. Se você se sente desconfortável com o tema, a leitura do livro, bem como da crítica a seguir, pode não ser recomendada.

Este texto contém alguns spoilers… Leia por sua conta e risco.

Primeiro romance de Kate Elizabeth Russell, elogiado por Gillian Flynn (autora de Garota Exemplar e Objetos Cortantes) e pelo mestre do terror moderno, Stephen King, a verdade é que Minha Sombria Vanessa sequer precisava da validação de especialistas ou de grandes nomes da literatura, pois, uma vez que você toma o livro em mãos, é impossível parar de ler. Desde as primeiras linhas, o leitor se vê fisgado, ainda que não seja um livro de fácil digestão. Um dos títulos mais alardeados e controversos do ano narra a história de uma jovem abusada por um professor durante toda a adolescência e início da fase adulta. Mas que não consegue enxergar a si mesma como vítima, mesmo tantos anos após o ocorrido. Continuar lendo Minha Sombria Vanessa – Kate Elizabeth Russell

Bons Filmes em Junho (2020)

As plataformas de streaming estão investindo pesado em seus catálogos nesta época de isolamento. Em junho, a Netflix traz longas que dispensam apresentações ao seu cardápio. É o caso do ótimo O Show de Truman de Peter Weir, do blockbuster Mulher-Maravilha, de dois filmes da saga Indiana Jones, além de lançamentos exclusivos do serviço, como Destacamento Blood (novo petardo de Spike Lee), The Last Days of American Crime, Feel the Beat, Wasp Network: Prisioneiros da Guerra Fria e Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars.

A Amazon lança Vingadores: Era de Ultron, Entre Facas e Segredos, os dois filmes da série Se Eu Fosse Você e Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo.

O grande vencedor do Oscar 2020, Parasita, já está rolando na Rede Telecine. E desde o dia 1º, os assinantes podem conferir o longa no Telecine Play. Outra novidade no catálogo da plataforma é Ford vs Ferrari, filme que também chamou a atenção durante a temporada de prêmios no início do ano e traz performances marcantes de Matt Damon e Christian Bale.

Abaixo, você confere datas de lançamento e sinopses das produções que entram em cartaz nos principais catálogos de streaming durante o mês de junho. Para os não-assinantes, existe a alternativa de comprar ou alugar os filmes por preços ora justos, ora razoáveis, ora absurdos (!) em plataformas como o Google Play, Looke e iTunes.

Continuar lendo Bons Filmes em Junho (2020)