Diesel and Dust (1987) – Midnight Oil

Data de Lançamento: 2 de agosto de 1987
Faixas: 10 faixas (11 na versão em CD)
Duração: 46:37
Estilo: Rock Alternativo
Produção: Warne Livesey e Midnight Oil
Gravadora: Sprint Music/Columbia Records

Lado A:
Beds Are Burning
Put Down That Weapon
Dreamworld
Arctic World
Warakurna

Lado B:
The Dead Heart
Whoah
Bullroarer
Sell My Soul
Sometimes

Faixa incluída apenas em CD:
Gunbarrel Highway

No ano de 1987, os australianos do Midnight Oil lançaram seu sexto álbum de estúdio intitulado Diesel and Dust, trabalho que fez a banda ser reconhecida internacionalmente e que se tornou um clássico. Absoluto sucesso de público e crítica.

O período de gravações do álbum teve duração de aproximadamente quatro meses – de janeiro a abril de 1987 – sendo produzido pela banda em parceria com Warne Livesey, e lançado em agosto daquele ano. Bones Hillman assumiu o posto de baixista nesse álbum, já que o anterior, Peter Gifford, havia deixado o Midnight Oil antes de a banda entrar em estúdio.

Diesel and Dust trazia letras que abordavam questões ambientais e diversas críticas às injustiças que a Austrália branca cometia contra os direitos dos povos Aborígenes. Aliás, os integrantes da banda passaram vários meses, em meados de 1986, durante a turnê Blackfella/Whitefella realizada na Austrália, com os grupos musicais indígenas australianos, Warumpi Band e Gondwanaland, tocando para as remotas comunidades aborígenes, onde puderam conferir em primeira mão a gravidade das questões de saúde e as condições precárias em que viviam esses povos. Tanto que, quando a banda realizou uma turnê mundial do disco Diesel and Dust, solicitaram que os Royalties fossem destinados a ajudar essas comunidades. 

A música The Dead Heart apresenta o ponto de vista indígena sobre a colonização e traz até mesmo o uso de bullroarer (ou rombo; antigo instrumento de ritual sagrado). A clássica faixa Beds Are Burning, considerada por muitos fãs o hino da banda, levanta outra questão séria e de importância ímpar: o fato de os aborígenes serem retirados à força das próprias terras em que nasceram na Austrália. Ela se tornou um sucesso mundial que impulsionou o álbum, levando a banda para o estrelato. A música ficou na 17ª posição da parada norte-americana Billboard Hot 100 e figurou em outros charts ao redor do mundo, sempre bem colocada – alcançou o 1º lugar na Nova Zelândia, África do Sul e Canadá; 3º na Holanda; 5º na França; e 6º no Reino Unido, Austrália e Irlanda. 

Além de contar com as já citadas Beds Are Burning e The Dead Heart, o álbum inclui outros êxitos do Midnight como Put Down That Weapon e Dreamworld. O disco deveria conter, originalmente, onze faixas, mas como Gunbarrel Highway tinha um verso polêmico considerado ofensivo, acabou de fora da versão americana do álbum. 

Até hoje, Diesel and Dust é considerado um dos melhores álbuns australianos de todos os tempos, sendo o primeiro lugar da lista 100 Best Australians Albums. Ainda figurou em outras relações como a Billboard 200 dos Estados Unidos, onde aparece na posição de nº 21; e na 19ª colocação dos álbuns mais vendidos do Reino Unido. Na época, saiu em formato LP e K7 e foi relançado em CD algumas vezes, aí sim incluindo a citada faixa censurada Gunbarrel Highway.

Adryz Herven

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s