Cinco filmes estrelados por David Bowie

Um artista completo e avant-garde. Não é à toa que David Bowie conquistou o apelido de Camaleão do Rock. Além de deixar um legado enorme na música, também é lembrado por sua notável e singular carreira como ator, tendo sido escalado para o elenco de produções cinematográficas marcantes, vivendo os mais diversos papéis. Pontas interpretando ele mesmo, personagens coadjuvantes, papéis de protagonista… Bowie era sempre elogiado pela crítica por suas atuações irreverentes.

Aqui, vamos falar sobre cinco filmes que ele protagonizou:

O Homem que Caiu na Terra (The Man Who Fell to Earth)
Direção: Nicolas Roeg
1976

David-Bowie-cinema

Nessa produção, David Bowie interpretava Thomas Jerome Newton, o homem do título da trama. O personagem tratava-se de um alienígena que vinha para a Terra em busca de um elemento que seria a salvação de seu planeta natal: a água. Além disso, para sobreviver por estas bandas, Thomas, inteligentemente, passava a trabalhar utilizando a tecnologia avançada de seu planeta, ficando extremamente rico. O porém é que ele acabava se envolvendo demais com as pessoas da Terra, como o doutor Bryce (Rip Torn) e a camareira Mary-Lou (Candy Clark), se entregando a vícios e tentações terráqueas e descobrindo a ganância dos seres humanos, o que terminava por atrapalhar seus planos.

Apenas Um Gigolô (Just a Gigolo)
Direção: David Hemmings
1978

Mais um filme em que ele interpreta o personagem-título! Nesse, Bowie viveu o papel do oficial prussiano Paul Ambrosius von Przygodski que, retornando a Berlim, após a Primeira Guerra Mundial ter chegado ao fim, se via em dificuldades para conseguir um emprego devido a sua falta de experiência, já que suas únicas funções se limitavam ao que ele aprendeu no exército. Por conta disso e, também por sua atraente beleza, uma rica Baronesa (Marlene Dietrich) o descobria e o convidava para trabalhar em seu bordel de gigolôs. Paul aceitava a proposta até por não ver outro meio de ganhar dinheiro e sobreviver em uma Alemanha em plena crise econômica e política.

Furyo, em Nome da Honra (Merry Christmas, Mr. Lawrence)
Direção: Nagisa Ōshima
1983

582x0_1452521115

O filme se passa 1942, época da Segunda Guerra Mundial. David Bowie esteve na pele de Jack Celliers, um major inglês que é prisioneiro, pelo exército japonês, em um campo de concentração na Ilha de Java. Surge um clima de amor e ódio entre o capitão do exército inimigo Yonoi (Ryuichi Sakamoto) e Jack, que desafia e debocha das ordens do capitão. Em troca, é tratado com muita hostilidade e violência, iniciando conflitos entre os dois lados. Nessa situação, o coronel John Lawrence (Tom Conti), também prisioneiro em Java e que fala a língua japonesa, tenta manter o equilíbrio entre as duas tropas inimigas.

Labirinto – A Magia do Tempo (Labyrinth)
Direção: Jim Henson
1986

Esse é um dos papéis mais lembrados de David Bowie. Jareth, o Rei dos Duendes, é o personagem de um livro da adolescente Sarah (Jennifer Connelly), que adora histórias de fantasias. Em uma noite, ela deseja que os duendes levem seu irmão, o bebê Toby (Toby Froud), pois está frustrada, já que seu pai (Christopher Malcolm) e sua madrasta (Shelley Thompson) saem e a fazem cuidar dele. Após o pedido se realizar, o Rei cria vida e aparece em sua casa, mas a garota diz a ele que está arrependida e pede que devolva a criança. Jareth a desafia a cruzar o labirinto do seu reino em treze horas, até chegar a seu castelo, na Cidade dos Duendes, caso contrário, ele ficará com Toby para sempre. Sarah enfrenta muitos perigos e vai conhecendo muitos aliados pelo caminho enquanto persegue seu objetivo de resgatar o irmão.

Romance por Interesse (The Linguini Incident)
Direção: Richard Shepard
1991

O artista interpretou, nessa comédia romântica, o garçom Monte, um inglês que, após ter se metido em alguns problemas em seu país, se mudou para os Estados Unidos e foi trabalhar no restaurante da cidade. Agora, ele precisa tirar seu visto de cidadão americano, mas, para isso, é necessário se casar. Tomado pela expectativa, ele conhece, no restaurante, a garçonete Lucy (Rosanna Arquette), que adora mágica e sonha ser uma versão feminina de Harry Houdini. Porém, suas tentativas em relação à mágica sempre falham. Os dois acabam se envolvendo cada vez mais no decorrer da história, até o ponto de armarem um plano para executar um assalto no restaurante em que ambos trabalham, contando com a ajuda de Viven (Eszter Balint), a melhor amiga de Lucy.

Além desses, há muitos filmes em que podemos conferir a atuação de Bowie, como Fome de Viver (The Hunger) de 1983, Absolutamente Principiante (Absolute Beginners) de 1986, A Última Tentação de Cristo (The Last Temptation of Christ) de 1988, Basquiat – Traços de Uma Vida (Basquiat) de 1996, Everybody Loves Sunshine (Everybody Loves Sunshine) de 1999, O Segredo de Mr. Rice (Mr. Rice’s Secret) de 1999, O Grande Truque (The Prestige) de 2006, Reação Colateral (August) de 2008 e muitos outros. A lista é ampla e vale muito a pena conferir cada um dos títulos citados.

Adryz Herven

Uma consideração sobre “Cinco filmes estrelados por David Bowie”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s