Arquivo da tag: nostalgia

[Versões e Regravações] Eu Sei – Legião Urbana

Original:

Como já dito em outro post, a Legião Urbana gravou em 1987 o seu terceiro álbum, Que País é Este, que trazia algumas músicas que a banda já vinha tocando antes, em alguns shows, e outras oriundas de projetos pré-Legião, como faixas do tempo da banda Aborto Elétrico que ele também liderou e trazia em sua formação os integrantes Fê e Flávio Lemos que, posteriormente, viriam a fazer parte do Capital Inicial. Uma das canções que está presente no disco, Renato Russo costumava cantar durante o período em que se apresentava como o Trovador Solitário. Trata-se de Eu Sei, um dos grandes hits da banda. Continuar lendo [Versões e Regravações] Eu Sei – Legião Urbana

Roots (1996) – Sepultura

Data de lançamento: 20 de fevereiro de 1996
Duração: 72:09
Faixas: 15 faixas
Estilo: Thrash Metal
Produção: Ross Robinson
Gravadora: RoadRunner Records

Faixas:
Roots Bloody Roots
Attitude
Cut-Throat
Ratamahatta
Breed Apart
Straighthate
Spit
Lookaway
Dusted
Born Stubborn
Jasco
Itsari
Ambush
Endangered Species
Dictatorshit

Faixa bônus na versão brasileira:
Procreation of The Wicked (cover do Celtic Frost)
Symptom of The Universe (cover do Black Sabbath) Continuar lendo Roots (1996) – Sepultura

[Versões e Regravações] Aluga-se – Raul Seixas

Original:

Em 1980, Raul Seixas gravou seu décimo álbum intitulado Abre-te Sésamo pela gravadora CBS. Esse disco conta com o hit Aluga-se, que foi uma parceria do músico com o compositor Cláudio Roberto Andrade de Azevedo. Apesar do sucesso, a canção foi censurada na época devido à sua crítica afiada ao governo do nosso país, especialmente em relação aos outros. E, claro, como o Brasil ainda estava vivendo os anos do regime militar, uma música com uma letra dessas, certamente seria proibida. Não deu outra.

A  letra compara o Brasil a um imóvel que está para ser alugado, o que seria a solução para o momento que o país atravessava. Assim, a composição brinca, como se fizesse a oferta de aluguel para os gringos, relatando todos os pontos positivos do “imóvel” para quem despertar o interesse de possíveis locadores. Continuar lendo [Versões e Regravações] Aluga-se – Raul Seixas

Ho-Ho-Límpicos

“Olá meus queridos fãs do esporte, esse é o encontro dos astros, o encontro que todos esperávamos, do Ho-Ho-Límpicos …”

Ao som de trombetas, essa é a frase de apresentação dita pelo carismático personagem Leão da Montanha na abertura dessa marcante competição animada produzida pelos estúdios Hanna-Barbera: Ho-Ho-Límpicos (Laff-A-Lympics no original). E aproveitando que o encerramento dos jogos olímpicos em Tóquio ocorreu no início deste mês – mais propriamente dizendo, em 8 de agosto – não poderia ter hora melhor para falar desse clássico desenho.

Continuar lendo Ho-Ho-Límpicos

[Catálogo: Especial] Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

Image from Darth Sunflower

“É assim que a liberdade morre. Com um estrondoso aplauso…”

Esse é um dos quotes mais brilhantes desse que pode ser considerado o melhor filme da trilogia prequel, que narra a origem de Anakin Skywalker (Hayden Christensen), sua conversão para o lado sombrio e o início de sua ascensão como Darth Vader. O que não quer dizer muito, uma vez que os dois capítulos que o precedem são não apenas irregulares, como bastante deficientes. O que mais fica evidente ao chegar a esse encerramento dirigido por George Lucas é que, dentre tantos deméritos, os três filmes que compõem o prelúdio sofrem de uma falta de unidade aparente.

Enquanto o primeiro filme carregava a tônica de fantasia infantil, com uma criança fofa como protagonista e um coadjuvante atrapalhado concebido digitalmente – criado para ser um chamariz para os pequenos, mas que acabou se tornando um fiasco odiado por todos -; o segundo já traz uma vibe de história de amor espacial, permeada por demasiadas assembleias e reuniões do conselho Jedi, enquanto procura desesperadamente dar alguma substância para sua trama e falha miseravelmente quando, porventura, se lembra de que Star Wars é também um épico de ação e ficção científica. A Vingança dos Sith, por sua vez, é uma fantasia sombria, com tonalidades cinzentas, distante das cores saturadas do primeiro longa da trilogia e com contornos políticos mais acentuados do que o segundo. Continuar lendo [Catálogo: Especial] Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith

[Catálogo: Especial] Star Wars: Episódio II – O Ataque dos Clones

O romance é o foco do segundo longa que compõe a trilogia prelúdio de Star Wars. Por si só, isso nem seria um demérito, não fosse o fato de que George Lucas é falho na direção de atores e não sabe escrever bons diálogos. Era possível se concentrar na história de amor entre Anakin Skywalker e Padmé Amidala (uma vez que a linhagem do casal é uma das principais fundações que sustentam a estrutura de Star Wars), tendo a ação como plano de fundo e, ainda assim, construir uma boa história.

Continuar lendo [Catálogo: Especial] Star Wars: Episódio II – O Ataque dos Clones