Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Abril (2020)

Ler histórias em quadrinhos é outra ótima alternativa para combater a monotonia consequente desse período de isolamento social devido à pandemia de COVID-19. E abril é um mês pródigo de ótimos lançamentos. A Devir Livraria traz os três primeiros volumes de The Boys, criação do genial Garth Ennis e ilustrada por Darick Robertson, em edições especiais que acompanham adesivos. Pela editora, ainda saem duas graphic novels de A Liga Extraordinária de Alan Moore: Dossiê Negro e uma edição regular de A Tempestade. Para os fãs de Jovens Titãs, a Panini lança um título centrado em Ravena. A editora ainda publica, aqui no Brasil, o primeiro volume de As Quíntuplas de Negi Haruba e o segundo volume de Ex Machina Ed. Definitiva, do ótimo Brian K. Vaughan. Uma edição histórica de Hellboy – Sementes Da Destruição, assinada por Mike Mignola e John Byrne, é um dos destaques da Mythos. Publicação da Nemo, A Odisseia de Hakim Vol. 1 – Da Síria à Turquia é a nova graphic novel de Fabien Toulmé, autor dos ótimos Não Era Você Que eu Esperava e Duas Vidas. A Pipoca e Nanquim traz as histórias originais de O Máskara em um volume único. E a Eaglemoss continua presenteando os DCnautas com uma coleção de graphic novels de alto padrão de qualidade e que reúne as principais sagas da DC Comics. Abaixo, você confere capas e sinopses dos principais lançamentos de mangás, graphic novels e edições avulsas de quadrinhos do mês de abril: Continuar lendo Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Abril (2020)

Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Abril (2020)

1613161721_1GG

Uma boa dica para vencer o tédio durante a quarentena e, de quebra, adquirir conhecimento ou simplesmente se entreter, é ler um bom livro. E os lançamentos literários de abril oferecem uma variedade incrível de narrativas: tem o relançamento de um clássico brasileiro de uma importância ímpar para nossa literatura, A Muralha, de Dinah Silveira De Queiroz, pela editora Instante. O novo romance de Tony Bellotto, Dom, sai pela Companhia das Letras. E neste Abril Azul, em que se celebrou a Conscientização do Autismo no dia 2, a Editora nVersos publica Propósito Azul: Uma História Sobre Autismo de André Lobe Kaká Koerich Busch, que traz informações atualizadas sobre o TEA (Transtorno do Espectro Autista), fundamental para quem deseja conhecer mais profundamente o assunto. A Arqueiro lança Notre-Dame: A História de uma Catedral, no qual o autor Ken Follett reflete sobre o papel desempenhado ao longo da história pela catedral que, infelizmente, sucumbiu às chamas em abril do ano passado. Qualityland de Marc Uwe Kling promete uma mistura inusitada, divertida e emocionante de Black Mirror com Westworld e Douglas Adams e é publicado pela Tusquets. As Agentes Secretas de Paris é um romance feminino e feminista de Pam Jenoff e uma das novidades da HarperCollins. A Pandorga Editora traz um box especial de O Mágico de Oz em 3 volumes. Para quem curte lendas urbanas macabras, a Lendari lança os volumes 2 e 3 de Creepypastas: Lendas da Internet, contendo várias histórias garimpadas das profundezas dos fóruns da web. E para completar, a Rocco publica edições comemorativas de todos os livros da série Harry Potter, celebrando os 20 anos do lançamento do primeiro livro bruxinho mais amado da literatura em território nacional. Confira abaixo capas e sinopses das principais novidades literárias deste mês:

Continuar lendo Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Abril (2020)

Bons Filmes em Abril (2020)

Olá!

Considerando o cenário atual de pandemia do novo coronavírus, uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de distanciamento e isolamento social, de modo a evitar a proliferação do Covid-19. Assim sendo, obviamente que cinema está fora de questão neste momento. Inúmeros filmes super aguardados tiveram suas datas de estreia adiadas. Nós estamos sentindo falta de sentar em uma poltrona estofada e reclinável, com um balde de pipoca na mão, em frente a um telão, mas com esse vírus não dá para brincar. E, por isso, cá estamos para indicar a vocês filmes para assistir no conforto de suas casas durante a quarentena. São títulos que entram no catálogo de serviços de streaming a partir deste mês de abril; alguns que podem ser conferidos na TV por assinatura; além de dicas de filmes que estão disponíveis online gratuitamente em plataformas que valem a pena conhecer. Confiram:

Continuar lendo Bons Filmes em Abril (2020)

Televisão (1985) – Titãs

2 - capa do disco

Data de Lançamento: 27 de junho de 1985
Duração: 36:35
Faixa: 11 faixas
Estilo: Rock, pós-Punk
Produção: Lulu Santos
Gravadora: WEA/Warner Music

Lado A
Televisão
Insensível
Pavimentação
Dona Nenê
Pra Dizer Adeus

Lado B
Não Vou Me Adaptar
Tudo Vai Passar
Sonho com Você
O Homem Cinza
Autonomia
Massacre Continuar lendo Televisão (1985) – Titãs

O Fantástico Jaspion

Neste ano de 2020, o Japão vai ocupar a maior parte do meu tempo por aqui. Até porque a Terra do Sol Nascente iria, para todos os efeitos, sediar a 32ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão em sua capital: Tóquio. No entanto, de modo consciente, o evento precisou ser adiado para o ano que vem, tendo em vista a pandemia do novo coronavírus

Vou começar cumprindo a promessa que fiz no artigo TOKUSATSUS!, falando do japonês número um dos brasileiros. Trata-se de O Fantástico Jaspion que, neste mês, completa 35 anos de sua estréia oficial. Continuar lendo O Fantástico Jaspion

I Am Not Okay With This

Nestes tempos sombrios de coronavírus, esse título vem bem a calhar, não é mesmo?

Whateva…

Apesar de abordagens completamente distintas, a unidade em comum entre Love, Simon, 13 Reasons Why e Stranger Things, é o fato de se tratarem de produções adolescentes atuais, mas com uma pegada nostálgica. É como se essa geração atual, de jovens pertencentes a um cenário hiperconectado, sentisse saudade de um passado que não viveu – de virar o disco na vitrola, rebobinar o VHS, torcer para a música “caber” enquanto faz uma gravação em fita K7 diretamente do rádio… É uma geração que tem tudo ao seu alcance – literalmente a um clique de seus dedos – mas que curte mesmo coisas antigas, vintage e não tão fáceis ou práticas como o touchscreen de um smartphone. A nostalgia tornou-se tendência de comportamento entre o pessoal da geração Z.

Parece normal que os jovens da atualidade incorporem elementos de outras décadas à sua cultura e cotidiano. Tem quem diga que é porque os anos 1980 tinham um quê de inocência, de mais experimentalismo e os 1990 uma alegria contagiante e uma perspectiva de um mundo globalizado tão diferente do atual culto aos nacionalismos que soam como verdadeiro retrocesso. Estudiosos e pesquisadores apontam os atentados ao World Trade Center, em setembro de 2001, como o fim do sonho, a ruptura, o plot twist que destruiu completamente a positividade e a ilusão de união mundial por meio da globalização.

Antes que vocês se perguntem, eu não estou filosofando à toa. Afinal, essa nostalgia e saudade do que não se viveu presentes na geração Z é justamente a vibe e o mote de I Am Not Okay With This. Continuar lendo I Am Not Okay With This

Uma poltrona macia, um balde de pipoca, alguns discos de vinil, umas revistas da Marvel e um encontro com Tarantino… De tudo um pouco ou nada disso