Arquivo da tag: Cinema

[Catálogo: Especial] Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma

E tem início a lenda e o conflito…

É até amadorismo começar uma história do começo. George Lucas, ainda que não conscientemente, iniciou sua história do meio, em 1977, para somente anos mais tarde contar o começo de tudo.

Foi durante a produção do texto de O Império Contra-Ataca que Lucas teve um insight e começou a trabalhar em uma história de fundo para Star Wars, especialmente após revelar que Darth Vader (David Prowse) era, na verdade, o pai de Luke Skywalker (Mark Hamill), um outrora cavaleiro Jedi que atendia pelo nome de Anakin e, segundo uma antiga profecia, deveria trazer o equilíbrio à Força. Porém, acabou por trair a ordem dos Cavaleiros Jedi ao se associar ao senador Palpatine (Ian McDiarmid) que, lá pelas tantas, revelou ser um Lord Sith.

Lucas acreditou que todo esse contexto cabia melhor em uma nova trilogia. No episódio final da série clássica de filmes, O Retorno de Jedi, Vader alcança a redenção ao salvar seu filho Luke da morte iminente pelas mãos de Palpatine e acaba morrendo nos braços de seu herdeiro. Vader já era um vilão popular pela sua indumentária característica e sua entonação amedrontadora. Sua redenção só fez despertar alguma simpatia por ele junto ao público. Um prato cheio para que o emblemático antagonista estrelasse sua própria trilogia de filmes, contando sua origem. Continuar lendo [Catálogo: Especial] Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma

Bons Filmes em Agosto (2021)

O Esquadrão Suicida ganha uma nova chance nas telonas, dessa vez dirigido por James Gunn, responsável pela adaptação cinematográfica de Guardiões da Galáxia de 2014, bem como pela sua sequência, lançada em 2017. O longa estreia com exclusividade nas salas de cinema brasileiras. Mas, se você ainda não se arrisca a sair de casa, afinal ainda estamos em uma pandemia, resta a alternativa de curtir tanto títulos inéditos como filmes já conhecidos do grande público nas plataformas de streaming. Na Netflix, o destaque fica por conta de A Barraca do Beijo 3, dirigido por Vince Marcello, especialmente para os fãs da série de filmes adaptada das páginas do romance homônimo de Beth Reekles. Estreia marcada para dia 11.

Os fãs de Evangelion podem se esbaldar na Amazon Prime Video, isso porque a plataforma traz os quatro filmes da série Rebuild of Evangelion, baseada no anime Neon Genesis Evangelion, inclusive o novíssimo capítulo, Evangelion: 3.0+1.0 Thrice Upon a Time, lançado em março no Japão e que conta com a direção de Hideaki Anno, Kazuya Tsurumaki e Mahiro Maeda. Os longas serão disponibilizados no streaming dia 13. No Telecine Play, você pode conferir, a partir de 15 de agosto, a comédia nacional L.O.C.A. – Liga das Obsessivas Compulsivas por Amor, dirigido por Claudia Jouvin e estrelado por Mariana Ximenes. Já a Disney+ lança na sexta-feira, dia 6, o documentário sobre a ativista ambiental Greta Thunberg, com direção do sueco Nathan Grossman, intitulado Meu Nome é Greta.

Tem para todos os gostos e, logo abaixo, você confere as sinopses e datas de estreia dos principais títulos que entram em cartaz no cinema e serviços de streaming. Lembrando que possíveis alterações no calendário de lançamentos são de responsabilidade única e exclusiva das distribuidoras nacionais e das programações das plataformas indicadas aqui. E para os não assinantes, existe a opção de alugar ou comprar alguns dos títulos citados em outras plataformas de distribuição digital de vídeos como Google Play, Looke e iTunes.

Boas sessões!
Continuar lendo Bons Filmes em Agosto (2021)

Massacre no Bairro Japonês (1991)

Lembra que, no ano passado, eu listei os 10 melhores filmes referentes ao Japão? Eu cheguei a colocar Massacre no Bairro Japonês, mas depois decidi que ele merecia um artigo próprio. Na lista, eu o substitui por Velozes e Furiosos – Desafio em Tóquio (2006). Tudo para que Massacre no Bairro Japonês celebre aqui seus 30 anos.

Continuar lendo Massacre no Bairro Japonês (1991)

[Catálogo: Clássicos] Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

O ápice da saga Star Wars, dirigido por Richard Marquand, com roteiro de Lawrence Kasdan e George Lucas, mantém o senso de aventura e o nível de entretenimento, mas a qualidade do texto cai um pouco com relação aos seus predecessores. Ainda mais se comparado ao soberbo segundo episódio da franquia. Continuar lendo [Catálogo: Clássicos] Star Wars: Episódio VI – O Retorno de Jedi

[Catálogo: Clássicos] Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca

Há muito tempo, em uma galáxia muito distante, O Império Contra-Ataca foi um dos filmes que derrubou o paradigma de que sequências são inferiores aos longas originais…

Com seu universo previamente introduzido e o conflito devidamente estabelecido no primeiro filme da saga, seu criador, George Lucas, teve mais possibilidades de desenvolvimento de sua história no grande ecrã. O longa original já tinha o mérito de não cair na cilada da exposição em demasia e, diferentemente dos tempos atuais, naquela época ainda não existia o conceito abusivo de franquias e as produções cinematográficas – mesmo sendo parte de uma saga, como é o caso – se fechavam melhor em si mesmas, com textos mais redondos e sem pesar a mão no caráter episódico. Dessa forma, Lucas apostou em uma história com início, meio e fim, contando com a adição de novos personagens e investindo na expansão de sua mitologia nas telas. Mesmo assim, não dispensou o recurso do cliffhanger, garantindo ganchos suficientes para uma continuação. Continuar lendo [Catálogo: Clássicos] Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca

Viúva Negra

Previsto para estrear originalmente em abril de 2020 nas salas de cinema, Viúva Negra sofreu adiamentos devido à pandemia de Covid-19 que obrigou os multiplex e vários outros estabelecimentos a fecharem as portas temporariamente a fim de evitar aglomerações e, portanto, preservar a saúde e segurança da população. A ansiedade resultante dos constantes reagendamentos da estreia fez com que as expectativas dos fãs com relação ao longa se tornassem cada vez mais altas, já que eles mal podiam esperar para conferir a integrante original dos Vingadores ganhar o tão merecido protagonismo. Todas essas situações de adiamento e espera poderiam ser fatores prejudiciais para seu desempenho nas telas (o longa poderia não corresponder às expectativas depositadas pelos fãs), mas ainda havia outro complicador: o timing de lançamento dentro da cronologia do MCU, independente de pandemia, parecia inadequado após o desfecho trágico de Natasha Romanoff em Vingadores: Ultimato.

Entretanto, esse ainda se tratava de um aspecto contornável, bastava que os produtores e roteiristas tivessem acertado na tônica e abordagem assumidas pela produção. Viúva Negra seria um tributo à heroína abatida, com um provável sabor agridoce de encerramento do arco da vingadora; ou exploraria sua origem e legado de modo a dar continuidade com outra personagem assumindo seu posto, considerando que Natasha foi uma das várias meninas treinadas na Sala Vermelha no Programa Operação Viúva Negra? As perguntas são devidamente respondidas no filme que segue, sabiamente, pelos dois caminhos. Continuar lendo Viúva Negra