Arquivo da categoria: Resenhas

Operação Overlord

O cinema de horror é um gênero que se reinventa constantemente, para a felicidade dos amantes do gênero. Tem sua origem vinculada ao visionário George Méliès, um dos pioneiros do cinema e considerado o inventor dos efeitos especiais, com o curta O Castelo do Demônio (1896). Chegou às décadas de 1930 e 1940 relegado à categoria de filme B. Durante a crise econômica provocada pela queda da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929, os cinemas, que vinham perdendo público, arranjaram um novo meio de faturar, exibindo dois filmes pelo preço de um. Desse modo, os grandes estúdios ofereciam um filme classe A – produções de elevado destaque, com elencos estrelares – e um filme B – uma fita estrelada por nomes pouco conhecidos e com um orçamento mais modesto. Muitos dos quais, se tornaram verdadeiros cults. Dessa safra, merecem menção os Monstros da Universal, como o Drácula estrelado por Bela Lugosi e Frankenstein com Boris Karloff, ambos de 1931.

Continuar lendo Operação Overlord

Quem Matou o Caixeta?

Foi você?

Lançada pela AVEC Editora – que, dentre outros títulos, nos trouxe Alena já resenhado por aqui – esta HQ de estréia de Rainer Petter trata de temas pertinentes à atualidade, como a cultura youtuber, a ausência de senso crítico e discernimento na geração dos digital influencers, o discurso de ódio disfarçado de opinião e a inquisição tecnológica. Na internet, não existem meios-termos, tudo é analisado sob o ponto de vista do ódio ou do fanatismo, sob a égide de defensores apaixonados e como alvo de haters viscerais. Tudo é levado ao extremo; julga-se, condena-se e executa-se. Continuar lendo Quem Matou o Caixeta?

Venom

Imagem relacionada

No longínquo ano de 2007, os constantes conflitos entre o cineasta Sam Raimi e o estúdio Sony Pictures resultaram no fraco Homem-Aranha 3. Uma sequência abaixo da média, especialmente se comparado a Homem-Aranha 2, um dos melhores filmes do teioso e, durante muito tempo – especialmente em uma era pré-MCU – considerada uma das melhores produções baseadas em quadrinhos de todos os tempos. Continuar lendo Venom

Black Mirror – 1ª Temporada

Concluí há poucos dias a primeira temporada de Black Mirror, antologia britânica de ficção científica criada por Charlie Brooker e transmitida inicialmente pelo Channel 4, no Reino Unido, e, posteriormente, pelo popular serviço de streaming Netflix. A série versa a respeito do lado obscuro das novas tecnologias que dominam a vida de uma imensa parcela da população global que se mantém conectada quase 24 horas por dia. Continuar lendo Black Mirror – 1ª Temporada

The Marvelous Mrs. Maisel – 1ª Temporada

Devo confessar que a cena que abre The Marvelous Mrs. Maisel não me inspirou confiança. Eu já tinha conhecimento de que a produção original da Amazon Prime Video era a queridinha do momento, sagrando-se como uma das grandes vencedoras do Emmy Awards 2018, afinal, a lista de premiados já havia sido publicada por aqui. No entanto, como premiações nem sempre funcionam como termômetro de garantia, não fui com muita sede ao pote. Continuar lendo The Marvelous Mrs. Maisel – 1ª Temporada

Go Back (1988) – Titãs

Data de lançamento: Outubro de 1988
Duração: 50:41
Faixas: 13 faixas
Estilo: BRock
Produção: Liminha
Gravadora: Warner Music

Lado A
Jesus Não Tem Dentes no País dos Banguelas
Nome Aos Bois
Bichos Escrotos
Pavimentação
Diversão
Marvin
AA UU

Lado B:
Go Back
Polícia
Cabeça Dinossauro
Massacre
Não Vou Me Adaptar
Lugar Nenhum

Produção: Liminha
Gravadora: Warner Music
Capa: (da esquerda para a direita em sentido horário) Nando Reis, Sérgio Britto, Tony Bellotto e Paulo Miklos

Continuar lendo Go Back (1988) – Titãs