Arquivo da tag: Telenovelas

[O que ver na quarentena] 7 Canais do Youtube Que Vale a Pena Conferir

O Youtube foi fundado em fevereiro de 2005, em San Mateo, no estado da Califórnia, Estados Unidos, por três ex- funcionários do PayPalJawed Karim, Steve Chen e Chad Hurley. Creio que, naquela época, eles nem sonhavam com a potência que sua ferramenta se tornaria dentro de pouco tempo. A mais popular dentre as plataformas de compartilhamento de vídeos é, hoje, de propriedade da Google (que irá dominar o mundo em algum ponto do futuro) e nela estão hospedados vídeos dos mais diversos gêneros, dentre videoclipes, trailers, filmes, reportagens, cenas curiosas, vídeos virais, fotoclipes, videoarte, fanvideos, vídeos amadores, vídeos profissionais, vídeos novos, vídeos antigos…

Grandes veículos de comunicação possuem seu próprio canal no youtube a fim de difundir e reproduzir conteúdos já exibidos em outras de suas mídias e redes, como a televisão ou portais noticiosos. Estúdios de cinema contam com canais oficiais na plataforma para compartilhar material promocional de seus filmes. Grandes nomes da indústria fonográfica, bem como músicos novatos, utilizam a ferramenta para promover seu trabalho. Anônimos gravam vídeos em casa falando sobre os mais diversos assuntos e upam no youtube.

A plataforma substituiu a televisão no imaginário de muita gente, especialmente da geração mais jovem. O termo youtuber se popularizou, referindo-se àqueles que criam e compartilham conteúdo para o site. Tem muita gente que encara o termo com preconceito (eu, por exemplo) porque hoje qualquer pessoa tem um canal no youtube para postar o que quiser. Às vezes sem filtro, sem pesquisa, sem responsabilidade, disseminando informações falsas (e aqui aplicamos outro termo que se popularizou: fake news). E, dependendo do número de inscritos em seus canais, portam-se como verdadeiras celebridades por aí… Lembram do que o Andy Warhol costumava dizer? No futuro, todos terão seus quinze minutos de fama. Ele acertou em cheio. Basta postar um vídeo que atraia milhões de espectadores para o seu canal e pronto. A pessoa já se acha no direito de ter camarim exclusivo e fazer pedidos excêntricos do tipo 800 toalhas brancas e 1200 garrafas d’água.

Mas apesar do ego que trouxe a fama negativa ao termo youtuber, existe, sim, uma galera produzindo conteúdo de qualidade para a plataforma. E, nessa quarentena, uma das dicas para ajudar a passar o tempo e enfrentar o tédio, é maratonar os vídeos dos canais listados abaixo. Tem para todos os gostos: nostalgia, cinema, novela mexicana, televisão, música pop, literatura e fofocas. Lembrando que, neste post, só foram elencados canais brasileiros. Quem sabe, em uma próxima oportunidade, não trazemos dicas de canais de outros lugares do mundo?

Por enquanto divirtam-se com as 7 dicas de canais que separamos para vocês.

Continuar lendo [O que ver na quarentena] 7 Canais do Youtube Que Vale a Pena Conferir

[Especial] Teledramaturgia – Parte 5: Novelas Que Não Tiveram Fim

Calma! Não estamos falando daquelas produções que nunca acabam como Malhação e, sim, de novelas que foram interrompida antes de conhecerem um desfecho.

Atualmente, se uma telenovela não anda muito bem de audiência, o autor trata de fazer mudanças na história na esperança de salvar o folhetim, ou dá um jeito de resolver todos os seus arcos rapidamente, antecipando a conclusão dos personagens de modo a não ficar nenhuma lacuna.

Mas já aconteceu  de não haver meios de salvar a telenovela e cancelaram a trama sem concluir o enredo, deixando a produção sem um desfecho (caso comum entre os seriados norte-americanos). Mas a questão do fracasso de audiência não pode ser atribuída a todas as novelas que foram cortadas antes de serem finalizadas, mas também ao fechamento e falência da emissora que a transmitia.

Vejam abaixo quatro casos de novelas de novelas que não chegaram a terminar.

Continuar lendo [Especial] Teledramaturgia – Parte 5: Novelas Que Não Tiveram Fim

Justiça

justica-1

Nos últimos tempos, as emissoras de televisão abertas têm sofrido com a grande concorrência da TV fechada e da plataforma Netflix no Brasil. Portanto, os canais abertos e mais tradicionais necessitam se reinventar, afinal, o público clama pelo novo. E, pensando nisso, a Rede Globo estreou, no último dia 26 de agosto, a minissérie Justiça. O público ficou absorto. A última vez que eu tinha visto o telespectador brasileiro em tamanho arrebatamento, foi durante a exibição da telenovela de sucesso Avenida Brasil.

Continuar lendo Justiça

[Especial] Teledramaturgia – Parte 4: Novelas que não foram ao ar

Quatro novelas produzidas, mas que nunca foram exibidas. Esse não é um caso muito comum, mas, sim, já aconteceu na teledramaturgia brasileira. Três novelas foram impedidas de serem levadas ao ar e uma delas teve suas gravações interrompidas devido ao fim da emissora que a veiculava. Vejas todos estes casos na lista abaixo e os motivos de terem suas transmissões vetadas:

Continuar lendo [Especial] Teledramaturgia – Parte 4: Novelas que não foram ao ar

[Especial] Teledramaturgia – Parte 3: As Tramas de Benedito Ruy Barbosa

Um pouco mais de dois anos depois, dando continuidade ao Especial Teledramaturgia. No fim do post, estão os links para os outros artigos da série.

Benedito Ruy Barbosa

Novelas são sempre iguais. As mesmas histórias, os mesmos personagens, os mesmos desfechos. Pouca coisa muda de uma novela para outra. As fórmulas, clichês e estereótipos de autores como Manoel Carlos, Gloria Perez e Carlos Lombardi, por exemplo, são públicos e notórios.

Manoel Carlos se habituou a contar os conflitos dos ricos depressivos do Leblon. Gloria Perez já nos “presenteou” diversas vezes com suas saladas demagógicas, multiétnicas e sem sentido nenhum. Carlos Lombardi adora galãs descamisados e inexpressivos, humor rasteiro, personagens caricatos e crianças insuportavelmente mais inteligentes do que os adultos.

No cinema também há autores que repetem fórmulas (vide Christopher Nolan e Zack Snyder). O problema disso nas novelas é que elas se arrastam por meses a fio, então temos a impressão de que passamos nove meses assistindo a uma história que já acompanhamos anteriormente também por outros longos nove meses. O que nos faz chegar à desconcertante conclusão que já perdemos uns quinze anos das nossas vidas assistindo a mesma história contada e recontada pelos mesmos autores e interpretadas pelos mesmos atores…

Aproveitando que há pouco mais de um mês estreou uma nova novela na faixa das nove horas da noite na Rede Globo, Velho Chico, decidi escrever este texto pra falar sobre as tramas de Benedito Ruy Barbosa. Eu gosto dele como autor. Mas a verdade é que Benedito é outro que quase sempre conta as mesmas histórias. Todavia me identifico mais com suas tramas rurais do que com as Heleninhas Leblonescas de Manoel Carlos. Eu nunca visitei uma fazenda (não que eu me lembre), mas as tramas de Ruy Barbosa me despertam uma inexplicável nostalgia bucólica. E, apesar dos estereótipos, seus personagens são sempre muito humanos, simples, humildes. Diferentemente dos ricos amargurados e neuróticos do Leblon de Manoel Carlos…

Continuar lendo [Especial] Teledramaturgia – Parte 3: As Tramas de Benedito Ruy Barbosa