Arquivo da tag: Award Season

Vencedores do Crunchyroll Anime Awards 2021

Ontem, sexta-feira, 19 de fevereiro, foram anunciados os vencedores da 5ª edição do Crunchyroll Anime Awards, premiação realizada anualmente pelo serviço de streaming de anime Crunchyroll, e que celebra as melhores produções do mercado de animações japonesas do ano anterior.

Um corpo de jurados especializados da indústria de animes seleciona os finalistas, contudo, os vencedores são eleitos tanto pelo júri quanto por voto popular (a somatória dos votos do público e dos especialistas compõe a nota total de cada indicado, definindo, assim, o ganhador). Estima-se que, este ano, a premiação totalizou 15 milhões de votos (4 mi a mais do que a edição do ano passado), a maioria desses por conta dos fãs dos Estados Unidos, México e – olha só! – Brasil! Isso mesmo, estamos entre o maior público votante da 5ª edição do Crunchyroll Anime Awards. Continuar lendo Vencedores do Crunchyroll Anime Awards 2021

Indicados ao SAG Awards 2021

Nesta quinta, dia 4, foi a vez do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos anunciar os indicados à 27ª edição do Screen Actor Guild Awards, o SAG. Promovida pela Screen Actors GuildAmerican Federation of Television and Radio Artists, a premiação anual celebra as melhores atuações do cinema e televisão do ano anterior. 

Os atores Lily Collins e Daveed Diggs foram os responsáveis pela divulgação da lista de nomeações na página oficial da premiação no instagram.

Os destaques nas categorias cinematográficas ficaram por conta de Destacamento Blood, do diretor Spike Lee, que ficou de fora da listagem do Globo de Ouro e, aqui, concorre ao prêmio de Melhor Elenco; e do ator Chadwick Boseman, que faleceu em agosto do ano passado, e recebeu duas indicações póstumas: Melhor Ator Coadjuvante pelo mencionado Destacamento Blood e Melhor Ator por A Voz Suprema do Blues, no qual divide a cena com Viola Davis. A atriz também recebeu indicação por seu desempenho no longa de George C. Wolfe, disponível na Netflix.

Chadwick concorre às categorias de melhor ator, melhor ator coadjuvante e melhor elenco por Destacamento Blood e A Voz Suprema do Blues. O ator também recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, anunciada ontem

Já nas categorias televisivas, destaque para a já ultrapremiada comédia Schitt’s Creek e os dramas Ozark, Bridgerton e The Crown. Esta última domina a categoria de Melhor Atriz em Série Dramática, com nada mais, nada menos do que três de suas estrelas disputando o prêmio.

A cerimônia de entrega do SAG Awards 2021 será realizada em 4 de abril. Abaixo, você confere a relação de indicados:

Continuar lendo Indicados ao SAG Awards 2021

Indicados ao Globo de Ouro 2021

E foi dada a largada para a temporada de prêmios 2021!

Mesmo em um cenário de pandemia global, as premiações irão acontecer. Com atraso, provavelmente de maneira virtual, com os vencedores agradecendo os prêmios diretamente do conforto de suas luxuosas mansões… Mas irão acontecer.

Hoje, pela manhã, a Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA) anunciou os indicados ao Globo de Ouro 2021. As atrizes Sarah Jessica Parker e Taraji P. Henson foram as encarregadas de revelar a lista de nomeações por meio de uma live. Já amanhã, dia 4, serão divulgados os indicados ao SAG Awards 2021.

Sarah Jessica Parker e Taraji P. Henson anunciaram os indicados à 78ª edição do Globo de Ouro

A 78ª edição do Globo de Ouro – premiação que contempla as melhores produções e performances do cinema e da televisão – contará com a apresentação de Tina Fey e Amy Poehler, que já haviam desempenhado os papéis de anfitriãs nas edições de 2013 e 2015, sempre em parceria. A dupla, porém, não dividirá o mesmo palco dessa vez, estando as atrizes em locais distintos. Tina Fey comandará a cerimônia diretamente do Rockfeller Center em Nova York, enquanto Amy Poehler, apresenta de Los Angeles – aparentemente, para que alguns profissionais possam comparecer presencialmente, respeitando as normas de saúde e segurança.

Os grandes destaques da vez são os filmes Mank, com seis indicações, seguido de Os 7 de Chicago, que disputa cinco categorias. Ambos, produções da plataforma de streaming Netflix. Falando nela, a série que lidera as indicações é The Crown, concorrendo a seis prêmios. Ao todo, a Netflix recebeu 42 nomeações.

Homenageados pela edição deste ano, a atriz e ativista Jane Fonda e o roteirista e produtor Norman Lear recebem os prêmios honorários do evento – Fonda, o Cecil B. de Mille pelo conjunto da obra, em comemoração aos quase 60 anos de carreira da artista; e Lear, o Prêmio Carol Burnett.

A cerimônia de entrega dos prêmios será realizada em 28 de fevereiro, devendo contar com transmissão simultânea em diversos países, inclusive no Brasil, onde será exibida, com exclusividade, pelo canal por assinatura TNT, como de praxe.

Abaixo, você confere a lista de indicados ao Globo de Ouro 2021: Continuar lendo Indicados ao Globo de Ouro 2021

Vencedores do Oscar 2020 – Era Uma Vez em Hollywood… Um Parasita

Era Uma Vez em Hollywood… um Parasita. No ápice de uma cerimônia cuja entrega dos prêmios foi, em sua quase totalidade, óbvia e previsível, um longa sul-coreano venceu o prêmio de Direção e, depois, o principal de Melhor Filme. O que as demais categorias ficaram devendo no quesito surpresa, o final da festa nos proporcionou. E isso quando muitos de nós já nos encontrávamos desacreditados, especialmente após a decepção do ano passado, com a vitória do Livro Verde.

Sejamos francos: há tempos não era tão divertido assistir à uma cerimônia do Oscar.

E não falo apenas do fato de Parasita ser o primeiro filme não falado em língua inglesa a ganhar a estatueta de Melhor Filme. Nem do quão emblemático foi a equipe do longa receber o prêmio das mãos da engajada Jane Fonda (e o medo de que um policial aparecesse do nada para prendê-la em pleno palco do Dolby Theatre?). Nem dos memes maravilhosos com a soneca do Martin Scorsese durante uma despropositada e aleatória performance de Lose Yourself do Eminem – na certa redimindo-se após não comparecer a cerimônia de 2003 (!) para receber o Oscar de Melhor Canção Original.

Nem do fato da vitória de Parasita ser até mesmo metafórica – como no enredo do longa de Bong Joon Hoo, o Parasita sul-coreano adentrou o lar e a festa do cinema americano (porque, sim, Oscar celebra majoritariamente o cinema que é produzido em Hollywood), um lugar em que produções estrangeiras tem pouco ou nenhum espaço, e arrematou quatro dos prêmios mais cobiçados da noite. De modo sorrateiro, foi conquistando seu lugar graças a muita propaganda boca a boca pelo mundo afora e invadiu um território essencialmente americano e conservador, eliminando seus concorrentes um a um e deixando um confiante Sam Mendes a ver navios (seu Titanic naufragou… E ele nem tem mais Kate Winslet para consolá-lo).

Mas, ao contrário da maneira agressiva e parasitária com a qual agem seus protagonistas, o cineasta chegou na humildade. E em seu discurso de agradecimento pela vitória na categoria de Melhor Diretor, exaltou seus rivais. O quão emblemático é receber o prêmio de direção das mãos do lendário Spike Lee e fazer a plateia levantar da cadeira para aplaudir o monstro sagrado do cinema que é Martin Scorsese? Ou mencionar o fato de que Quentin Tarantino, também seu concorrente, sempre fez questão de incluir filmes assinados por ele em suas listas de melhores do ano, o reverenciando como um de seus ídolos? É muita classe…

 

O fato é que o Oscar de 2020 foi, na maior parte das categorias, justo ao eleger seus vencedores (ainda que previsível). E a cerimônia em si foi uma delícia de se assistir, mesmo com algumas aleatoriedades, como a já citada apresentação de Eminem…

Claro que ainda incomoda ouvirmos palavras como “diversidade”, “inclusão”, “representatividade feminina” serem proferidas à exaustão em vários discursos e vermos tantas mulheres e negros no palco, e nenhuma mulher figurar na categoria de direção, ou pior: apenas uma única negra receber indicação este ano.

Eu subestimei a Academia nas minhas apostas, mas a verdade é que há sinais de mudanças aqui e ali. Percebemos uma boa vontade maior este ano – de se mostrar inclusiva, engajada e moderna não apenas na embalagem, mas em seu conteúdo. E muito disso se deve ao Parasita. Longa que fez história na noite de 9 de fevereiro. Acima de qualquer coisa, a conquista de Parasita mostra que existe cinema fora de Hollywood. Algo que muitos de nós já sabíamos, mas que os votantes da Academia preferiam ignorar, fingiam desconhecer.

Espero, no entanto, que isso não acabe por aqui. Que não tenha sido uma exceção à regra. Que o longa de Bong Joon Hoo tenha aberto, de fato, um precedente e as portas para outros filmes estrangeiros invadirem o Oscar futuramente.

Quanto às minhas previsões: nunca fiquei tão feliz por estar errada. Das 24 categorias, acertei 21. Errei apenas em Edição de Som, Direção e Filme 🙂 confira abaixo todos os vencedores da 92ª edição do Oscar na ordem em que foram anunciados:

Continuar lendo Vencedores do Oscar 2020 – Era Uma Vez em Hollywood… Um Parasita

Previsões Oscar 2020 – Vencedores

Amanhã, dia 9 de fevereiro, enfim conheceremos os vencedores do Oscar 2020. Por aqui, como já é tradição, vocês conferem as nossas apostas e palpites quanto aos nomes que serão agraciados com as estatuetas douradas. Lembrando que a 92ª edição do maior e mais importante prêmio da indústria cinematográfica será transmitida ao vivo diretamente do Dolby Theatre, em Hollywood. A cerimônia, assim como no ano passado, não terá um apresentador. No Brasil, você poderá acompanhar a transmissão ao vivo pelo canal por assinatura TNT, a partir das 22h:00 pelo horário de Brasília, e com vários cortes e flashes do Big Brother Brasil na TV aberta, pela Rede Globo. Se eu fosse você, procuraria um livestream ao invés de acompanhar pela emissora dos Marinho. A não ser que Glória Pires ou Susana Vieira sejam chamadas para comentar. Continuar lendo Previsões Oscar 2020 – Vencedores

Vencedores do Independent Spirit Awards 2020

A atriz Aubrey Plaza foi a mestre de cerimônias do Independent Spirit Awards 2020

Neste sábado foram anunciados os vencedores do Film Independent Spirit Awards 2020 em cerimônia realizada no tradicional Pier de Santa Mônica, em Los Angeles, com apresentação da atriz norte-americana Aubrey Plaza. O prêmio, que se encontra em sua 35ª edição e celebra a produção mundial de cinema independente, foi transmitido ao vivo e com exclusividade pelo Twitter.

Os grandes destaques da premiação foram The Farewel que, além de vencer na categoria principal, de Melhor Filme, ainda foi agraciado com a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante pela performance de Zhao Shuzhen. O experimental O Farol de Robert Eggers faturou os prêmios de Melhor Fotografia e Melhor Ator Coadjuvante para Willem Dafoe. Contudo, o mais premiado mesmo foi Uncut Gems de Benny e Josh Safdie que venceu nas categorias Direção, Montagem e Melhor Ator para Adam Sandler. Em seu discurso de agradecimento, o ator aproveitou para alfinetar o Oscar:

Confira abaixo a lista completa dos vencedores do Independent Spirit Awards 2020:

Continuar lendo Vencedores do Independent Spirit Awards 2020