Arquivo da tag: Destaque

Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Agosto (2021)

O respeitado ator, comediante e roteirista britânico, Stephen Fry, é um apaixonado por mitologia e decidiu transformar essa paixão em livro, revisitando deuses, titãs e heróis em Mythos: As Melhores Histórias de Heróis, Deuses e Titãs, que sai por aqui pela editora Planeta Minotauro. Praticamente simultânea ao lançamento do longa homônimo, em 11 de agosto na Netflix, ocorre a publicação de A Barraca do Beijo 3, terceiro e, ao que tudo indica, último livro da série de Beth Reekles. A Record lança A Biblioteca de Paris, livro baseado em uma história real e assinado por Janet Skeslien Charles, que celebra o poder transformador dos livros nas vidas das pessoas.

Com um título com o qual muita gente irá se identificar, Gente Ansiosa de Fredrik Backman é um best-seller do New York Times e que aporta por estas bandas pela Bicicleta Amarela, selo da editora Rocco dedicado a obras que destacam os temas saúde e bem-estar. A Darkside apresenta Crimes Vitorianos Macabros assinado pelos historiadores Kate Clarke, M.W. Oldridge, Neil R.A. Bell e Trevor Bond. Cinderela Está Morta! É o que apregoa o novo título da Galera, escrito por Kalynn Bayron, e que traz uma versão repaginada, moderna e feminista do conto de fadas, estrelado por uma protagonista negra e LGBTQ+

Confira as capas e sinopses dos principais lançamentos literários do mês de agosto. Lembrando que possíveis alterações quanto ao mês de lançamento das obras abaixo são de responsabilidade única e exclusiva das editoras nacionais e que os títulos sucedidos por um asterisco (*) são aqueles que irão integrar a nossa biblioteca particular do Bloggallerya.

Continuar lendo Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Agosto (2021)

[Versões e Regravações] Hey Jude – Beatles

Original:

Um dos maiores clássicos dos Beatles, a música Hey Judy, de autoria da dupla John Lennon e Paul McCartney, foi lançada 1968 pela gravadora Apple, tornando-se um grande sucesso e sendo o single mais vendido da banda mesmo tendo a longa duração de sete minutos. 

Em relação a música, McCartney contou que a escreveu depois de visitar o filho de Lennon, Jullian, ainda com cinco anos, como uma forma de confortar o garoto que na época estava enfrentando a situação do divórcio de seus pais. Aliás, a canção se chamaria Hey Jules, mas foi mudada para Hey Jude, pois Paul achou que soaria melhor.

A letra é uma mensagem de incentivo que diz para os ouvintes não carregarem a responsabilidade do mundo nas costas, erguerem a cabeça e seguirem em frente, sem deixar a tristeza nos abater.

Versão:

Em 1989, o cantor Kiko Zambianchi, gravou uma controversa versão em português de Hey Jude, para seu disco Era das Flores. A versão ficou a cargo de Rossine Pinto, elaborada especialmente para entrar na trilha da novela da Rede Globo, Top Model

Com o sucesso, a música alcançou o primeiro lugar em todas as paradas e o artista começou a aparecer ainda mais em programas populares de TV. O cantor chegou a admitir que não gostou muito da versão, mas que só a incluiu em seu repertório porque foi pressionado pela gravadora. Apesar de a letra ser ligeiramente diferente, a essência permanece a mesma da original.

Adryz Herven

Massacre no Bairro Japonês (1991)

Lembra que, no ano passado, eu listei os 10 melhores filmes referentes ao Japão? Eu cheguei a colocar Massacre no Bairro Japonês, mas depois decidi que ele merecia um artigo próprio. Na lista, eu o substitui por Velozes e Furiosos – Desafio em Tóquio (2006). Tudo para que Massacre no Bairro Japonês celebre aqui seus 30 anos.

Continuar lendo Massacre no Bairro Japonês (1991)

[Catálogo: Clássicos] Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

O ápice da saga Star Wars, dirigido por Richard Marquand, com roteiro de Lawrence Kasdan e George Lucas, mantém o senso de aventura e o nível de entretenimento, mas a qualidade do texto cai um pouco com relação aos seus predecessores. Ainda mais se comparado ao soberbo segundo episódio da franquia. Continuar lendo [Catálogo: Clássicos] Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

Vencedores do Eisner Awards 2021

A 33ª edição do Eisner Awards, prêmio anual entregue aos profissionais que mais se destacaram na indústria dos quadrinhos no ano que passou, foi realizada na última sexta-feira, dia 24 de julho, marcando o primeiro dia da Comic-Con@Home.

Phil LaMarr apresentou a entrega dos prêmios Eisner

Como de costume, os prêmios são entregues como parte da mais tradicional feira de cultura pop mundial, a San Diego Comic-Con. Como o evento está sendo realizado online pelo segundo ano consecutivo devido à pandemia de Covid-19, a cerimônia de entrega do Eisner Awards também ocorreu de maneira virtual, patrocinada pela comiXology e novamente apresentada pelo ator, dublador e humorista norte-americano Phil LaMarr.

Você pode conferir a entrega dos prêmios no player abaixo, pelo canal oficial da Comic-Con no youtube:

Considerado o Oscar dos quadrinhos, o Eisner Awards premia profissionais do ramo em 32 categorias distintas. O grande destaque do evento deste ano ficou com Gene Luen Yang que faturou três prêmios: Melhor Publicação para Crianças e Melhor Adaptação de Outra Mídia para Superman Smashes the Klan (publicado pela DC, com arte de Gurihiru) e Melhor Publicação para Adolescentes por Dragon Hoops (graphic novel publicada pela First Second/Macmillan). A lista de vencedores ainda inclui nomes consagrados da nona arte como Adrian Tomine, Ed Brubaker e Junji Ito.

Confira os vencedores do Eisner Awards 2021:

Continuar lendo Vencedores do Eisner Awards 2021

Dois (1986) – Legião Urbana

Data de Lançamento: Julho de 1986
Faixas: 12 faixas (13 na versão em K7)
Duração: 46:41
Estilo: Pop Rock, Pós-punk, Rock Alternativo, Folk Rock, Punk Rock
Produção: Mayrton Bahia
Gravadora: EMI

Lado A
Daniel na Cova dos Leões
Quase Sem Querer
Acrilic on Canvas
Eduardo e Mônica
Central do Brasil

Lado B
Metrópole
Plantas Embaixo do Aquário
Música Urbana 2
Andrea Dori
Fábrica
Índios

Faixa bônus – apenas no formato fita K7
Química

Continuar lendo Dois (1986) – Legião Urbana