Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Agosto (2021)

O respeitado ator, comediante e roteirista britânico, Stephen Fry, é um apaixonado por mitologia e decidiu transformar essa paixão em livro, revisitando deuses, titãs e heróis em Mythos: As Melhores Histórias de Heróis, Deuses e Titãs, que sai por aqui pela editora Planeta Minotauro. Praticamente simultânea ao lançamento do longa homônimo, em 11 de agosto na Netflix, ocorre a publicação de A Barraca do Beijo 3, terceiro e, ao que tudo indica, último livro da série de Beth Reekles. A Record lança A Biblioteca de Paris, livro baseado em uma história real e assinado por Janet Skeslien Charles, que celebra o poder transformador dos livros nas vidas das pessoas.

Com um título com o qual muita gente irá se identificar, Gente Ansiosa de Fredrik Backman é um best-seller do New York Times e que aporta por estas bandas pela Bicicleta Amarela, selo da editora Rocco dedicado a obras que destacam os temas saúde e bem-estar. A Darkside apresenta Crimes Vitorianos Macabros assinado pelos historiadores Kate Clarke, M.W. Oldridge, Neil R.A. Bell e Trevor Bond. Cinderela Está Morta! É o que apregoa o novo título da Galera, escrito por Kalynn Bayron, e que traz uma versão repaginada, moderna e feminista do conto de fadas, estrelado por uma protagonista negra e LGBTQ+

Confira as capas e sinopses dos principais lançamentos literários do mês de agosto. Lembrando que possíveis alterações quanto ao mês de lançamento das obras abaixo são de responsabilidade única e exclusiva das editoras nacionais e que os títulos sucedidos por um asterisco (*) são aqueles que irão integrar a nossa biblioteca particular do Bloggallerya.

A Canção de Aquiles: A Aclamada Releitura da Ilíada
Madeline Miller
Minotauro

Quando a glória de um semideus encontra o amor de um príncipe. Sucesso internacional, com mais de um milhão de cópias vendidas, em nova edição! Mais de 30 semanas consecutivas na lista de mais vendidos do The New York Times. Grécia Antiga, o lar de deuses e reis. Pátroclo, um jovem e tímido príncipe, acaba exilado no reino de Fítia, após um acontecimento trágico. Em seu novo lar, longe de tudo o que conhecia, ele encontra Aquiles – filho do rei e da deusa Tétis. Aquiles é tudo o que Pátroclo não é: extraordinário em todos os sentidos, belo e com um futuro brilhante já delimitado por uma profecia. Mesmo com essas diferenças, eles desenvolvem uma conexão profunda e se tornam inseparáveis. Durante anos, passam a vida assim, lado a lado, crescendo juntos. E, quando se tornam jovens adultos, esse relacionamento muda para algo ainda mais intenso. A vida idílica que levam é interrompida quando surge a notícia de que Helena de Esparta foi raptada e que os homens gregos devem partir imediatamente para Troia a fim de libertá-la. Aquiles vê nessa guerra a oportunidade perfeita para enfim cumprir seu destino heroico e decide deixar para trás a corte e seguir para a batalha. Pátroclo, movido pelo amor que sente por Aquiles, o acompanha. No entanto, mal sabem eles que, além de glória e amor, o destino também tem reservado uma grande dose de sacrifícios. Baseada na Ilíada de Homero, A Canção de Aquiles já encantou centenas de milhares de leitores ao redor do mundo. É uma história sobre o poder do amor e a força do destino, mas também das grandes batalhas entre deuses e reis, de paz e glória, de fama eterna e dos segredos do coração humano.

Mythos: As Melhores Histórias de Heróis, Deuses e Titãs
Stephen Fry
Planeta Minotauro

Ninguém é capaz de amar e brigar, desejar e iludir com tanta ousadia e brilho quanto os deuses e as deusas da mitologia grega. Rabiscando suas histórias maravilhosas pelos céus, eles no fundo são como nós… Só muito mais intensos e poderosos. Stephen Fry, um dos mais aclamados atores e comediantes do Reino Unido, é um apaixonado pela mitologia. Desde criança, vem se encantando com os mitos gregos, tragédias e aventuras que servem de espelho aos cantos mais ocultos da alma e da psique humanas. Em Mythos, ele reapresenta titãs, deuses e heróis aos leitores do século XXI, indo da criação do universo às grandes guerras dos homens, passando pelo surgimento da humanidade e por diversas histórias de amor, desejo, traição e vingança. Entre muitos outros episódios, nestas páginas estão: • o nascimento de Afrodite (depois de um péssimo dia na vida do titã Urano); • a incrível jornada de Perséfone aos reinos sombrios de Hades; • o crime hediondo e o terrível castigo eterno de Prometeu; • as consequências da curiosidade de Pandora, incapaz de manter fechado seu jarro repleto de tormentos. Os deuses gregos representam o que há de bom e mau em todos nós. Pelas mãos de Stephen Fry, neste livro inteligente e, acima de tudo, divertido, eles nos revelarão quem somos de verdade.

Os Caminhos da Vida – Tragédia Burguesa, Vol. II
Octavio de Faria
Sétimo Selo

Podiam ter vida diferente da que já tinham? Quem, desde aquela idade, se habituava àquelas concessões, quem passava a olhar como naturais, como “humanas”, todas aquelas pequenas misérias, aquelas renúncias humilhantes, aquele espírito de canalhismo, de devassidão, jamais poderia valer alguma coisa? Em uma sociedade ensombrada pela mentira e hipocrisia, onde a esperteza para com o próximo e a satisfação dos prazeres carnais são a lei básica da existência, cada indivíduo é confrontado nos momentos decisivos da vida a tomar uma decisão interior, uma decisão que influirá sobre o resto do seu destino. É com esse ambiente que Branco e Pedro Borges, dois jovens estudantes de um colégio carioca, se deparam no limiar da juventude, quando a vida ainda corre mansamente, como se nada mais existisse senão aquela espera carregada de promessas, aquela ilusão sem maior importância, para adentrarem o mundo adulto, onde hão de trilhar o próprio caminho. Alguns se recusam a pactuar com as misérias humanas, rebelando-se contra o mecanismo cego que domina o mundo; outros aceitam, tácita e levianamente, as regras do mundo, sofrendo a terrível loucura da carne.

Pessach
Carlos Heitor Cony
Nova Fronteira

Um escritor que, no dia do seu aniversário, de repente se descobre dentro de um conflito. O cenário é o Brasil de 1966, dois anos depois do golpe militar e quase véspera do AI-5. Sim, Carlos Heitor Cony estava atento à direção dos ventos, à nova situação climática que enfrentaria, como poucos, na linha de frente ― tanto como cronista engajado quanto como romancista, sobretudo quando escreveu este Pessach: A Travessia, um de seus livros mais famosos.

Discurso Sobre a Metástase
André Sant’Anna
Todavia

Eis uma forma para descrever os textos reunidos neste volume: a metástase que está no título tem seu próprio idioma, e esse idioma pode ser voltado contra ela mesma. A literatura de André Sant’Anna nos convence de que somente a catarse gerada por uma comédia absurda com uma linguagem grotesca será capaz de expressar a realidade brasileira. Neste livro, ele não apenas dobra a aposta, como também expande o alcance da sua escrita performática.

Casa de Alvenaria – Volume 1: Osasco
Carolina Maria de Jesus
Companhia das Letras

O primeiro lançamento dos diários de Carolina Maria de Jesus registra os meses em que a escritora morou em Osasco (SP), em 1960. Edição ampliada e integral, com conteúdo inédito e introdução de Conceição Evaristo e Vera Eunice de Jesus. Com edição integral, ampliada com conteúdo inédito e refeita a partir dos manuscritos originais da autora, este primeiro volume de Casa de Alvenaria abarca os meses em que Carolina Maria de Jesus morou em Osasco (SP), em 1960, após deixar a favela do Canindé. Através deste testemunho precioso que borra as fronteiras dos gêneros literários, acompanhamos a recepção de Quarto de Despejo, as viagens de divulgação, o contato frequente com a imprensa e os políticos, o desenvolvimento de seu projeto literário e seu desejo de ser reconhecida como escritora. Dessa narrativa do cotidiano, entremeadas às contradições de seu tempo, emergem reflexões que permanecem mais atuais do que nunca. Eis aqui Carolina por completo, uma escritora brilhante e sem-par em nossa literatura, que desafiou todas as barreiras impostas por uma sociedade racista e desigual. Os volumes de Casa de Alvenaria podem ser lidos de forma independente.

Casa de Alvenaria – Volume 2: Santana
Carolina Maria de Jesus
Companhia das Letras

 Em dezembro de 1960, depois de deixar a favela do Canindé e morar brevemente em Osasco, Carolina Maria de Jesus comprou sua tão sonhada casa de alvenaria, em Santana, onde viveu antes de se mudar para um sítio em Parelheiros. Este segundo volume de Casa de Alvenaria inclui diários que se estendem até dezembro de 1963, com conteúdo inédito ou fora de circulação há décadas. Através desses registros, acompanhamos a nova vida de Carolina, a movimentação em sua casa, as viagens e, sobretudo, a dificuldade de transpor as barreiras do racismo e da estigmatização para ser reconhecida como escritora. Feita a partir dos manuscritos originais de Carolina, esta nova edição é uma oportunidade de conhecer uma das maiores escritoras brasileiras na íntegra e por ela própria ― seus sonhos, suas vontades, seu projeto literário e suas desilusões. O livro inclui introdução de Conceição Evaristo e Vera Eunice de Jesus e pode ser lido independentemente do volume anterior.

As Ondas
Virginia Woolf
Autêntica

A genialidade de As Ondas, publicado em outubro de 1931, assim como sua complexidade, foi percebida por seu primeiro leitor, Leonard Woolf, como registra Virginia em seu diário: “‘É uma obra-prima’, disse L. esta manhã. ‘E o melhor de seus livros. As primeiras 100 páginas são extremamente difíceis, & é duvidoso que um leitor comum vá muito longe’”. Mesmo que seja um exagero de Leonard, este é, sem dúvida, um livro de difícil leitura. Narrativas anteriores de Virginia, ainda que rompendo com certas convenções do romance da época, seguem um esquema familiar: os personagens agem, falam, pensam, e tudo isso é assinalado; há um enredo que se pode facilmente acompanhar. Isso não está presente em As Ondas. Através de “falas” em linguagem elevada, elíptica, literária, acompanhamos a vida de seis personagens (Bernard, Jinny, Louis, Neville, Rhoda, Susan), da infância à velhice. Mas não sabemos precisamente nem o tempo nem os locais em que a “ação” se passa. E, embora o livro siga uma sequência, os eventos de cada uma de suas seções podem ser descritos mais como instantâneos do que como um contínuo. Mas não desista; depois que se pega o jeito da coisa, como diz Bernard, tudo fica mais fácil. Seu tradutor, Tomaz Tadeu, não tem dúvidas: “Se tivesse que escolher o melhor e mais sofisticado dentre os romances de Virginia, não titubearia um segundo: As Ondas, de longe”.

Serei Sempre o Teu Abrigo
Valter Hugo Mãe
Biblioteca Azul

Um conto sobre os laços de afeto entre avós pela perspectiva do neto, escrito com a sensibilidade rara de Valter Hugo Mãe. Um avô que vê o mundo com poucas cores, como se habitasse sempre a noite, e uma avó com um eletrodoméstico junto ao coração, e que fazia do amor um exercício lúcido e diário. Os avós vistos sob a perspectiva do neto. Nas páginas de Serei Sempre o Teu Abrigo, Valter Hugo Mãe nos mostra a sabedoria e a coragem que há no sentimento, e essas palavras são acompanhadas das ilustrações do próprio autor, coloridas sobre fundo escuro, fauna e flora de um ambiente pouco investigado, como é o território dos afetos. “Um dia, entendi que os velhos são heróis. Passaram por muito, ganharam e perderam tanta coisa. Perderam pessoas. Persistem sobretudo para cuidar de nós, os mais novos, e nos assistirem. Observam-nos.”

Kit O Melhor do Terror em edição de luxo: 5 livros em capa dura
Mary Shelley, Bram Stoker, H.P. Lovecraft, Robert Louis Stevenson
Excelsior

Kit com 1344 páginas + 5 marcadores exclusivos + 5 livros clássicos do Terror em edição de luxo em capa dura, projeto gráfico inovador e pintura trilateral da lombada do livro. Ideal para presentear. Inclui: Frankenstein; Drácula; O Melhor de H.P. Lovecraft (coletânea com os cinco principais contos do mestre do horror do século XX: “O chamado de Cthulhu”, “A sombra em Innsmouth”, “Dagon”, “A cor vinda do espaço” e “Cão de caça”); O Médico e o Monstro; O Melhor de Edgar Allan Poe (coletânea com os textos mais celebrados de Allan Poe, como o poema “O Corvo” na clássica tradução de Machado de Assis, “A ruína da Casa de Usher”, “O coração delator”, “O poço e o pêndulo”, “O gato preto”, entre outros).

Maldito Ex
Juan Jullian
Galera

Será que você já foi o vilão da história de alguém? Maldito Ex, apresenta a história de Tiago, a subcelebridade mais odiada do país e o tão polêmico Ex. Toda história tem dois lados, mas quem estará certo? Maldito Ex, a sequência de Querido Ex, coloca em primeiro plano Tiago, o polêmico Ex, mostrando que sempre existem dois lados da mesma moeda. Tiago vive dentro de uma bolha de privilégio: branco, loiro e dono de um corpo perfeito, ele parece ter a vida ideal. Mas, por trás das aparências, vive à sombra de problemas familiares, insegurança e uma necessidade constante de validação. Até que ponto nos tornamos inimigos de nós mesmo, e machucamos as pessoas que mais amamos? E como amar alguém, se você mesmo não se ama?Com uma narrativa envolvente e divertida, repleta de referências à cultura pop, Juan Jullian oferece nesta sequência de seu primeiro livro, Querido Ex, o melhor da nova literatura jovem brasileira. Abordando temas sensíveis e atuais, como relacionamentos tóxicos dentro da comunidade LGBTQ+, ansiedade, preconceito racial e autoaceitação, Maldito Ex é uma leitura delicada e impactante, lidando de frente com assuntos e questionamentos que permeiam a juventude.

Submundo Hacker *
Laudelino de Oliveira Lima
Faro Editorial

Uma brincadeira entre geeks explode uma guerra até então travada nos bastidores. Quando um grupo de jovens, orientado por um misterioso hacker, invade a empresa de um doleiro apenas para conseguir uma simples senha, não suspeitava em que estava se metendo. Eles entregaram informações bancárias sobre atividades criminosas a uma poderosa organização chamada Base, especializada em atacar pessoas que não são alcançadas pela justiça e que fazem parte do Systema: a grande hidra que opera nas sombras brasileiras há décadas. Em meio a uma ampla investigação que pode levar ao extermínio das duas organizações, a Polícia Federal consegue prender os hackers, tirando-os do anonimato e colocando-os na mira de políticos, traficantes e um ex-agente da STASI. O Systema, acuado, não tem escrúpulos e se movimenta na direção daquilo que é mais valioso para os jovens: suas famílias. A Base também é exposta e desperta, furiosa.

Fantasmas: Os Mortos Só Querem Paz
Tiago Toy
Faro Editorial

Um lago em meio a montanhas esconde um passado tenebroso… Depois do desaparecimento de uma garota, eventos que parecem sobrenaturais começam a acontecer. Victoria, a filha do homem mais poderoso da cidade, retorna da capital sem aviso. Ela está assustada com os relatos que lhe chegaram, mas quer descobrir o que aconteceu com Uiara, sua única e melhor amiga daquela cidade. Três meses se passaram desde a última vez em que foi vista, e todos os moradores parecem estar num pacto de silêncio para que o caso seja simplesmente esquecido. Sem a colaboração do povoado, Victoria pensa em desistir, mas pressente que há algo ali que não pode ser simplesmente ignorado. Aquele evento trágico – a queda de uma barragem -, trinta anos atrás, que fez desaparecer todo o povoado original parece ter ligação com os estranhos casos que começam a acontecer. E o que há por trás desse desaparecimento que revolve cinzas da história de tanta gente?

Box Árabes: Os Melhores Contos e Lendas
Pandorga Editora

Reunimos neste box não somente as histórias mais empolgantes do clássico As Mil e Uma Noites, como também as mais consagradas na tradição popular árabe (e persa). São contos e fábulas reunidos por diversos folcloristas, como Charles John Tibbitts e Andrew Lang. Além das encantadoras narrativas, o segundo volume traz curiosidades sobre os seres mitológicos que permeiam o folclore árabe e protagonizam as histórias contadas. Entre os diversos escritos que fazem parte do incrível legado da cultura árabe para o mundo, estão: Ali Baba e os quarenta ladrões, O cego Baba-Abdalla, Aladim, A casa mal-assombrada de Bagdá, O astrólogo sapateiro, O cavalo mágico, O pequeno corcunda Ameen e o Ghoul Jinns e os gênios da lâmpada, Bahamut e Quyuta e muito mais…

A Barraca do Beijo 3
Beth Reekles
Astral Cultural

Depois de alguns desencontros, confusões e desentendimentos, Elle e Noah estão curtindo o namoro e aproveitando cada momento juntos. Mas a decisão de qual faculdade Elle irá pode balançar esse relacionamento mais uma vez. Elle se inscreveu na universidade de Berkley, onde ela sempre planejou estudar com seu melhor amigo, Lee. Mas, sem que ninguém soubesse, também se inscreveu em Harvard, para ficar pertinho de Noah. O que ela não esperava era ser aceita nas duas universidades. E agora? Ela vai quebrar a promessa que fez desde a infância para o amigo ou vai desistir de ficar perto do seu grande amor?

Como Ser um Rockstar
Guga Mafra
Melhoramentos

Uma comédia romântica. Uma declaração de amor pela vida, pelo rock e pelas amizades. Uma história imperfeita de personagens muito reais. Como Ser um Rockstar é a história de um adolescente tímido, desajeitado e cronicamente apaixonado procurando seu lugar e seu propósito na vida. É uma jornada cheia de perigos, como competições esportivas, crises econômicas e internet discada, mas também repleta de música, pequenas vitórias, epifanias, amizades profundas e amores impossíveis. É uma história de crescimento. Em meio a músicas, projetos e relacionamentos que dão muito certo ou muito errado, o protagonista aprende que o sucesso nem sempre é aquilo que se espera.

Respira Comigo
Kristen Proby
Charme

Mark Williams amava Meredith desde que tinha dezessete anos. Bem-sucedido e com uma família forte, ele lutou muito para seguir em frente depois que Meredith partiu seu coração. Quando seu caminho se cruza novamente com a única mulher que ele amou, anos depois, Mark sabe que irá fazer de tudo para mantê-la em sua vida. Meredith Summers é dançarina. Uma das primeiras coisas que ela aprendeu sobre seguir seus sonhos é que o momento certo é tudo. Ela passou dez anos vivendo seu sonho, fazendo turnês com grandes estrelas da música, enquanto tentava esquecer seu namorado do ensino médio que ela havia deixado para trás. Agora, ela está de volta a Seattle, administrando um estúdio de dança de sucesso com seu melhor amigo Jax e determinada a deixar essa vida nômade. Até o dia em que ela reencontra Mark Williams e o tempo para. Quando Meredith se vê novamente nos braços de Mark, é como se o tempo não tivesse passado nem um pouco. A química, a conexão e o amor estão mais fortes do que nunca, e ouvir Mark sussurrar em seu ouvido é como um bálsamo para sua alma ferida. Mas ela irá agarrar essa segunda chance no amor, ou o momento será novamente desfavorável para os dois?

Box Ghost Stories
M.R. James
Pandorga Editora

A arte de contar histórias assustadoras não é fácil de dominar e foi Montague Rhodes James quem a elevou a outro patamar, refinando-a e criando uma narrativa única, tornando-se mestre nisso. Tamanha é a genialidade de M. R. James que seu modo de narrar foi adotado por muitos outros autores. Com astúcia e sutileza, seus contos, que inicialmente não oferecem perigo, vão se tornando cada vez mais sombrios até brotarem deles imagens horripilantes que aterrorizarão o leitor por um bom tempo. Os amantes do sobrenatural encontrarão nesse box as obras-primas daquele que é considerado o pai das histórias de fantasmas. Reúnem-se aqui contos do clássico volume lançado em 1904, Histórias de fantasmas de um antiquário, e também de Outras histórias de fantasmas e de Um aviso ao curioso e outras histórias.

A Esposa do Londrino
Caroline Linden
Harlequin Books

Não é um casamento por amor. Bianca Tate fica horrorizada ao descobrir que sua irmã Cathy será obrigada a aceitar uma proposta de casamento de Maximiliam St. James, um notório cafajeste em busca de uma fortuna fácil, e decide ajudá-la a fugir com seu verdadeiro amor. No entanto, ao descobrir que seu pai já havia prometido parte do negócio da família a St. James, Bianca toma medidas drásticas para recuperar o que sempre achou que seria seu por direito. Não é nem a noiva original… No galho mais fino e baixo de sua aristocrática árvore genealógica, Max sempre dependeu de seu charme e de sua astúcia para sobreviver. Mas um golpe de sorte lhe dá a chance de obter uma renda vitalícia e a pequena possibilidade de herdar um ducado, com uma condição: ele precisa se casar. Qual irmã Tate encontrará no altar pouco importa… pelo menos era o que pensava, até perceber quão inteligente e cativante é Bianca e se ver ansiando pela oportunidade de lhe provar que pode ser bem mais que um cafajeste. Mas seria o par perfeito?

As Garras do Desejo: 3
Elizabeth Hoyt
Record

Poderá a fera machucada confiar seus desejos mais secretos a uma bela mulher com um passado turbulento e viver uma grande paixão? A vida do soldado do livro As Garras do Desejo, Sir Alistair Munroe, era viajar exaustivamente para estudar, catalogar e publicar livros sobre a fauna e a flora. Porém, ele precisou lutar pela sua sobrevivência como soldado na guerra entre franceses e britânicos em suas colônias na América. Depois de retornar com muitas cicatrizes físicas e emocionais, o recluso naturalista se esconde em seu castelo na Escócia. No entanto, quando uma bela e misteriosa mulher bate à sua porta, os sentimentos que tanto reprimia vêm à tona novamente. Famosa por sua beleza, Helen Fitzwilliam viveu os últimos anos desfrutando do luxo da alta sociedade. Disposta a fugir dos erros do passado, aceita trabalhar em um castelo como governanta em troca de abrigo. Helen está determinada a começar uma nova vida e não vai deixar que nada a afaste de seu propósito. Alistair logo descobre que Helen é muito mais que uma mulher bonita. Corajosa e sensual, ela não se deixa intimidar pela hostilidade dele nem pelas cicatrizes em sua pele, e fica intrigada com a ferocidade do misterioso homem. Mas, quando Alistair começa a acreditar no amor verdadeiro, o passado secreto de Helen ameaça separá-los. Agora, os dois precisam lutar pela única coisa que nunca acreditaram que encontrariam: um final feliz. As Garras do Desejoé o terceiro livro da cativante série A Lenda dos Quatro Soldados e uma releitura do clássico conto de fadas A bela e a fera.

Tão Certo Quanto o Amanhecer (Vol. 3 A Marca do Leão)
Francine Rivers
Verus

Tão certo quanto o amanhecer segue a jornada de Atretes na busca do filho. Terceiro volume da saga A Marca do Leão, que vendeu mais de 3 milhões de exemplares no mundo, Atretes jurou mover céus e terras para encontrar o filho, que ele pensava estar morto, e levá-lo à Germânia. Mas só uma coisa o atrapalha: Rispa, uma viúva cristã que cuida do bebê desde que ele fora abandonado pela mãe. Atretes não contava com a feroz resistência de Rispa em ter o filho que ela considera dela levado embora, nem estava preparado para a força e a beleza dessa mulher. Desde o primeiro encontro, os dois são pegos em uma batalha tempestuosa de vontades. Tão certo quanto o amanhecer traz a trajetória de Atretes à sua terra natal e os obstáculos que terá de atravessar para levar sua alma cansada de guerras o mais perto possível da redenção.

Diga Que Não Me Conhece
Flavio Cafiero, Fernanda Ficher
Todavia

Estudo violento do ressentimento amoroso, Diga Que Não Me Conhece é um livro curto e impressionante. Em uma escrita lancinante, a um só tempo lírica e realista, o livro deixa o leitor sem fôlego diante do ritmo imposto, com enorme perícia, por Flavio Cafiero. Como que mimetizando o próprio centro da cidade, o autor traz para estas páginas a delicadeza e a ignomínia, a agitação e a busca por transcendência, o amor e o mais fundo desprezo.

Querida Cidade *
Antônio Torres
Record

Após quinze anos sem escrever um romance, o imortal da Academia Brasileira de Letras, Antônio Torres, retorna ao gênero com Querida Cidade. Há escritores para quem o passado, o presente e o futuro não existem em separado, são uma coisa só. Essa fusão dos tempos faz com que seus personagens experimentem, simultaneamente, a vida que já viveram, responsável por eles serem como são, e a vida que ainda irão viver, pois a todo instante quem são hoje influencia, ou até determina, quem serão amanhã. Antônio Torres é um desses escritores. Querida Cidade acompanha a história de um protagonista que, assim como outros personagens do livro, deixou a pequena cidade onde nasceu – para tentar uma vida melhor, para estudar ou mesmo para fugir de algo. Ao conversar com a mãe sobre o pai, que sumiu sem deixar vestígios muitos anos antes, o filho rememora a sua própria trajetória de êxodo, independência, fracasso e eventual retorno às origens. Por meio de lembranças, projeções e referências culturais de um Brasil profundo, a narrativa costura o onírico e o cotidiano, amor e melancolia, desalento e aceitação. Triunfo de um grande autor em sua melhor forma.

Não é um Rio
Selva Almada
Todavia

Com sua prosa precisa e econômica, a argentina Selva Almada é uma das vozes mais originais da literatura de língua espanhola contemporânea. Seu universo também é peculiar: a autora não fala da cosmopolita Buenos Aires. Seu ambiente é o mundo interiorano, onde vilarejos quase esquecidos no mapa abundam em histórias em que a violência, os laços familiares e velhos costumes ainda são decisivos. É o caso deste novo romance, um livro que trata da amizade e seus segredos. Durante uma pescaria entre três homens, a complexidade com que se forjam os afetos é revelada como o próprio curso de um rio. Enero Rey e Negro levam Tilo, o filho adolescente de Eusébio (o amigo morto dos dois), para pescar. Enquanto bebem vinho, cozinham, falam e dançam, eles lutam com os fantasmas do passado e do presente. Esse momento íntimo e peculiar que conecta a trajetória desses três homens também os liga à vida dos habitantes locais nesse ambiente cercado de água e regido por suas próprias leis. Há perdas e mortes prematuras. Mas há também a teimosa vitalidade da natureza: um matagal coberto de árvores centenárias, animais, pássaros; o rio trazendo vida nas suas entranhas; as gentes nascidas e criadas nessa paisagem que a protegem com unhas e dentes contra os intrusos. Humano, mas ao mesmo tempo animal e vegetal, este romance flui como uma conversa entre seres que se amam.

A Biblioteca de Paris *
Janet Skeslien Charles
Record

Baseada em uma história real, A Biblioteca de Paris é uma obra inesquecível e cativante, que celebra o poder das bibliotecas e mostra como os livros podem mudar a vida das pessoas. Paris, França, 1939. A jovem Odile Souchet tem tudo: um bonito namorado policial e o emprego dos sonhos na Biblioteca Americana em Paris. No entanto, quando a Segunda Guerra Mundial estoura e os nazistas marcham sobre a cidade, Odile corre o risco de perder tudo o que é importante para ela, incluindo sua querida biblioteca ― afinal de contas, é sabido que os nazistas consideram que os livros contêm palavras proibidas e que as ideias devem ser destruídas. Odile não pode permitir que isso aconteça. Com seus colegas de trabalho, ela se junta à Resistência com as melhores armas que possuem: os livros. E colocam a instituição à disposição dos judeus, que, expulsos de suas casas, se sentem seguros entre eles. Porém, quando a guerra termina, em vez da liberdade, Odile sente o gosto amargo de uma indescritível traição. Montana, Estados Unidos, 1983. Lily é uma adolescente solitária em busca de aventura. Sua velha vizinha solitária atrai sua atenção. Conforme Lily vai conhecendo mais sobre o passado misterioso da vizinha, descobre que elas compartilham o amor por diferentes idiomas, os mesmos anseios e o mesmo ciúme intenso, sem suspeitar que um obscuro segredo do passado liga as duas. Baseada na verdadeira saga dos heroicos bibliotecários da Biblioteca Americana em Paris durante a Segunda Guerra Mundial, esta é uma inesquecível história de amor, amizade, família e sobre o poder da literatura em nos unir. Quem gostou de Mulheres Sem Nome, A Menina Que Roubava Livros e A Livraria Mágica de Paris vai adorar este livro.

Susan Não Quer Saber do Amor
Sarah Haywood
Intrínseca

Reflexões sobre maternidade e tentativas frustradas de controle são tema desse romance de estreia que já tem adaptação confirmada pela Netflix, com Reese Witherspoon no papel principal. Susan passou boa parte da vida tentando se manter afastada das confusões que os sentimentos podem causar. Advogada por formação, optou por evitar o incômodo de lidar com os problemas dos outros e trabalha como analista de dados em Londres. Seu pequeno apartamento lhe parece ideal, pois atende a suas necessidades. E até mesmo sua vida amorosa, se é que se pode chamar assim, é cuidadosamente coreografada: em vez de namorar, ela mantém há anos um relacionamento sem qualquer envolvimento emocional, mas que lhe garante companhia e intimidade pelo menos uma vez por semana. Quando a mãe de Susan morre e ela descobre que está grávida sem nunca ter cogitado a maternidade, o pior acontece. Susan começa a perder o controle. Para desequilibrar de vez a equação, o testamento diz que a casa da família deve ser de seu irmão irresponsável, e, certa de que a mãe foi manipulada, ela decide levar o caso à justiça. No entanto, conforme o mundo organizado de Susan vai se desfazendo, um aliado improvável lhe mostra que, para abraçar essa nova vida, talvez seja preciso relaxar um pouco. Ao mesmo tempo uma lufada de ar fresco e um abraço bem apertado, a obra de estreia de Sarah Haywood presenteia o leitor com uma personagem inesquecível, tão irritante quanto carismática. Com graça e leveza, Susan Não Quer Saber do Amor explora o eterno dilema: vale tentar controlar tudo mesmo sabendo que vai falhar?

A Irmã Desaparecida (As Sete Irmãs – Livro 7)
Lucinda Riley
Editora Arqueiro

O sétimo livro da série As Sete Irmãs, fenômeno global com mais de 15 milhões de exemplares vendidos e que está sendo adaptada por uma grande produtora de TV. Uma mulher enigmática pode ser a chave para o grande mistério que Pa Salt deixou. Cada uma das seis irmãs D’Aplièse seguiu uma jornada incrível para descobrir sua ascendência, mas elas ainda têm uma pergunta sem resposta: quem é e onde está a sétima irmã? Elas têm só duas pistas: o endereço de um vinhedo e o desenho de um anel incomum, com esmeraldas dispostas em forma de estrela. A busca pela irmã desaparecida vai levá-las numa viagem pelo mundo – Nova Zelândia, Canadá, Inglaterra, França e Irlanda –, unindo-as em sua missão de finalmente completar a família. Nessa saga, as seis vão desenterrar uma história de amor, força e sacrifício que começou quase cem anos atrás, quando outra corajosa jovem arriscou tudo para mudar o mundo ao seu redor.

Ventos de Mudança – Mulheres Pioneiras – Livro 1
Beverly Jenkins
Editora Arqueiro

O primeiro volume da série Mulheres Pioneiras acompanha a trajetória de uma professora preta vivendo no Sul dos Estados Unidos durante o período caótico que se segue à Guerra Civil. A missão de Valinda Lacy na agitada e quente Nova Orleans é ajudar a comunidade de ex-escravizados a sobreviver e florescer através do estudo. Só que em pouco tempo ela descobre que, ali, a liberdade também pode ser sinônimo de perigo. Quando bandidos supremacistas destroem a escola que ela montou e tentam atacá-la, Valinda corre para salvar sua vida e vai parar nos braços do heroico capitão Drake LeVeq. Arquiteto nascido em uma família tradicional de Nova Orleans, Drake tem um profundo interesse pessoal na reconstrução da cidade. Criado por mulheres fortes, ele logo é conquistado pela determinação de Valinda. E não consegue parar de admirá-la – nem de desejá-la. E quando o pai de Val exige que ela volte para casa, em outro estado, para se casar com um homem que ela não ama, seu espírito indomável atrairá Drake para uma disputa irresistível.

100 Pedaços de Mim
Lucy Dillon
Editora Arqueiro

100 Pedaços de Mim foi premiado pela Associação de Romancistas Românticos (RNA) como o melhor do ano em 2015. Depois de um fim de relacionamento difícil, Gina Bellamy ainda está tentando se recuperar e descobrir como viver sozinha. De repente, ela se dá conta de que os objetos aos quais deu valor durante tanto tempo simplesmente não se encaixam mais em seu novo momento. Determinada a recomeçar do zero, Gina decide se livrar de todas as coisas materiais, exceto as 100 que considera imprescindíveis. Mas o que vale a pena preservar? As cartas do único homem que ela já amou? Uma lembrança do pai que nunca conheceu? Ou um vaso de vidro azul que capta perfeitamente a luz do sol entrando pela janela, mesmo nos dias mais cinzentos? À medida que deixa o passado para trás, Gina relembra tudo de bom que já aconteceu em sua vida e também se reconcilia com as coisas ruins. Durante esse ritual de autoconhecimento, descobre que todos os dias têm algo para ser aproveitado. E quando ela decide fazer exatamente isso, abre espaço para que a mágica aconteça…

O Duque Solteiro – Dinastia Dos Duques – Livro 2
Sabrina Jeffries
Arqueiro

Segundo volume da série Dinastia dos Duques. Lady Gwyn é uma jovem impetuosa que ama a família acima de tudo. A fim de proteger a reputação dos seus, ela vem escondendo de todos um caso amoroso que teve há alguns anos e terminou de forma traumática. Mas, quando o ex-pretendente aparece ameaçando revelar seu segredo, é Gwyn quem precisa de proteção. Contra a vontade dela, seu irmão gêmeo, o duque de Thornstock, convoca Joshua Wolfe, um fuzileiro real, para mantê-la segura em Londres durante sua apresentação à sociedade. Gwyn acha muito irritante ter alguém vigiando todos os seus passos enquanto ela tenta fugir tanto do passado e dos caça-dotes que se reúnem à sua volta. Ainda mais sendo um herói de guerra sisudo que não vê a menor graça em suas tentativas de flerte. Mas baile após baile, a fachada de seriedade de Joshua começa a ruir e uma atração avassaladora cresce entre eles. E enquanto a ameaça do ex ainda paira sobre ela, Gwyn precisa decidir o que é mais perigoso: esquivar-se das tentativas de chantagem ou abrir seu coração para o rude guarda-costas ao qual não consegue resistir.

Os Segredos de Colin Bridgerton – Edição luxo
Julia Quinn
Editora Arqueiro

Edição especial em capa dura e pintura trilateral. Os livros de Julia Quinn já atingiram a marca de 15 milhões de exemplares vendidos, sendo mais de 3,5 milhões da série Os Bridgertons, que foi adaptada pela Netflix. No ABC dos irmãos Bridgertons, Colin fecha o trio dos mais velhos. A letra C realmente lhe cai bem: ele é um conquistador, carismático, cativante e muito, muito charmoso. Mas C é também a primeira letra de uma questão bem complexa: casamento. E na temporada de 1824, aos 33 anos, está cada vez mais difícil para Colin esquivar-se das investidas de sua mãe para lhe arranjar uma esposa. Os Segredos de Colin Bridgerton é um dos livros mais emocionantes da aclamada série de Julia Quinn e traz revelações que o deixarão, caro leitor, absolutamente surpreso.

Tô Zoando: Com Muita Verdade
S. Ganeff
Editora Labrador

A verdade é dura, mas tem que ser dita. Quem sabe, zoando a deixe um pouco mais mole? Em uma coletânea de verdades duras demais para não serem zoadas, S. Ganeff brinca com dedicatórias no final de seus textos, o que vai lhe fazer dar uma risada ou talvez até soltar uma lágrima. Você vai se identificar em algum (ou em vários) momento(s). Vai saber que não está só, apesar de ninguém te querer; eu te quero como meu leitor. Pode até ser o nosso segredinho, não tem problema. Vem, me lê. Abra as páginas e se divirta. TÔ ZOANDO. Com muita verdade.

A Dama de Branco
Sérgio Sant’Anna
Companhia das Letras

Este livro marca a despedida de uma referência incontornável para gerações de escritores e leitores. No Rio de Janeiro do início da quarentena, o narrador passou a observar uma vizinha que saía de madrugada para dar uma volta no estacionamento a céu aberto. Embora ela não soubesse que estava sendo acompanhada, uma estranha cumplicidade se estabeleceu entre os dois, e sua presença simbolizava a promessa de um encontro arrebatador, ao mesmo tempo em que representava a morte pairando ao redor. Assombroso e revelador, A Dama de Branco foi o último texto publicado por Sérgio Sant’Anna, que faleceu em 2020, durante a brutal pandemia de coronavírus. Além da narrativa que dá título ao livro, o volume é composto por outros dezesseis contos ― que tratam da solidão, da memória, do desejo e da própria escrita ― e uma novela, que estava em vias de ser terminada. A Dama de Branco atesta que a prosa de um dos principais escritores brasileiros contemporâneos se manteve vigorosa e afiada até os últimos dias. Organização e apresentação de Gustavo Pacheco.

Deve Ter Algo Errado Comigo
Meg Mason
Universo dos Livros

Um retrato verdadeiro, brilhantemente engraçado e curiosamente sombrio sobre relacionamentos amorosos e familiares, transtornos psicológicos e desventuras do amor – o livro perfeito para fãs da aclamada série Fleabag. Todos dizem a Martha Friel que ela é inteligente e bonita, uma escritora brilhante que foi amada todos os dias de sua vida adulta por seu marido, Patrick. Então, por que tudo parece fora de lugar? Por que Martha – à beira dos 40 anos – está sem amigos, praticamente sem emprego e frequentemente triste? Talvez ela seja muito sensível, alguém que acha mais difícil estar viva do que a maioria das pessoas. Ou talvez – como ela sempre acreditou – haja algo errado com ela. Com o casamento em crise, Martha encontra uma última chance de descobrir se sua vida está muito destruída para ser consertada – ou se, talvez, começando de novo, ela conseguirá escrever um final melhor para si mesma.

Vita Nostra
Marina Dyachenko, Sergey Dyachenko
Morro Branco

NÃO TENHA MEDO. Sasha Samokhina está no que deveriam ser as férias de verão perfeitas com sua mãe, quando conhece o misterioso Farit. Coagida por este estranho a realizar as mais peculiares tarefas, ela deve ir contra a vontade de sua família e se inscrever no remoto Instituto de Tecnologias Especiais. Sasha logo descobre que essa não é uma faculdade comum. Os livros são impossíveis de ler, as lições obscuras e o próprio conhecimento se recusa a ser memorizado. Apesar disso, Sasha rapidamente passa por metamorfoses que desafiam a matéria e o tempo; com experiências que nada têm a ver com o que ela poderia ter sonhado… mas que de repente são tudo o que ela poderia desejar. Mas o aprendizado tem um custo. E eventuais transgressões serão punidas exemplarmente: se não for Sasha a sofrer as consequências, serão seus entes queridos. O medo não pode prevalecer. Uma mistura complexa de magia, ciência e filosofia, cuidadosamente estruturada pelos principais autores ucranianos de fantasia da atualidade, esta obra surpreendente de ficção metafísica irá transportar o leitor a um lugar muito além de sua imaginação.

Amores, Trens e Outras Coisas Que Saem dos Trilhos
Jennifer E. Smith
Galera

Jennifer E. Smith, autora best-seller A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, retorna com Amores, Trens e Outras Coisas Que Saem dos Trilhos, um romance sobre família, futuro, autoconhecimento e a jornada de um novo amor na estrada. Antes do ingresso na universidade, Hugo e sua namorada tem a ideia perfeita: passar uma semana inteira juntos em uma viagem de trem pelos Estados Unidos. Mas, então, ela termina o relacionamento e lhe devolve, como presente de despedida, as passagens para a viagem planejada de última hora. O único problema: está tudo – passagens, reservas de hotéis – registrado no nome de sua agora ex-namorada, Margaret Campbell. Intransferível e não reembolsável. Enquanto isso, em outro continente, Mae está ligeiramente sem rumo, tendo terminado recentemente um relacionamento que parecia caminhar a lugar nenhum e sofrendo por não ter sido aceita no curso de cinema na universidade. Quando o destino faz sua mágica e ela se depara com o anúncio de Hugo buscando uma substituta para Margaret Campbell (por coincidência, seu nome completo), ela tem certeza de que esta é exatamente a aventura que precisa para se livrar da recente decepção, alimentar a mente com ideias para seu próximo filme e, principalmente, sair da zona de conforto composta pelos pais e a avó. Uma longa viagem de trem com um completo desconhecido pode não parecer, realmente, a melhor das ideias. Mas para Hugo e Mae, ambos ávidos por escapar da rotina de suas vidas normais, faz todo o sentido… E o que começa como um improviso conveniente logo transforma-se em algo mais. Mas quando a vida fora do trem ameaça romper com esta nova – e já tão forte – conexão, será que eles conseguirão evitar que seus sentimentos um pelo outro fujam dos trilhos?

As Nove Vidas de Rose Napolitano
Donna Freitas
Paralela

Quais são as consequências das nossas maiores decisões? Acompanhando Rose Napolitano descobrimos como nossa história pode ser reinventada a cada escolha e, às vezes, seguir rumos que não imaginávamos. Um romance profundo sobre uma mulher que nunca quis ser mãe e as diversas formas com que a vida pode nos surpreender. Rose Napolitano e Luke estão brigando. Ele prometeu, antes do casamento, que não queria ter filhos, mas mudou de ideia. Ela prometeu tomar as vitaminas para engravidar, mas não o fez. De repente, o casamento dos dois passa a depender de uma única resposta: Rose consegue encontrar dentro de si o desejo de ser mãe? Ao narrar uma escolha de vida decisiva em nove versões diferentes, Donna Freitas nos leva por todos os caminhos que moldam a vida de uma pessoa, refletindo sobre trajetórias que ressignificam o que é ser mulher. Um romance sobre amor, maternidade, traição, divórcio, morte e sobre como o destino pode interferir em nossos planos quando menos esperamos.

Gente Ansiosa
Fredrik Backman
Bicicleta Amarela

Best-seller instantâneo do New York Times, o novo romance do autor de Um Homem Chamado Ove é um “romance engraçado e emocionante”. A busca por um apartamento não costuma ser uma situação de vida ou morte, mas uma visita imobiliária toma tais dimensões quando um fracassado assaltante de banco invade o apartamento e faz de reféns um grupo de desconhecidos. O grupo inclui um casal recém-aposentado que procura sem parar, casas para reformar, evitando a verdade dolorosa de que não é possível reformar o casamento. Há um um casal que, prestes a ter o primeiro filho, não concorda sobre nada. Acrescenta-se uma mulher de 87 anos que já viveu demais para temer uma ameaça à mão armada, um corretor imobiliário assustado, mas ainda disposto a vender, e um homem misterioso que se trancou no único banheiro do apartamento, e assim completamos o pior grupo de reféns do mundo. Cada personagem carrega uma vida de reclamações, mágoas, segredos e paixões prestes a transbordar. Ninguém é exatamente o que parece. E todos ― inclusive o ladrão ― estão desesperados por algum tipo de resgate. Conforme as autoridades e a imprensa cercam o prédio, os aliados relutantes revelam verdades surpreendentes e desencadeiam eventos tão inusitados que nem eles próprios são capazes de explicar.

Crimes Vitorianos Macabros *
Kate Clarke, M.W. Oldridge, Neil R.A. Bell, Trevor Bond
Darkside

Macabra e a Crime Scene se encontram para entregar o que existe de mais poderoso na literatura true crime da era vitoriana. Poucas coisas evocam mais a Grã-Bretanha daquela época do que seus criminosos. Junto com as ferrovias, os lampiões a gás e a névoa constante, eles são ingredientes vitais em qualquer narrativa que procure retratar o período. A verdade, no entanto, era com frequência mais estranha, emocionante e assustadora do que a ficção. Em Crimes Vitorianos Macabros, quatro renomados historiadores do tema revelam as realidades terríveis desse aspecto da vida vitoriana, oferecendo um perfil não apenas dos criminosos e suas vítimas, mas também de policiais, cientistas forenses e outros que mergulharam nas densas sombras do século XIX. Crimes notórios ― o assassinato de Road Hill, o mistério de Balham e Jack, o Estripador ― se somam aos casos esquecidos e negligenciados. A obra apresenta histórias chocantes e aterrorizantes e expõe também os horrores do cotidiano da época, em relatos impressionantes e contundentes. Entre eles, temos o de Amelia Dyer, a “criadora de bebês” que anunciava um lar amoroso a bebês indesejados, mas os matava impiedosamente, e a história de Mary Anne Cotton, que envenenou vários maridos, filhos e outros parentes a fim de obter o dinheiro do seguro de suas mortes. Outro caso notável é o de James “Babbacombe” Lee, condenado por matar seu empregador. Ele sobreviveu a três tentativas de enforcamento e escapou em liberdade. Entre os carrascos do período, destacam-se James Berry (que tentou executar Lee sem sucesso), Thomas Calcraft e William Marwood. Embora vista hoje como uma época violenta, a era vitoriana registrou poucas tentativas de assassinato de personalidades. Apesar de alguns atentados contra a rainha Vitória durante seu longo reinado, ela nunca chegou sequer a ser ferida. A única vítima realmente ilustre foi Edward Drummond, secretário do primeiro-ministro Robert Peel. O livro também fala sobre Charles Dickens, talvez o maior escritor de ficção policial da época; e sobre o triste episódio da lendária Dorset Street, no East End, apelidada como “a pior rua de Londres” devido à sua história de superlotação, abuso de álcool, prostituição, violência doméstica e assassinatos. Obra de referência única, Crimes Vitorianos Macabros é uma leitura imprescindível para todos que se interessam por crimes reais, repleta de indicações e recomendações para quem deseja se aprofundar na atmosfera misteriosa e macabra do período vitoriano.

Uma Bruxa no Tempo
Constance Sayers
Trama

Helen Lambert viveu várias vidas: uma jovem pianista na Paris dos anos 1890, uma atriz na Hollywood dos anos 1930, uma estrela do rock da década de 1970… só que ela não sabe disso. Até que ela conhece um homem que afirma tê-la acompanhado por séculos, que diz estar ligado a ela desde sempre. Helen não acredita nele. Afinal, sua vida é tão normal quanto a de qualquer outra mulher de seu tempo, que tem sua individualidade e sua carreira. Mas seus sonhos, muito vívidos, começam a lhe trazer de volta a memória de vidas interrompidas e um amor trágico. Presa em uma maldição, Helen será forçada a reviver os mesmos eventos sinistros que arruinaram suas vidas anteriores. No entanto, cada renascimento lhe trouxe poderes sobrenaturais que ela ainda não conhece, e é com esta versão empoderada de si mesma que vai desafiar o espaço e o tempo para quebrar esse feitiço… Antes que seja tarde demais.

Cinderela Está Morta *
Kalynn Bayron
Galera

Cinderela está morta há duzentos anos, e o conto de fadas acabou. Em um reino onde as mulheres são vistas como objetos, uma menina vai contrariar tudo e a todos para poder ter a escolha de amar livremente e decidir o próprio destino. Dois séculos após Cinderela ter encontrado o seu Príncipe Encantado, a magia parece ter abandonado o reino de Mersailles. Cinderela e a fada madrinha não passam de lendas, e o reino está há décadas sob o controle de reis tirânicos. Ao completar dezesseis anos, todas as jovens são obrigadas a participar do Baile Anual, onde os homens do reino vão para escolher jovens esposas. Não ser escolhida é uma sentença de ruína tanto para a garota quanto para a sua família. Sophia está se preparando para seu primeiro baile, mas o que realmente deseja é se casar com Erin, sua melhor amiga. No dia do baile, Sophia toma a decisão desesperada de fugir, indo parar no mausoléu da Cinderela. Lá, ela encontrará uma aliada inesperada, alguém com respostas para os mistérios envolvendo as lendas que giram em torno da mítica história da Cinderela. Juntas, elas vão enfrentar a tirania opressora do rei e de uma sociedade patriarcal que impede que as pessoas sejam livres. Cinderela Está Morta é uma versão moderna e feminista do clássico conto de fadas. Com uma protagonista negra e LGBTQ+, vai fazer os leitores questionarem as histórias que conhecem tão bem, e torcer para as garotas que têm a coragem e força de quebrar as barreiras de um mundo que insiste em tentar dizer quem elas deveriam ser e quem deveriam amar.

Heidi: A Menina dos Alpes (Volume Único)
Johanna Spyri
Autêntica

Escrito em 1880, final do século XIX, Heidi, a menina dos Alpes traz muitas diferenças em relação aos dias de hoje: o jeito de os personagens verem o mundo, de se relacionarem uns com os outros, seus costumes, seu modo de falar, de se vestir. Seu jeito de sentir o mundo e a vida, de se relacionar com Deus. São diferenças naturais, espirituais e culturais importantes, que se devem não só à distância e às discrepâncias geográficas entre a Suíça, onde se passa a maior parte da história, e o Brasil, mas também ao tempo – 142 anos! – que separa nossa vida hoje, no século XXI, da vida dos personagens. Se o leitor não perder de vista esses diferentes contextos, vai desfrutar – na história da menina órfã que vai viver com o avô turrão no topo de uma montanha dos Alpes suíços – de uma leitura divertida, prazerosa e também enriquecedora, fonte de descobertas e reflexões importantes para a vida de qualquer pessoa. Esta edição, em um único volume, reúne o texto integral dos dois volumes originais: Tempo de viajar e aprender e Tempo de usar o que aprendeu.

O Amante da China do Norte
Marguerite Duras
Nova Fronteira

No início do século XX, a re­gião do Sudeste Asiáti­co hoje dividida entre Vietnã, Laos e Camboja era uma colônia francesa ― a Indochi­na. Nessa época, nesse lugar, uma adolescente branca, nascida numa família pobre e disfuncional, conhece um chinês rico e mais velho, dando início a uma relação tão intensa quanto ambígua, movida a paixão e dinheiro, amor e tragédia, ao mesmo tempo proibida, libertadora e destrutiva. Já no fim de sua vida, Margue­rite Duras revisita uma de suas obras-primas, O Amante, nar­rativa de fortes tons autobiográficos. O Amante da China do Norte é um romance que, com uma honestidade brutal, reflete sobre juventude e o desejo pelo olhar da maturidade.

A Vida Invisível de Addie LaRue *
V.E. Schwab
Galera

Uma vida que ninguém lembra. Um livro que ninguém esquece. Em A Vida Invisível de Addie LaRue, o aguardado best-seller de V.E. Schwab, conheça Addie e se perca em sua vida invisível ― porém memorável. França: 1714. Addie LaRue não queria pertencer a ninguém ou a lugar nenhum. Em um momento de desespero, a jovem faz um pacto: a vida eterna, sob a condição de ser esquecida por quem a conhecer. Um piscar de olhos, e, como um sopro, Addie se vai. Uma virada de costas, e sua existência se dissipa na memória de todos. Após tanto tempo vivendo uma existência deslumbrante, aproveitando a vida de todas as formas, fazendo uso de tantos artifícios quanto fosse possível e viajando pelo tempo e espaço, através dos séculos e continentes, da história e da arte, Addie entende seus limites e descobre ― apesar de fadada ao esquecimento ― até onde é capaz de ir para deixar sua marca no mundo. Trezentos anos depois, em uma livraria, um acontecimento inesperado: Addie LaRue esbarra com um rapaz. Ele enuncia cinco palavras. Cinco palavras capazes de colocar a vida que conhecia abaixo: Eu me lembro de você. Uma jornada inspirada no mito faustiano sobre busca e perda, eternidade e finitude e, acima de tudo, uma questão: até onde se vai para alcançar a liberdade? Best-seller do The New York Times e recomendado pelo Entertainment Weekly, A Vida Invisível de Addie LaRue é um livro inesquecível e que colocou V.E. Schwab entre as principais autoras de fantasia da atualidade.

Gostaria Que Você Estivesse Aqui *
Fernando Scheller
HarperCollins

Quando a década de 1980 começa a dar as caras no Rio de Janeiro, o tempo é de contradições. À efervescência musical e a uma febril vontade de viver, unem-se a instabilidade política, a aterrorizadora epidemia de aids e o aumento do tráfico nas favelas. E cinco personagens, de idades diferentes, aspirações diferentes, mundos diferentes, veem a vida mudar completamente. Inácio, apaixonado por Baby, larga a faculdade de engenharia quando conhece César, produtor musical gay que, como Baby, busca encontrar o próprio lugar no mundo. Selma, mãe de César, lida com o abandono do marido e o medo de perder o filho. Em seu prédio, trabalha Rosalvo, paraibano recém-chegado à Rocinha em busca do assassino de sua filha trans. Gostaria Que Você Estivesse Aqui é um romance sobre perder a inocência e entregar-se ao mundo por inteiro.

De Cada Quinhentos Uma Alma
Ana Paula Maia
Companhia das Letras

Mais uma vez, Ana Paula Maia consegue trazer para o centro da narrativa os mais dilacerantes conflitos humanos e explorar com requinte literário as nuances do bem e do mal. Edgar Wilson trabalha recolhendo animais mortos. Ele é responsável por levar as carcaças até um grande depósito onde um triturador dizima os despojos. Contudo, quando o país entra em colapso e começa a enfrentar situações cada vez mais inusitadas, ele acaba usando seu conhecimento para tentar dar sentido ao caos e encontrar uma forma de sobreviver à barbárie. Ao juntar-se a Bronco Gil e ao ex-padre Tomás, os três anti-heróis passam a rodar pelas estradas testemunhando a atração exercida pelo ocaso da realidade, desafiando tanto poderosos locais quanto instituições que não são bem o que eles imaginavam. Em um misto de romance de aventura e narrativa psicológica, Maia constrói personagens brutalizados, mas absolutamente humanos, que buscam seu lugar no mundo.

2022 – Em Busca da Democracia Perdida: Participação Especial dos Javalis Empoderados
Geraldo Andrade
Kotter Editorial

O MCU – Mitológico Cavaleiro Ungido, é uma figura saída dos porões (ai, que meda!) do que existe de pior na vida brasileira. Dotado de uma capacidade ímpar de “tocar terror”, como dizem os apresentadores de programas radiofônicos e televisivos policialescos, e de extremo mau gosto. Ele se parece com a caricatura de sua própria caricatura, é que ele parece querer imitar sua própria desconformidade e inadaptabilidade para a vida em sociedade. A expressão “o patriotismo é o último refúgio do canalha” é atribuída ao literato inglês Samuel Johnson, segundo James Boswell em sua obra Life of Samuel Johnson. Boswell diz que o autor da frase famosa não se referia ao “amor real e generoso” pela pátria, mas, sim, ao pretenso patriotismo que tantos, em todas as épocas e países, têm usado como um manto para a realização dos próprios interesses. “Parem de destruir em nome do patriotismo e de seu Deus; chega de ódio” – diria um dos javalis empoderados. O livro é, ainda, uma crítica, que se pretende bem-humorada, ao sistema de justiça do país, cujas entranhas são, ainda, um livro cerrado, que necessita ser escancarado. A Justiça só deve existir para o bem. Quando se desvia, as democracias agonizam e morrem. 2022: Em Busca Da Democracia Perdida, com participação especial dos Javalis Empoderados, é uma leitura crítica e bem-humorada (rir para não chorar) da realidade fantástica, e não menos brutal e opressora, em que foi mergulhado o povo brasileiro, a partir do golpe midiático-congressual-militar, de 2016. É uma espécie de realismo mágico ou fantástico pós-qualquer-coisa (se você não entendeu a expressão, este escriba confessa que, também, não). A história, romanceada, é contada, a “quente”, isto é, enquanto os acontecimentos dantescos, e não menos ininteligíveis, mas reais, infelizmente, se sucedem, com a omissão das instituições, no principal. Essas instâncias devem existir para garantir o exercício da democracia, ainda que precária.

Andrizy Bento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s