[Streaming] CODA – No Ritmo do Coração

Eu vou me sacrificar por você
Dedicar minha vida a você
Eu irei aonde você me levar
Sempre lá em tempo de necessidade

Dizem os versos da canção mais executada durante o filme. E traduz com perfeição os sentimentos e a jornada da protagonista Ruby. 

Ruby Rossi (Emilia Jones), uma garota de 17 anos apaixonada por música, é a única que pode ouvir em uma família de pescadores surdos. Na escola, sofre bullying de seus colegas, tanto por conta da surdez de seus familiares quanto pelo ramo de atuação deles. 

Sem perspectivas de um futuro diferente e aparentemente conformada com a ideia de ser a intérprete de seus pais e irmão para o resto da vida, sua vida toma um novo rumo quando ela se inscreve para o coral da escola e conhece o professor de música Bernardo Villalobos (Eugenio Derbez) que a desafia a sempre dar o melhor de si mesma. Além disso, ela nutre interesse pelo seu parceiro de duetos, Miles (Ferdia Walsh-Peelo). Embora atraída, não se sente exatamente segura em iniciar uma relação com ele. No decorrer do longa, uma vez que sua família começa a passar por dificuldades em seu negócio, Ruby se vê dividida entre a paixão e o que ela acredita ser o seu dever para com seus familiares.

CODA – da Apple TV, mas que curiosamente chegou ao Brasil primeiro pela Amazon Prime Video – trata-se de uma refilmagem americana do francês La Famille Bélier de 2014, dirigido por Éric Lartigau. O filme não tem nada de extraordinário, mas é feito na medida para aquecer o coração. Uma sessão da tarde agradável sobre inclusão, cumplicidade, sonhos, responsabilidade, abnegação, superação e oportunidades. Pode parecer piegas quando colocado desta forma, mas a produção que, no Brasil, ganhou o título manjado de No Ritmo do Coração é bem simpática e envolvente, sem apelar para sentimentalismos baratos.

Em um dos momentos mais bonitos do longa, o som é suprimido e podemos ter uma ideia de como é para os pais de Ruby assistir à apresentação do coral que a filha integra. O pai da protagonista, Frank Rossi (Troy Kotsur, em performance sensível e notável), não pode ouvir, mas pode espiar as reações do público. E é nesse momento que ele compreende o poder do alcance da voz de Ruby, como ela é capaz de impactar e emocionar e que seu talento não deve ser desperdiçado. É também quando ele entende o que a música significa para sua filha.

O mais interessante é que, tanto o pai e a mãe de Ruby, Jackie (Marlee Matlin) como o irmão da protagonista, Leo (Daniel Durant) são interpretados por atores surdos. Um grande exemplo de representatividade na tela.

O filme se encontra disponível na Amazon Prime Video desde 23 de setembro do ano passado. Também pode ser conferido no Google Play e em sua plataforma original, a Apple TV. Em algumas praças, o longa se encontra em cartaz nos cinemas.

CODA disputa a estatueta principal de Melhor Filme no Oscar deste ano e ainda concorre em outras duas categorias: de Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante para Kotsur. A produção foi aclamada na edição de 2021 do Festival Sundance de Cinema, onde estreou em 28 de janeiro do ano passado como um dos filmes de abertura e foi agraciado com o Grande Prêmio do Júri. De lá pra cá, faturou várias outras láureas, como o BAFTA e o SAG. Neste último, foi eleito o vencedor da principal honraria da noite, de Melhor Elenco.

Vale a sessão.

Andrizy Bento

Uma consideração sobre “[Streaming] CODA – No Ritmo do Coração”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s