[Especial] Origem dos Nomes Artísticos

Vocês, amantes da boa música, sempre tiveram curiosidade em saber de onde surgiram os criativos e irreverentes nomes de bandas e artistas solo que costuma ouvir? Nesse especial, revelamos a origem desses nomes. Comecemos, então, com as letras A, B, C e D:

Abba: Formado pelas letras iniciais dos nomes dos quatro integrantes do grupo sueco: Agneta, Bjorn Ulvaeus, Benny Anderson e Anni-Frid Lyngstad. A palavra em si quer dizer papai (ou paizinho) em hebraico.

Aborto Elétrico: Segundo Fê Lemos: “A gente tava na Colina sentado no chão, pensando qual seria o nome para a nossa banda. Eu tava com um negócio de elétrico na cabeça e alguém falou comigo tijolo elétrico. Aí o (guitarrista) André Pretorius falou: não, Aborto Elétrico”. Oura versão diz que o nome da banda foi inspirado em um aborto verídico, quando policiais de Brasília disparavam descargas elétricas em manifestantes e uma grávida foi atingida, abortando em meio à passeata. Esse grupo deu origem ao Capital Inicial e à notória Legião Urbana.

AC/DC: O nome foi criado por Margeret, irmão dos guitarristas Angus e Malcolm Young. Ela encontrou a sigla em um eletrodoméstico, achou que casava bem com a banda, visto que tinha a ver com eletricidade (AC/DC é um indicativo de corrente alternada/corrente contínua). Depois descobrira que também se tratava de uma gíria que designava bissexuais, mas já era tarde. Quem não curtia, inventava que o nome era a sigla de Anti-Christ/Dead-Christ (anticristo/cristo morto).

Aerosmith: Não significa absolutamente nada. Foi proposto pelo baterista Joey Kramer e, segundo Steven Tyler, foi o único entre vários propostos que ninguém odiou.

After Forever: O grupo holandês de symphonic metal pegou o nome de uma canção do Black Sabbath. Depois que a banda acabou em 2009, a sua vocalista Floor Jansen ingressou no grupo finlandês Nightwish.

Air Supply: O instrumentista Graham Russell sonhou que viu um letreiro luminoso de um teatro com esse nome cerca de cinco anos antes do duo australiano assinar o seu primeiro contrato.

Alice Cooper: Foi o nome da banda montada pelo vocalista Vincent Damon Furnier, que tomou o nome para si após a dissolução desta. Segundo Vincent, o nome foi inspirado por um espírito através de uma tábua de ouija (uma ferramenta para comunicação com os mortos semelhante ao jogo-do-copo difundido no Brasil). Alice Cooper teria sido uma feiticeira e uma das vidas passadas do vocalista.

Alice in Chains: Paródia masoquista de Alice no País das Maravilhas. A idéia inicial (que nunca chegou a acontecer) era de tocar covers do Slayer usando vestidos.

Angra: Foi escolhido por duas razões: por ser um nome tipicamente brasileiro (devido à deusa do fogo na mitologia) e por parecer com a palavra Angry (raivoso em inglês). Está descartada a possibilidade do grupo paulista de homenagear a cidade litorânea no estado do Rio de Janeiro.

Animals: Nas palavras do vocalista Eric Burdon: “Nós éramos como uma gangue e havia um cara chamado Animal Hogg, que era um ‘animal’ entre os combatentes do Vietnã. Percebemos que seria um ótimo nome para uma banda”.

Anthrax: É o nome de um microrganismo desenvolvido para a guerra bacteriológica. Ficou famoso após os antenados terroristas de 11 de setembro e, por conta disso, o site da banda teve vários acessos por conta do fato. Para não ter confusão a banda de thrash metal americana chegou a mudar o endereço de seu site www.anthrax.com para www.anthraxtheband.com.

Audioslave: Primeiramente, a banda americana foi batizada de Civilian. Mas já existia outra banda com esse nome e foi necessário alterar. O vocalista, Chris Cornell, sugeriu Audioslave e ninguém da banda discordou. Só que também já existia outro grupo com o mesmo nome. Dessa vez, eles entraram em acordo com a banda homônima para continuar sendo Audioslave. O grupo era formado por integrantes Rage Against The Machine e o vocal do Soundgarden.

Autoramas: O grupo carioca pegou o nome de um brinquedo com carrinhos de corrida bastante popular no Brasil durante a década de 1980.

B.B. King: Abreviação de Blues Boy King. O nome verdadeiro do cantor e guitarrista americano era Riley Ben King e ele usava o pseudônimo Blues Boy quando era locutor de uma estação de rádio. O músico não possuía parentesco com o empresário de boxe Don King.

B-52s: Nome de um penteado em formato de torre que, por sua vez, recebia o mesmo nome de um avião de bombardeio.

Bachman-Turner Overdrive: Nome de família dos membros do grupo, Randy, Robby e Tim Bachman, Fred Turner e mais uma homenagem à revista de caminhoneiros Overdrive. O nome original da banda canadense era Brave Belt.

Bangles: É um ornamento para ser usado em braceletes ou tornozeleiras. A banda americana queria se chamar de The Bang, porém, o nome já existia. Antes, ainda, se chamaram Supersonic Bangs, nome tirado de um estilo de cabelo da década de 60.

Barão Vermelho: É o codinome do aviador alemão Manfred von Richthofen, que lutou na primeira guerra mundial. A idéia do nome foi do baterista Guto Goffi. Os cariocas tem um xará espanhol de nome Baron Rojo.

Beastie Boys: Beastie quer dizer animalesco. Porém, o nome dessa banda é, na verdade, um acrônimo para “Boys Entering Anarchistic States Toward Internal Excellence” (Rapazes Entrando em um Estado Anárquico Visando a Excelência Interna).

Beatles: Inicialmente, em 1956, eles se chamavam The Quarrymen, tirado do nome da escola onde estudaram, a The Quarrybank High School. Com esse nome, a banda formou seu núcleo com John, Paul e George. Até 1959, os três já haviam saído desta escola, portanto era uma questão de tempo até mudarem o nome da banda. Experimentaram vários nomes, sem muita convicção como Johnny & The Moondog, mas só no final do ano resolveram seriamente o assunto. O quarteto de Liverpool adorava Boddy Holly & The Crickets e o nome Cricket tem duplo sentido na Inglaterra. Lennon então começou a buscar outros insetos que pudessem ter duplo sentido. Ele acabou chegando em Beetles (besouros) e escreveu Beatles, fazendo um trocadilho com a palavra beat (batida).

Bee Gees: Como em BG’s, ou seja, Brother’s Gibb. Curiosamente duas pessoas que ajudaram o então quinteto, se chamam Bill Goode e Bill Gates (um DJ local, não o fundador da Microsoft).

Billy Idol: O nome artístico é um trocadilho com o adjetivo “idle” (vagabundo, indisciplinado) que caracterizava o vocalista durante os anos de escola. Seu nome verdadeiro é William Albert Michael Broad. Antes da carreira solo, Billy Idol era membro da banda Generation X em 1977.

Biquíni Cavadão: O grupo se formou no Colégio São Vicente de Paula. Tocando covers de Kid Abelha e Paralamas. Receberam do amigo Herbert Vianna (vocal do Paralamas) a sugestão do nome do grupo. Herbert, impressionado com a juventude da banda, que saia da adolescência, disse: “Se eu tivesse essa idade, tudo que eu iria querer era pensar em mulheres, carros, biquíni cavadão…”. Daí o nome.

Black Sabbath: Os inventores do heavy metal tiraram esse nome de um filme de terror dirigido por Mario Brava e protagonizado por Boris Karloff. Antes, o grupo inglês de Birmingham se chamavam Polka Tulk e depois Earth, mas então descobriram que o último nome já tinha dono. Perto da casa do baixista, Geezer Butler, existia um cinema que só exibia filmes de terror e, inspirados nesses filmes, resolveram compor suas canções.

Blitz: Segundo o vocalista, Evandro Mesquita, a ideia foi do então baterista Lobão, devido as constantes blitz feitas por policiais à noite.

Blink-182: Eles queriam se chamar Blink, mas já existia uma banda irlandesa com esse nome. 182 é a quantidade de vezes que Al Pacino disse a palavra “fuck” no filme Scarface.

Blondie: Segundo Debbie Harry: “Eu sempre fui chamada de ‘blondie’ por caminhoneiros e motoristas em geral. Eu achei que seria um nome fácil de lembrar”.

Blur: O grupo inglês, na verdade, se chamava Seymour, porém, uma das condições em seu primeiro contrato era mudar o nome para um contido em uma lista oferecida pela gravadora. Blur foi escolhido como a melhor opção.

Bob Dylan: Seu nome verdadeiro é Robert Allen Zimmerman. Achando o nome excessivamente étnico e sendo grande admirador do poeta Dylan Thomas, o cantor e guitarrista americano mudou para Bob Dylan.

Bon Jovi: Mutação do verdadeiro nome do vocalista, John Bongiovi Jr.

Bono Vox: Latim para boa voz. Bonovox é também uma loja de equipamentos para audição. O nome verdadeiro do vocalista do grupo de rock irlandês, U2, é Paul David Hewson.

Bread: Gíria para dinheiro. O nome anterior do grupo americano era Pleasure Faire.

Bush: Alusão para “Sheperd’s Bush”, bairro de Londres.

Buzzcocks: Gíria inglesa para vibradores (!).

Byrds: Antes de mudar o nome, eles se chamavam The Beefeaters e Jet Set. Segundo o baterista, Michael Clarke: “Todas as bandas que estavam no topo tinham em suas iniciais a letra B, como Beach Boys e Beatles. Nós escolhemos The Birds, mas trocados o “i” pelo “y”.

Capital Inicial: Antes de o grupo existir, seus integrantes tocavam por pura diversão em bares brasilienses, levando seu som com influência punk em bares e praças da cidade, barbarizando a capital federal. Mas o nome da banda não tinha nada a ver com Brasília. Eles não tinham grana para começar, não tinham o capital inicial.

Camisa de Vênus: Nos anos 1980, era uma gíria para o preservativo sexual, chamado popularmente de camisinha. Em reunião com os executivos da gravadora Som Livre, os membros do grupo baiano ouviram a sugestão de mudar o seu nome, já o que eles queriam usar poderia prejudicá-los na sua divulgação. O vocalista, Marcelo Nova, aceitou e anunciou que o nome passaria a ser “Capa de Pica”. A Som Livre decidiu romper com o Camisa de Vênus, que encontrou abrigo na hoje extinta RGE.

Cazuza: É uma gíria nordestina que significa moleque. O apelido foi dado pelo pai, João Araújo, dono da gravadora Som Livre. O nome verdadeiro do falecido cantor carioca é Agenor Miranda de Araújo Neto.

Celso Blues Boy: Vem do codinome de seu ídolo B.B. King. O nome completo do finado cantor e guitarrista carioca era Celso Ricardo Furtado de Carvalho.

Charlie Brown Jr.: Foi inspirado em um incidente na qual o vocalista Chorão, andando de skate, atropelou uma barraca que vendia água de coco que continha o desenho do personagem principal do universo dos Peanuts. O Jr. foi acrescentado “pelo fato de sermos filhos do rock” nas palavras do finado músico.

Cheap Trick: Nome alcançado usando uma tábua Ouija. Essa tábua, supostamente, faz um elo entre os vivos e os mortos. Muito como o citado jogo do copo aqui no Brasil.

Clash: Tirado de uma manchete do jornal “A Clash With Police”. O baixista, Paul Simonon, teve a ideia e todos concordaram.

Cólera: Tipo de doença infecciosa causada pela bactéria vibrio cholerae. Muitos casos dessa doença ocorreram no Peru, no inicio dos anos 1980, época em que surgiu a banda punk paulista. Os primeiros casos de cólera no Brasil ocorreram em 1991.

Commodores: Antiga patente da marinha americana, hoje substituído por Commodore Admiral. O nome foi escolhido por acaso.

Cranberries: O nome original era Cranberry Saw Us, mutação de Cranberry Sauce (molho da fruta cranberry). Quando a finada vocalista, Dolores O’Riordan, se juntou ao grupo irlandês, ela sugeriu encurtar para The Cranberries.

Cream: O nome foi sugerido por Eric Clapton, que costumava afirmar sobre a banda: “we are the cream” (nós somos a nata).

Creed: O nome da família do primeiro filme da saga Cemitério Maldito, de Stephen King.

Creedence Clearwater Revival: Segundo o baterista Doug Clifford: “Nós tínhamos o nome de Golliwogs, um nome que havia sido imposto por nosso empresário. Nós conhecíamos um cara chamado Credence Newball e nós gostamos do nome, mas chegamos à conclusão de que se nós usássemos o nome dele, ele iria nos processar. Então não funcionou. Mas nós gostamos da ideia de Credence (crença), por significar verdade e justiça, algo que nós, como idealistas na época, nos identificamos muito. Nós acrescentamos a letra E no Credence para ficar totalmente diferente. Clearwater veio de um comercial da cerveja Olympia, que mostrava uma imagem de ventos indo e vindo, algo que possuía uma certa compatibilidade com o nosso ideal de rumos abertos. Revival era o renascimento de nós mesmos, nós não faríamos mais do que o nosso empresário mandasse, ou coisas que não gostamos de fazer ”.

Cult: O nome veio de uma manchete que Ian Astbury leu em um jornal. Inicialmente se chamavam Southern Death Cult, depois Death Cult e finalmente apenas The Cult.

Cure: Inicialmente eles se chamavam The Easy Cure. Depois viraram The Cure.

David Bowie: Seu nome verdadeiro é David Robert Jones. Adotou o Bowie em seu nome artístico para não ser confundido com o Davy Jones, vocalista do grupo The Monkees. Bowie vem do americano Jim Bowie, criador de um tipo de faca muito popular nos Estados Unidos.

Dead Kennedys: Faz alusão aos assassinatos do presidente John Kennedy e de seu irmão e senador, Robert Kennedy. Uma citação famosa de Eas Bay Ray (guitarrista) sobre esse assunto: “Um show do Dead Kennedys no dia 22 de Novembro, aniversário da morte de John Kennedy, não seria de mau gosto? Claro! Mas os assassinatos também não são de mau gosto?”.

Deep Purple: Vem da canção homônima do cantor americano Bing Crosby.

Def Leppard: Inspirado em um desenho que Joe Elliot fez de um leopardo sem ouvidos. Um leopardo surdo.

Dio: É o nome artístico pelo qual ficou conhecido mundialmente o cantor Ronnie James Dio. Ele não tinha a pretensão de se auto endeusar, por que Dio quer dizer Deus em italiano. O cantor pegou o nome de um mafioso ítalo-americano chamado Johnny Dio, cujo verdadeiro nome é Giovanni Ignazio Dioguardi. Já o cantor, na realidade, se chamava Ronald James Padovana. Começou a carreira no inicio dos anos 1960, mas ganhou notoriedade nos anos 1970 com os grupos Elf e Rainbow. No inicio da década de 1980, substituiu Ozzy Osbourne no posto de vocalista do Black Sabbath. Em 1983, montou a sua própria banda chamada Dio, embora muitos a interpretam como a sua carreira solo.

Dire Straits: O termo “Dire Strait” é uma gíria chula, parte do vocabulário dos ingleses humildes, pobres e sempre desempregados. “I’m dire strait!” quer dizer “estou completamente duro, sem dinheiro e sem possibilidades”.

Donnas: Elas se conheceram em um colégio na cidade de Palo Alto, na Califórnia, nos Estados Unidos. O grupo nasceu em 1993 com o nome de Ragady Anne. Depois muraram para a The Electrocutes. Até que um dia de 1996 elas alteraram o nome oficialmente para The Donnas. Para se diferenciar dos outros dois grupos, as quatro integrantes adotaram o punk-rock como sonoridade e o pseudo donna (mulher em italiano) em seus nomes artísticos, como Donna A (voz), Donna C (bateria), Donna F (baixo)e Donna R (guitarra). Em 2004, elas aposentaram os pseudos, passando a usar seus nomes originais.

Doors: Quando fazia faculdade de cinema na UCLA, Jim Morrison resolveu fazer um duo musical com Dennis Jakob que, mais tarde, trabalharia com Francis Ford Coppola (que por sua vez era colega de turma de Morrison). O duo musical se chamava The Doors: Open and Closed (As Portas: Abertas e Fechadas), inspirado em versos de William Blake. Uma possível fonte pode ser também o livro “As Portas da Percepção ou O Céu e o Inferno”, de autoria de Adoulx Huxley (que escreveu também o famoso livro Admirável Mundo Novo).

Doro Pesch: O primeiro nome da cantora alemã é a abreviação de Dorothee. Ela começou a carreira sendo vocalista do grupo Warlock e depois se lançou em uma carreira solo muito bem sucedida.

Dorsal Atlântica: Procurando um nome, os integrantes do trio carioca abriram uma enciclopédia em, entre outros, acharam este.

Dream Theater: Originalmente chamados de Majesty, mudaram o nome para de um teatro na vizinhança em Los Angeles.

Dr. Silvana & Cia: Vilão dos quadrinhos do Shazam.

Duran Duran: Vilão do filme Barbarella, estrelado por Jane Fonda.

Windson Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s