Ritchie – 60

Álbum 60 do cantor Ritchie traz diversos covers de bandas de rock dos anos 60 e apresenta uma sonoridade variada

Quando alguém ouve falar que um determinado artista regravou músicas de outros, os fãs sempre esperam que a essa versão fique à altura ou, se possível, até melhor que a original em algum aspecto. Se não for assim, dificilmente irá agradar aos fãs e escapar das comparações com a primeira versão. Quando se trata desse assunto, o cantor Ritchie mostra que não brinca em serviço e que sabe o que os fãs esperam de um bom cover. O músico já havia mostrado que mandava bem nessa área quando interpretou músicas como Fala dos Secos e Molhados, Mercy Street do Peter Gabriel e Favela Music, de seu amigo Jim Capaldi.

Há um ano, o cantor Ritchie gravou o disco 60, um jeito especial de comemorar seus 60 anos, com músicas que ele costumava ouvir muito durante infância e adolescência. Esse foi seu primeiro álbum gravado inteiramente em sua língua nativa, ou seja,o inglês.

O artista comentou em várias entrevistas que queria apenas regravar músicas de bandas menos conhecidas aqui no Brasil, nada de Beatles, Rolling Stones, The Who, The Doors e outras que muitos de nós conhecemos, porque muitas bandas brasileiras já tiveram o prazer de prestar seu tributo a estas em seus discos.

Com 60, Ritchie também mostra algo totalmente diferente do que ele fazia nos anos 80, quando estourou nas paradas com a clássica Menina Veneno que fazia parte do seu primeiro LP. Os fãs, ao escutarem, notam como há uma grande diferença de sonoridade e estilo entre os álbuns. Mas ele mesmo disse em entrevistas que não gosta de repetir o que fez em um disco anterior e adora um desafio a cada novo trabalho, inovando e evoluindo com o passar do tempo.

E quanto às músicas, o álbum vem com 15 faixas. Ele abre com Summer In The City do Lovin’ Spoon, uma rock bem sessentista, com solos de guitarra bastante variados. Também tem Green Tamborine do Lemon Pipers, uma de suas melhores interpretações. O disco encerra com a melodiosa (How Can We) Hang On To A Dream, que já foi gravada por vários artistas ingleses. Destaque para Trains, Boats and Planes e Don’t Let The Sun Catch You Crying, lançadas como os primeiros hits do álbum.

O disco faz uma verdadeira viagem no tempo, mas apesar de serem covers, Ritchie conseguiu colocar muito de sua identidade em cada uma das músicas, fazendo justiça às originais, bem do jeito que os fãs apreciam.

Fonte da imagem: http://www.ritchie.com.br/

Adryz Herven

Bons Filmes em Março (2013)

Abaixo, você confere as principais estreias do mês de março. Boas sessões!

08/03

Oz: Mágico e Poderoso

08/03

Bem-Vindo aos 40

08/03

Amigos Inseparáveis

15/03

Linha de Ação

15/03

A Busca

15/03

Killer Joe – Matador de Aluguel

15/03

Anna Karenina

22/03

Uma História de Amor e Fúria

29/03

A Hospedeira

29/03

Jack – O Caçador de Gigantes

29/03

G.I. Joe 2: Retaliação

29/03

Meu Pé de Laranja Lima

Kevin Kelissy

Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Março / 2013

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fallen Angels – Inveja
J.R Ward

Thomas DelVecchio Jr. é um detetive assombrado pelos fantasmas de seu passado. Filho de um serial killer famoso, ele luta para se libertar da terrível herança deixada pelo pai e de todo o mal que o circunda desde a infância. Mas o detetive não está convicto de que é realmente uma boa pessoa, e descobre-se envolvido em uma cruel tentativa de assassinato, da qual se torna o principal suspeito. É nesse momento que surge em seu caminho Sophia Reilly, a bela oficial do Departamento de Assuntos Internos da polícia, encarregada de supervisioná- lo e investigar o seu envolvimento no caso. Rapidamente, essa relação ultrapassa os limites profissionais e atinge um nível incontrolável de desejo e paixão. Em sua terceira missão, o anjo Jim Heron deverá ajudar DelVecchio e Reilly a encontrarem o caminho da verdade e a expurgarem todo o mal que os têm perturbado. Mas as armas de sua oponente, o demônio Devina, estão cada vez mais cruéis…

McFly Edição Especial para Fãs
McFly Addiction

“McFly – Edição especial para fãs” traz as curiosidades sobre a banda que bateu todos os recordes do mundo musical! Danny, Tom, Harry e Dougie ganharam o prêmio de banda mais jovem a ter o álbum de estreia em primeiro lugar das paradas, desbancando até mesmo os Beatles. O livro é cheio de detalhes sobre os álbuns e suas influências vindas das bandas de rock dos anos 1960 e 1970. Saiba tudo sobre as turnês e conheça um pouco mais de cada um dos integrantes da banda que inovou o gênero boy band: os rapazes tocam, cantam e compõem! Imperdível!

The Wanted Edição Especial para Fãs
Sarah Oliver

“The Wanted – Edição especial para fãs” é o livro indispensável para todos os adoradores da banda que vem conquistando milhões de fãs ao redor do mundo. A boy band mais incrível do Reino Unido é apresentada a partir de sua formação e de seu primeiro sucesso, o single “All Time Low”, que virou um hit conhecido no mundo inteiro. Desde 2009 os garotos mostraram para o mundo seu talento e, logo com o álbum de estreia, entraram nas top lists inglesas. Em 2012, o grupo estourou com o single “Glad You Came” que vendeu três milhões de cópias, alcançando a terceira colocação da Billboard Hot 100. Aqui você vai descobrir todas as curiosidades sobre Jay, Max, Nathan, Tom e Siva, desde a infância até como cada um deles lida com o sucesso. Um livro cheio de fotos, com segredos dos bastidores e também um panorama completo da carreira de cada um dos membros do grupo.

S.e.g.r.e.d.o – Sem Julgamentos. Sem Limites. Sem Vergonha
L. Marie Adeline

Na esteira dos livros eróticos que ganham cada vez mais leitores, sobretudo os do universo feminino, “S.E.G.R.E.D.O. – Sem Julgamentos. Sem Limites. Sem Vergonha” foi a obra mais disputada de temática sexual na última feira de Frankfurt, em outubro de 2012. Ao contrário de outros romances que retratam situações e pessoas quase irreais, S.E.G.R.E.D.O. traz como protagonista uma mulher como muitas que deixou sua sexualidade de lado – e que não vê a hora de retomá-la. Obra de L. Marie Adeline, pseudônimo de uma autora canadensa, produtora de TV, S.E.G.R.E.D.O. apresenta um tipo de literatura erótica que traz à tona, pouco a pouco, a força feminina. Ela se desenvolve com autonomia e segurança dentro da protagonista ao longo de suas provações. Cassie, uma viúva de 35 anos que vive sem nenhum luxo em um quarto alugado, trabalha como garçonete em Nova Orleans e tem uma vida amorosa nula, deixa para trás as incertezas que a marcaram durante seu casamento com um marido alcoólatra e egoísta para descobrir seu potencial como mulher. Cassie é chamada a participar de uma sociedade secreta essencialmente feminina, que tem por objetivo “ajudar mulheres a entrar em contato com seu lado sexual. E, assim fazendo, elas tornam a ter contato com a parte mais poderosa de si mesmas. Um passo de cada vez”, e 10 Passos no total. Dentro de S.E.G.R.E.D.O., as integrantes são convidadas a redescobrir sua feminilidade e sensualidade a partir das fantasias que elas mesmas escolhem (mesmo sem saber ao certo como ou quando elas se realizarão). Os homens, neste contexto, apenas ajudam a organização a realizar os desejos mais íntimos das participantes em cada um de seus 10 Passos. Ao longo dessas etapas, elas ganham a confiança para buscar novos amores: o seu amor próprio e o de uma nova paixão. Para identificá-la como membro da organização, Cassie ganha um bracelete no qual vai adicionando talismãs, que recebe a cada etapa completada. Os 10 Passos começam pela Rendição e testam sua Coragem, Fé, Generosidade, Destemor, Confiança, Curiosidade, Bravura, Exuberância e, por fim, dão a Cassie uma Escolha: a chance de continuar como parte de S.E.G.R.E.D.O. ou optar por uma vida fora da sociedade. E você, aceitaria o convite?

Dezoito Luas – Col. Beautiful Creatures – Vol. 2
Kami Garcia, Margareth Sthol

Nesse novo romance, Ridley perdeu seus poderes, Link é um Incubus e as habilidades da família de Lena não andam muito acuradas. Nuvens de gafanhotos devoram todo o verde de Gatlin. Um calor sufocante deixa a grama marrom e os humores negros. Raios riscam o céu e tempestades assustam os animais. O equilíbrio está quebrado. Aparentemente, ao se Invocar Lena pode ter sido dado o pontapé inicial no Apocalipse.

Garota Exemplar
Gillian Flynn

Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, “Garota Exemplar” alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

Lilian Alipio

Oscar 2013 – Vencedores

Argo, de Ben Affleck, se consagrou como o grande vencedor da noite

Na 85ª edição do Oscar, Argo triunfou. Apresentado pelo controverso Seth Macfarlane, a cerimônia, realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, Califórnia, trouxe algumas surpresas e obviedades. O filme de Ben Affleck foi o grande vencedor da noite, levando o Oscar de Melhor Filme. Abaixo, você confere a lista de vencedores:

Melhor filme: Argo
Melhor ator: Daniel Day-Lewis – Lincoln
Melhor atriz: Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida
Melhor ator coadjuvante: Christoph Waltz – Django Livre
Melhor atriz coadjuvante: Anne Hathaway – Os Miseráveis
Melhor diretor: Ang Lee – As Aventuras de Pi
Melhor roteiro original: Quentin Tarantino – Django Livre
Melhor roteiro adaptado: Chris Terrio – Argo
Melhor filme em lingua estrangeira: Amor (Áustria)
Melhor longa animado: Valente
Melhor trilha sonora original: Mychael Danna – As Aventuras de Pi
Melhor canção original: “Skyfall”- 007 – Operação Skyfall
Melhores efeitos visuais: As Aventuras de Pi
Melhor maquiagem: Os Miseráveis
Melhor fotografia: As Aventuras de Pi
Melhor figurino: Anna Karenina
Melhor direção de arte: Lincoln
Melhor documentário: Searching for Sugar Man
Melhor documentário em curta-metragem: Inocente
Melhor montagem: Argo
Melhor curta: Curfew
Melhor curta animado: Paperman
Melhor edição de som: 007 – Operação Skyfall / A Hora Mais Escura
Melhor mixagem de som: Os Miseráveis

Andrizy Bento

Previsões Oscar 2013 – Vencedores

US-ENTERTAINMENT-OSCAR-NOMINATIONS

Hoje finalmente saberemos quem serão os agraciados com as tão cobiçadas e celebradas estatuetas do Oscar. Por enquanto, aí vão as previsões do Bloggallerya nas principais categorias:

Melhor Filme: Argo
Possibilidade: Lincoln
Considerações: O único obstáculo entre Argo e o Oscar de Melhor Filme é fato de Ben Affleck não ter sido indicado como Diretor.

Melhor Diretor: Steven Spielberg (Lincoln)
Possibilidade: Ang Lee (As Aventuras de Pi)
Considerações: Categoria difícil de se palpitar este ano. Algo raro de se acontecer, inclusive. Mas a não-indicação de Affleck torna complicado apostar desta vez.  Eu acho que Ang Lee merece mais. Mas vamos ver logo mais à noite.

Melhor Ator: Daniel Day-Lewis (Lincoln)
Possibilidade: Joaquin Phoenix (O Mestre)
Considerações: Hoje, muito provavelmente, Day-Lewis entrará para a história da premiação graças a uma terceira vitória nesta categoria. Não acho que Bradley Cooper e Hugh Jackman tenham alguma chance.

Melhor Atriz: Jennifer Lawrence (O Lado Bom da Vida)
Possibilidade: Emmanuelle Riva (Amor)
Considerações: Essa categoria promete. Realmente não posso dizer que estou totalmente segura da minha aposta. Emmanuelle faz aniversário hoje… E é atriz mais velha a ser indicada ao Oscar… Ela venceu o Bafta. Jennifer venceu o SAG… Há uma vontade genuína da Academia de premiar o jovem, o moderno… Mas Academia também adora um tributo… Veremos.

Melhor Ator Coadjuvante: Robert De Niro (O Lado Bom da Vida)
Possibilidade: Tommy Lee Jones (Lincoln), Christoph Waltz (Django Livre)
Considerações: Complicadíssimo. Temos aqui uma categoria de vencedores. Todos eles já tem um Oscar no currículo. Eu fico, na verdade, mais entre De Niro e Jones… É provável que eu mude a minha aposta no decorrer do dia.

Melhor Atriz Coadjuvante: Anne Hathaway (Os Miseráveis)
Possibilidade:
Considerações: O prêmio já é da Anne há muito tempo. Duvido que Sally Field represente alguma ameaça.

Roteiro Original: Django Livre
Possibilidade: Amor ou A Hora Mais Escura
Considerações: Amor não é um filme falado em língua inglesa. Já tem a sua estatueta de Filme Estrangeiro praticamente garantida. Isso depõe contra o belo filme de Haneke nesta categoria. A Academia também pode querer se redimir diante das injustiças cometidas com A Hora Mais Escura. Mas, por enquanto, aposto em Django. Tarantino vem colecionando indicações a Roteiro Original. Já foi nomeado por Pulp Fiction e Bastardos Inglórios.

Roteiro Adaptado: Argo
Possibilidade: Lincoln
Considerações: Embate entre Argo e Lincoln novamente. Mas creio que Argo leva.

Melhor Animação: Detona Ralph
Possibilidade:
Considerações: Parece certo o Oscar para Detona Ralph. Não consigo ver outro vencendo nesta categoria

Melhor Filme Estrangeiro: Amor (Áustria)
Possibilidade: No (Chile)
Considerações: Na verdade, as chances de qualquer outro indicado tirar o Oscar de Amor, parecem impossíveis. Colocar No em possibilidade foi mais um tributo meu ao filme.

Por enquanto, é isso! Hoje conheceremos os vencedores e eles serão postados aqui logo após o término da cerimônia de entrega dos prêmios.

Até lá!

Andrizy Bento

Vencedores do Independent Spirit Awards 2013

O Lado Bom da Vida – O grande vencedor do Independent Spirit Awards 2013

No sábado, dia 23, em Los Angeles, foi realizada a cerimônia de entrega do Independent Spirit Awards 2013, que premia anualmente os melhores filmes independentes. O Lado Bom da Vida, de David O. Russell, se consagrou como o grande vencedor da noite, levando quatro dos cinco prêmios aos quais foi indicado. Confira abaixo a lista dos vencedores:

Melhor Filme: O Lado Bom da Vida
Melhor Ator John Hawkes (As Sessões)
Melhor Atriz Jennifer Lawrence  (O Lado Bom da Vida)
Melhor Diretor David O. Russell (O Lado Bom da Vida)
Melhor Documentário The Invisible War
Melhor Roteiro David O. Russell (O Lado Bom da Vida)
Melhor Ator Coadjuvante Matthew McConaughey (Magic Mike)
Melhor Atriz Coadjuvante Helen Hunt (As Sessões)
Melhor Primeiro Filme As Vantagens de Ser Invisível
Melhor Primeiro Roteiro Derek Connolly (Sem Segurança Nenhuma)
Melhor Documentário The Invisible War
Melhor Filme Estrangeiro Amor (Áustria)
Melhor Fotografia Ben Richardson por (Indomável Sonhadora)
Prémio Produtores Piaget Mynette Louie (Stones in the Sun)
Prémio Truer Than Fiction The Waiting Room (Peter Nicks)
Prémio Someone To Watch Adam Leon (Gimme The Loot)
Prémio John Cassavetes Middle of Nowhere
Andrizy Bento

Uma poltrona macia, um balde de pipoca, alguns discos de vinil, umas revistas da Marvel e um encontro com Tarantino… De tudo um pouco ou nada disso