[Versões e Regravações] Sentado à Beira do Caminho – Erasmo Carlos e Roberto Carlos

Original

Lançada em 1969, a música Sentado à Beira do Caminho, foi mais um grande sucesso escrito por uma das mais bem-sucedidas duplas de compositores da música brasileira. No citado ano, Erasmo gravou a canção em um compacto simples. Foi um grande hit a ponto de ser conhecido mundialmente.

A música narra a história de alguém passando por uma profunda crise de depressão, totalmente desprovido de esperança e sofrendo ao pensar em um antigo amor que não vai mais voltar. Entretanto, depois acaba refletindo sobre a situação e decide parar de sofrer, seguir em frente e pensar um pouco mais em si mesmo, ao invés de sentar à beira de um caminho que não tem mais fim.

Versões:

Em 1980, Erasmo gravou a canção novamente, agora em parceria com o co-autor da música, Roberto Carlos, para o LP Erasmo Carlos Convida, disco que contou com várias músicas do artista em dueto com outros músicos. A versão ganhou até um videoclipe:

No CD de covers Isso é Amor de 1999, da banda IRA!, consta uma regravação da música. Inclusive, o vocalista do grupo, Nasi, já a interpretou ao vivo ao lado de Erasmo.

No álbum Lulu Canta & Toca Roberto e Erasmo, lançado em maio de 2013 pelo cantor Lulu Santos – no qual ele evidentemente homenageia os dois famosos artistas – claro que Sentado à Beira do Caminho não poderia faltar.:

Outros covers nacionais da música ficaram a cargo de artistas bem sonoramente diversos, como Fernanda Porto (na ocasião em que ela interpretou canções da Jovem Guarda), a dupla sertaneja Rionegro & Solimões e a banda gaúcha de emocore, Fresno.

A música ainda teve versões em outros idiomas, incluindo uma versão italiana intitulada L’Appuntamento, interpretada pelo cantor Andrea Bocelli, em 2005, mas com lançamento em 2006. O músico também teve a chance de cantá-la ao lado de Roberto Carlos.

Na verdade, essa versão já havia sido gravada anteriormente, em 1970 (um ano após o lançamento da original) pela proeminente cantora Ornella Vanoni:

Ainda teve um cover em alemão na voz de Julio Iglesias, sob o título Du Bist Die Sonne In Meinen Augen, para o álbum Und das Meer singt sein Lied de 1973:

Além de Roberto e Erasmo também terem gravado a faixa em outras línguas em seus álbuns lançados no exterior, diversos outros músicos interpretaram a canção ao redor do mundo. Há versões da canção em espanhol, japonês e grego. Um verdadeiro global hit.

Adryz Herven
Colaboração: Andrizy Bento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s