Arquivo da tag: Seriados

O Fantástico Jaspion

Neste ano de 2020, o Japão vai ocupar a maior parte do meu tempo por aqui. Até porque a Terra do Sol Nascente iria, para todos os efeitos, sediar a 32ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão em sua capital: Tóquio. No entanto, de modo consciente, o evento precisou ser adiado para o ano que vem, tendo em vista a pandemia do novo coronavírus

Vou começar cumprindo a promessa que fiz no artigo TOKUSATSUS!, falando do japonês número um dos brasileiros. Trata-se de O Fantástico Jaspion que, neste mês, completa 35 anos de sua estréia oficial. Continuar lendo O Fantástico Jaspion

I Am Not Okay With This

Nestes tempos sombrios de coronavírus, esse título vem bem a calhar, não é mesmo?

Whateva…

Apesar de abordagens completamente distintas, a unidade em comum entre Love, Simon, 13 Reasons Why e Stranger Things, é o fato de se tratarem de produções adolescentes atuais, mas com uma pegada nostálgica. É como se essa geração atual, de jovens pertencentes a um cenário hiperconectado, sentisse saudade de um passado que não viveu – de virar o disco na vitrola, rebobinar o VHS, torcer para a música “caber” enquanto faz uma gravação em fita K7 diretamente do rádio… É uma geração que tem tudo ao seu alcance – literalmente a um clique de seus dedos – mas que curte mesmo coisas antigas, vintage e não tão fáceis ou práticas como o touchscreen de um smartphone. A nostalgia tornou-se tendência de comportamento entre o pessoal da geração Z.

Parece normal que os jovens da atualidade incorporem elementos de outras décadas à sua cultura e cotidiano. Tem quem diga que é porque os anos 1980 tinham um quê de inocência, de mais experimentalismo e os 1990 uma alegria contagiante e uma perspectiva de um mundo globalizado tão diferente do atual culto aos nacionalismos que soam como verdadeiro retrocesso. Estudiosos e pesquisadores apontam os atentados ao World Trade Center, em setembro de 2001, como o fim do sonho, a ruptura, o plot twist que destruiu completamente a positividade e a ilusão de união mundial por meio da globalização.

Antes que vocês se perguntem, eu não estou filosofando à toa. Afinal, essa nostalgia e saudade do que não se viveu presentes na geração Z é justamente a vibe e o mote de I Am Not Okay With This. Continuar lendo I Am Not Okay With This

Spinning Out

A série prometia ser a próxima sensação da Netflix. Mas acabou cancelada devido à recepção aquém do esperado. A produção foi vítima da implementação de um novo sistema de avaliação mensal adotado pela plataforma de streaming. A renovação ou não de uma série original da Netflix depende do número de visualizações, perspectiva de premiações e dos custos relacionados à produção. Mediante a novidade, é fácil concluir que a trama sobre patinação artística no gelo, protagonizada pela atriz anglo brasileira e low profile, Kaya Scodelario, não obteve um retorno expressivo. Mas e aí? Ainda assim vale a pena conferir a primeira e, até onde sabemos, última temporada de Spinning Out?

Continuar lendo Spinning Out

Vencedores do SAG Awards 2020

Parasita levou o prêmio principal da noite, de Melhor Elenco

Na noite de ontem, domingo, 19 de janeiro, conhecemos os vencedores do SAG Awards 2020. A premiação, que se encontra em sua 26ª edição, teve sua cerimônia realizada no Shrine Auditorium, em Los Angeles, e não contou com apresentador, nem foi exibida pela TNT aqui no Brasil, como de costume…

Parasita, o longa sul-coreano dirigido por Bong Joon-ho fez história na premiação ao ser o primeiro filme estrangeiro a vencer a categoria mais importante da noite, de Melhor Elenco. Com isso, a produção dispara na frente e se torna um dos favoritos ao Oscar de Melhor Filme. Mas,embora essa tenha sido uma vitória inusitada que surpreendeu tanto os palpiteiros e especialistas quanto espectadores randômicos, a maior parte das categorias trouxe algumas barbadas. É o caso de Joaquin Phoenix que arrematou o prêmio de Melhor Ator em Filme por sua performance em Coringa, e ainda aproveitou para citar o saudoso Heath Ledger em seu discurso de agradecimento ao receber o prêmio, afirmando que ator que interpretou o icônico vilão em Batman: O Cavaleiro das Trevas é o seu intérprete favorito. Vale lembrar que Ledger recebeu um prêmio póstumo da Academia por seu desempenho como Coringa.

Outras vitórias previsíveis foram a de Renée Zellweger como Melhor Atriz em Filme por Judy, Brad Pitt como Melhor Ator Coadjuvante por Era Uma Vez… em Hollywood e Laura Dern como Melhor Atriz Coadjuvante por sua brilhante performance em História de um Casamento.

The Marvelous Mrs. Maisel foi premiado como o Melhor Elenco em Série de Comédia

As categorias televisivas também consagraram os favoritos. A ótima The Marvelous Mrs. Maisel levou o prêmio de Melhor Elenco em Série de Comédia. Pelo mesmo show, Tony Shalhoub foi premiado como Melhor Ator em Série Cômica e, obviamente, Phoebe Waller-Bridge venceu na categoria de Atriz em Série de Comédia por Fleabag. E fechando com chave de ouro sua participação em Game of Thrones, Peter Dinklage, o eterno Tyrion Lannister, foi premiado como o Melhor Ator em Série Dramática.

Confira abaixo a lista completa dos vencedores do SAG Awards 2020:

Continuar lendo Vencedores do SAG Awards 2020

Vencedores do Critic’s Choice Awards 2020

Realizada na noite de ontem, 12 de janeiro, no The Barker Hangar em Santa Mônica, na Califórnia, a cerimônia de entrega do Critic’s Choice Awards contou com o ator Taye Diggs como anfitrião, homenageou Eddie Murphy e Kristen Bell e consagrou Era Uma Vez em… Hollywood e Fleabag como os grandes vencedores da 25ª edição do prêmio organizado pela Broadcast Film Critics Association.

O longa de Quentin Tarantino arrematou quatro prêmios: Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Design de Produção e Melhor Ator Coadjuvante para Brad Pitt. Já a queridinha Fleabag levou a melhor nas categorias Melhor Série de Comédia, Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia para Andrew Scott e Melhor Atriz em Série de Comédia para Phoebe Waller-Bridge.

Abaixo, você confere os vencedores do Critic’s Choice Awards 2020:

Continuar lendo Vencedores do Critic’s Choice Awards 2020

Vencedores do Globo de Ouro 2020

1917 saiu vitorioso na categoria Melhor Filme de Drama

Na noite de ontem, domingo, 5 de janeiro, foram divulgados os ganhadores do Globo de Ouro 2020, diretamente do Beverly Hilton, em Los Angeles, Califórnia, dando a largada para a temporada anual de prêmios. Sob a regência do mestre de cerimônias, pela quinta vez, o comediante Ricky Gervais (destilando mais acidez do que de costume, em uma apresentação deveras polêmica), dezenas de duplas célebres se revezaram no palco para anunciar os nomes dos vencedores da tradicional premiação promovida pela HFPA (Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood).

Zebras e esnobadas solenes marcaram a noite. A principal surpresa foi a vitória inesperada do drama de guerra 1917 de Sam Mendes na categoria Melhor Filme Dramático. Era uma Vez em… Hollywood foi premiado com o Globo de Ouro de Melhor Filme de Comédia ou Musical, Melhor Roteiro para Quentin Tarantino e Melhor Ator Coadjuvante para Brad Pitt. O Irlandês, longa de Martin Scorsese, saiu de mãos abanando. História de um Casamento, de Noah Baumbach, também perdeu a maior parte dos prêmios aos quais foi indicado, mas levou em Atriz Coadjuvante em Filmes – vitória merecidíssima, aliás – com Laura Dern se sagrando campeã na categoria.

Na televisão, os destaques ficaram por conta de Fleabag (nenhuma surpresa aqui) e Succession. E, apesar do número expressivo de indicações para as produções Netflix (foram 34 no total!), a empresa só levou mesmo duas estatuetas – a já citada de Melhor Atriz Coadjuvante para Dern e Melhor Atriz em Série Dramática para Olivia Colman, de The Crown.

Abaixo, você confere os vencedores da 77ª edição do Globo de Ouro:

Continuar lendo Vencedores do Globo de Ouro 2020