Arquivo da categoria: Quadrinhos

Retrofilia: Superaventuras Marvel #37

Superaventuras-Marvel-37

E se a Fênix não tivesse morrido?

Essa pergunta era a chamada de capa da HQ Superaventuras Marvel, edição #37, publicada em julho de 1985 no Brasil.

Aproveitando que, neste mês, o longa que encerra a jornada dos X-Men na 20th Century Fox, centrado em umas das mais emblemáticas passagens dos heróis mutantes nos quadrinhos – o famoso arco A Saga da Fênix Negra – estreou nos cinemas de todo o país, o assunto da vez é uma aventura publicada na edição #27 de What If, lançada em julho de 1981. A HQ trazia histórias situadas em universos alternativos da Marvel, sendo apresentadas ao Brasil por meio da publicação intitulada Superaventuras Marvel. Velha conhecida do público que consumia quadrinhos pelos idos da década de 1980, a SM era um verdadeiro compilado de pérolas. Assim, quem curtia os heróis de Stan Lee, tinha de se contentar com o título que vinha com histórias clássicas mutiladas e que também foi a responsável por introduzir ao público heróis que não contavam com HQ própria em nosso país. Continuar lendo Retrofilia: Superaventuras Marvel #37

X-Men: Fênix Negra – A Saga dos Mutantes na Fox

“McAvoy ou Stewart? Essas linhas temporais são tão confusas” (Deadpool, 2016)

Desordem cronológica

Em uma das tiradas mais certeiras do primeiro filme do Deadpool, o carismático anti-herói alude à bagunçada cronologia da saga mutante nos cinemas. De maneira bem-humorada, é como se o próprio estúdio sintetizasse em uma linha de diálogo e admitisse seu maior problema com relação aos filmes dos X-Men, mas o tratasse como mero inconveniente ou impasse, não se preocupando em fazer nada de efetivo para consertar a falha. Justamente a linha cronológica da franquia é o que mais afeta seus longas, pois a Fox nunca olhou com mais cuidado e atenção para esse item de suma importância. O ápice dessa patacoada do estúdio é X-Men: Fênix Negra que estreou no último dia 6 de junho no Brasil. Essa é a deficiência mais visível do capítulo que encerra a saga de vinte anos e dez filmes da série X-Men na 20th Century Fox. Mas, infelizmente, está longe de ser a única. Continuar lendo X-Men: Fênix Negra – A Saga dos Mutantes na Fox

Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Junho (2019)

Em junho, a editora Pipoca e Nanquim traz um título imperdível para os admiradores da obra do mestre do horror H.P. Lovecraft: Os Mitos de Cthulhu reúne três contos do consagrado escritor, transformados em histórias em quadrinhos pelas mãos do artista espanhol, Esteban Maroto. A Coleção DC Graphic Novels – Sagas Definitivas da Eaglemoss apresenta a primeira e a segunda parte de Superman: Mundos em Guerra, com a qualidade editorial e gráfica já conhecida da editora. Pela JBC saem os volumes 6, 7, 8 e 9 de Erased de Kei Sambe. A Mythos lança uma nova aventura do célebre Detetive do Pesadelo – Dylan Dog Nova Série 5: O Coração Dos Homens. Warren Ellis se inspirou nos clássicos de George Romero para compor Gás Negro, uma HQ de zumbis perfeita para os fãs do gênero, imperdível para quem curte o estilo dos dois criadores e que é outra novidade da Mythos. Intitulado Fora do Tempo, o quarto volume de Lumberjanes é um dos lançamentos deste mês da Devir Livraria. Ainda pela Devir, sai o volume 8 de Saga, a space opera com toques de fantasia do genial Brian K. Vaughan. E, Batmaníacos, uni-vos! Em Bill Finger – A História Secreta Do Cavaleiro Das Trevas – Edição de Colecionador, lançamento da Skript Editora, temos acesso à vida e obra de Bill Finger, quadrinista que veio a ser creditado como o verdadeiro criador de Batman (ao lado de Bob Kane) somente após a sua morte. Sem dúvidas, um documentário em quadrinhos que vale a pena ter na estante. Confira, abaixo, as sinopses dos principais lançamentos de junho do universo da nona arte:

Continuar lendo Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Junho (2019)

The Marvel Super Heroes

A primeira adaptação para a TV dos famosos heróis do universo Marvel, o desenho animado The Marvel Super Heroes, baseado nos quadrinhos de Stan Lee, Jack Kirby e Steve Ditko, estreou na TV norte-americana em 1º de setembro de 1966, com 65 episódios de 30 minutos de duração. E se encerrou em 1º de dezembro do mesmo ano. A série foi produzida pela companhia Grantray-Lawrence Animation e a direção ficou a cargo de Grant Simmons, Ray Patterson e Robert Lawrence. Continuar lendo The Marvel Super Heroes

Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Maio (2019)

Para aqueles que ainda estão no clima de Vingadores: Ultimato, a Panini traz um título que deve agradar especialmente aos fãs do vilão Thanos, o Titã Louco – trata-se do volume 1 de A Saga de Thanos, assinada pelo seu criador, Jim Starlin. Outro lançamento da editora que promete deixar os marvetes animados é a republicação do primeiro grande crossover da Marvel, Guerras Secretas de Jim Shooter, em uma edição especial que reúne todas as histórias que integram o arco em um só volume. Para os fãs dos clássicos da Marvel, as novidades não terminam por aí, pois a Panini ainda apresenta Demolidor – A Queda De Murdock, seminal história da década de 1980, assinada pelo gênio dos quadrinhos, Frank Miller, e republicada pela primeira vez em uma edição encadernada repleta de extras inéditos e imperdíveis. Outros destaques da editora são os volumes 7 e 8 da aclamada e fenomenal Preacher de Garth Ennis.

A JBC lança quatro volumes do badalado My Hero Academia – Boku No Hero de Kohei Horikoshi (17 ao 20). A editora Pipoca e Nanquim vem com alguns dos lançamentos mais interessantes deste mês de maio. É o caso do tão improvável quanto instigante e controverso Mangá-Documentário: Virgem Depois dos 30 de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi, em uma edição de luxo, que acompanha bem de perto a vida de oito japoneses de mais de trinta anos de idade que nunca tiveram relações sexuais e sofrem com a exclusão da sociedade e com seus próprios sentimentos conflitantes. Outro álbum imperdível lançado pela editora é o vencedor de oito prêmios Eisner, Beasts of Burden: Cães Sábios e Homens Nefastos de autoria de Evan Dorkin e ilustrado por Benjamin Dewey. A Mythos traz o volume 8 de Martin Mystère: Fúria Homicida de Paolo Morales e Fabio Grimaldi; enquanto O Matrimônio de Céu & Inferno, escrita por William Blake, Enéias Tavares e com desenhos de Fred Rubim, sai pela AVEC Editora que, cada vez mais, vem caprichando em seus lançamentos. Confira abaixo capas e sinopses dos principais destaques em quadrinhos de maio:

Continuar lendo Nas Prateleiras: Lançamentos de HQs – Maio (2019)

Vingadores: Ultimato

O fim de uma era… (este texto contém spoilers)

“Avengers Assemble!” – Steve Rogers

Após o estalar de dedos de Thanos (Josh Brolin) que dizimou metade da vida no universo e conferiu um final trágico e melancólico para Vingadores: Guerra Infinita (2018), muito se especulou acerca de como a catástrofe seria abordada em Vingadores: Ultimato e, o mais importante, se seria possível revertê-la. O filme vinha cercado de inúmeras expectativas desde antes mesmo de possuir um trailer. E o burburinho aumentava conforme o material promocional era divulgado. Comum quando se trata de qualquer fenômeno pop.

Portanto, é interessante notar como todas as teorias que circularam pela internet e foram temas de vídeos intermináveis no youtube e posts eloquentes no reddit e outras mídias sociais, não chegaram nem próximas de se concretizar. O fato de o filme da Capitã Marvel (2019) ser situado na década de 1990, por exemplo, dando a ideia de que seria ela a alterar o passado de modo a consertar o futuro, foi uma das primeiras conjecturas derrubadas assim que o filme solo da heroína entrou em cartaz. Presença de Adam Warlock, figura emblemática dos quadrinhos? Existência de universos paralelos que separavam o grupo de sobreviventes dos dizimados? Nem pensar. Ainda que viagem no tempo e o Reino Quântico introduzido em Homem-Formiga (2015) sejam realmente de vital importância para a história – bem como os fãs haviam teorizado – a maneira como estes elementos são empregados, nós nem havíamos chegado a cogitar.

Continuar lendo Vingadores: Ultimato