Arquivo da tag: Dicas

Tina: Respeito

Dentre os coadjuvantes da Turma da Mônica, Tina sempre foi a minha favorita – ao lado de Penadinho. Via a personagem como um ótimo exemplo para as jovens garotas. Eu não conheci a Tina hippie da década de 1960, época de sua criação. A que eu costumava ler durante a infância e pré-adolescência era aquela universitária independente, forte, determinada, inteligente, super parceira para seus amigos –  os também clássicos Pipa e Rolo – e de notável personalidade.

E por isso mesmo, fiquei tão feliz e satisfeita ao ler a graphic novel Tina: Respeito da talentosa quadrinista Fefê Torquato, pois a personagem que sempre admirei mantém os traços que a tornaram tão cativante para mim, porém, em uma história mais adulta, que trata de um tema delicado e espinhoso, mas de maneira sutil e muito bem elaborada. Continuar lendo Tina: Respeito

Feliz Dia dos Mortos

Sábado, 2 de novembro, Dia de Finados, Dia dos Fiéis Defuntos, feriado para os trabalhadores descansarem e refletirem, ou não, sobre a perda dos entes queridos, sobre a jornada daqueles que se foram, dia de visitar os sepulcros daqueles que partiram para outro plano espiritual. E a ideia, hoje, é recomendar algumas obras que versam sobre a morte. Vamos a elas: Continuar lendo Feliz Dia dos Mortos

Nós – David Nicholls

Acompanhar o crescimento da intimidade entre um casal é a melhor maneira de “desromantizar” um relacionamento. Nós é um livro sobre términos e descobertas. Sobre encerramentos e novos começos. O autor David Nicholls analisa o relacionamento a partir de uma perspectiva realista. Mostra como um casamento aparentemente feliz e bem-sucedido entre duas pessoas totalmente distintas, mas que parecem se completar em suas diferenças, pode vir a desmoronar. Continuar lendo Nós – David Nicholls

Chernobyl

Em 1986 ainda vivíamos em era de Guerra Fria. Já mais enfraquecida, é verdade. Porém, os dois grandes inimigos desse período ainda brigavam por protagonismo: Estados Unidos e União Soviética. O que me leva a pensar que vivemos mesmo em uma eterna dicotomia…

Uma das características do mundo, naquela época, e que causaria estranheza aos jovens de hoje, é o fato de que o que importava era manter a informação restrita. Quem mantivesse o segredo, portanto, era o vencedor. Talvez esse detalhe seja uma das justificativas para o encantamento que Chernobyl, minissérie da HBO, gerou. Continuar lendo Chernobyl

Projeto Humanos: O Caso Evandro

Relutei em escrever esse texto, pensando comigo que essa indicação poderia fugir do que essa coluna propõe, isto é, indicar exclusivamente séries de televisão. A dica de hoje, no entanto, trata-se de um podcast. Será que o pessoal que lê essa coluna terá paciência para o formato? As pessoas vão achar o quê? Vão dizer: “sua louca, vá escrever sobre series de TV” Continuar lendo Projeto Humanos: O Caso Evandro