Nas Prateleiras: Lançamentos de Livros – Dezembro (2020)

Chegamos à reta final deste sombrio 2020. Mais um ciclo que se encerra, mas ainda não há previsão de quando a pandemia vai embora. Enquanto torcemos pelos avanços nas pesquisas e desenvolvimento de vacinas e tratamentos para o COVID-19, devemos continuar a nos cuidar, a manter o distanciamento social e nada melhor do que uma boa leitura para combater o tédio decorrente do isolamento e da pausa por tempo indeterminado na vida social.

Uma boa dica de leitura nesse momento é o impactante A Traidora de Hitler: Um Romance Inspirado no Grupo Rosa Branca de Resistência ao Nazismo, assinado por V. S. Alexander, lançamento da Gutenberg. A editora Estação Liberdade publica Vida à Venda, um dos últimos registros literários de um grande nome da literatura japonesa, Yukio Mishima. Para os fãs da série Estilhaça-me de Tahereh Mafi, a Universo dos Livros traz um box contendo os seis volumes da série que ainda inclui marcadores exclusivos. Falando em box, a Record lança o Box Gabriel García Márquez com os três romances mais célebres do autor colombiano, Cem Anos de Solidão, Crônica de uma Morte Anunciada e O Amor Nos Tempos do Cólera; e o Box Albert Camus, em edição de luxo, incluindo as obras O Estrangeiro, A Peste, O Mito de Sísifo e A Queda. E, para completar, a caveirinha Darkside apresenta edições caprichadas, como de praxe, de O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Brontë, O Mágico de Oz de L. Frank Baum e William Wallace DenslowRastro de Sangue: O Grande Houdini: 3 de Kerri Maniscalco e DVD: Devoção Verdadeira a D. de Cesar Bravo, o mesmo autor de VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue.

Confira abaixo capas e sinopses dos principais lançamentos literários do mês de dezembro:

A Volta ao Mundo em 80 Dias
Júlio Verne
Editora Lafonte

Internet e computador, máquinas voadoras, chegada à Lua e conquista do Polo Norte. O prenúncio de várias tecnologias ou a descrição detalhada de certas viagens foram imaginadas por Júlio Verne, o precursor da ficção cientifica, muito antes de serem possíveis. Para ele: “Tudo o que um homem pode imaginar, outros poderão realizar”. Neste livro, Phileas Fogg aposta com amigos que pode dar a volta ao mundo em 80 dias, devendo retornar em 21 de dezembro, exatamente às 20h45. De trem, navio, carruagem, elefante, ele e seu criado, Passepartout, percorrem a Europa, chegam à África, vão à Índia, à China e ao Japão, enfrentando muitos perigos, como ao salvar a viúva Aouda, além da perseguição do detetive Fix, da Scotland Yard, convicto de que Fogg é o responsável pelo assalto ao Banco da Inglaterra.

Pelo Amor de Cassandra (Os Ravenels – Livro 6)
Lisa Kleypas
Editora Arqueiro

Sexto livro da série Os Ravenels. Lisa Kleypas já escreveu mais de 40 romances, que são best-sellers no mundo todo e foram traduzidos para 28 idiomas. Tom Severin, o magnata das ferrovias, tem dinheiro e poder suficientes para realizar todos os seus desejos. Por isso, quando resolve que está na hora de se casar, acha que deve ser fácil encontrar a esposa perfeita. Assim que ele pousa os olhos em lady Cassandra Ravenel pela primeira vez, decide que ela é essa mulher. O problema é que a bela e perspicaz Cassandra é tão determinada quanto ele, e faz questão de se casar por amor – a única coisa que Tom não pode oferecer. Além disso, ela não tem o menor interesse em viver no mundo frenético de alguém que só joga para vencer. No entanto, mesmo com o coração de gelo, ele é o homem mais charmoso que Cassandra já conheceu. E quando um inimigo recém-descoberto quase destrói a reputação dela, Tom aproveita a oportunidade que estava esperando para conquistá-la. Ao contrário do que pensa, porém, ele ainda não conseguiu o que queria. Porque a busca pela mão de Cassandra pode até ter chegado ao fim, mas a batalha por seu coração está apenas começando.

Tem um Livro Aqui Que Você Vai Gostar + Caderneta De Leitura
Antonio Fagundes
Sextante

“Espero que estas páginas sirvam para inspirar e incentivar você a compartilhar comigo a paixão pelos livros e pela leitura. Tenho certeza de que não vai se arrepender.” – Antonio Fagundes

Antonio Fagundes é um dos artistas mais queridos do brasil. Este é o seu primeiro livro. Leitor voraz, ele sempre falou com naturalidade sobre livros e a experiência de leitura. Não por acaso, muita gente vem pedir a ele sugestões de títulos e autores. A partir dessas experiências nasceu a ideia para este livro: uma reunião de histórias pessoais e recomendações de leituras, em diversos gêneros. Fascinado por livros desde a infância, Antonio Fagundes conta, em uma conversa informal, histórias deliciosas de sua vida de leitor. De quebra, indica mais de 150 títulos, para todos os gostos. De ficção científica a histórias de amor, passando por história do Brasil, distopias e romances policiais, ele comenta suas impressões, seus autores preferidos e suas leituras inesquecíveis. Pode ter certeza: tem um livro aqui que você vai gostar.

Capão Pecado
Ferréz
Companhia de Bolso

Publicado pela primeira vez em 2000, Capão Pecado marcou época e se tornou uma das obras mais comentadas da literatura marginal. Em Capão Pecado, as vidas valem muito pouco, quase nada. Tudo está sempre por um fio. Como escreve Ferréz, “o futuro fica mais pra frente, bem mais pra frente”. Tão pra frente que muitas vezes já é tarde demais. Rael é um adolescente que quer sair do meio atroz de violência onde cresceu. Filho dedicado, se esforça para ter um bom emprego. Mas seu destino está prestes a mudar quando ele se apaixona por Paula, a namorada de um amigo. Este livro, que já conquistou legiões de leitores no Brasil e no mundo com sua história brutal e implacável, chega à sexta edição, revisada, com posfácio de Marcelino Freire. Ao narrar as entranhas sombrias de uma sociedade absolutamente desigual, onde o machismo e a crueldade ditam as regras, este romance revela sua força avassaladora e seu poder de provocar novas reflexões.

Moby Dick
Herman Melville
Nova Fronteira

Muitos livros em um, Moby Dick é considerado uma das obras mais importantes da literatura. Publicado em 1851, recebeu duras críticas da imprensa especializada, sendo “redescoberto” apenas no início do século XX, por meio das análises de escritores consagrados da época, como D. H Lawrence e W. H Auden. O clássico de Herman Melville é narrado por Ishmael, tripulante do baleeiro comandado pelo capitão Ahab, que, em sua última viagem, deseja capturar a grande baleia branca que no passado arrancou uma de suas pernas. A beleza e a complexidade de Moby Dick residem na forma como Melville consegue explorar com maestria os mais diversos gêneros literários, construindo ao mesmo tempo diálogos shakespearianos, descrições científicas precisas e reflexões filosóficas sobre o bem e o mal.

A Cruzada das Crianças
Marcel Schwob
Editora 34

A Cruzada das Crianças é uma pequena obra-prima do francês Marcel Schwob (1867-1905), o “escritor dos escritores”, admirado por nomes como Oscar Wilde, Valéry, Borges e Roberto Bolaño. Publicado originalmente em 1896, o livro recria poeticamente a lendária Cruzada das Crianças de 1212 rumo a Jerusalém, a partir dos relatos de pessoas ligadas ao evento, incluindo um goliardo, um místico árabe, um leproso e os papas Inocêncio III e Gregório IX. Cada um dos oito capítulos traz uma versão diferente daquela trágica jornada rumo ao Santo Sepulcro, em narrativas conduzidas pelo texto cativante de Schwob ― “angelical e diabólico”, segundo Noemi Jaffe ―, apresentado aqui na bela tradução de Milton Hatoum.

Debaixo do Mesmo Céu
André Diniz E Luiza Leite
Numa

“Crônicas do cotidiano e memórias de um Rio de outrora, relatos futuristas e causos sobrenaturais, sonhos aprisionados ou roubados, mergulhos em universos particulares, o amor em todas as suas faces — até mesmo a mais cruel. As histórias aqui reunidas estão repletas desses e outros temas em vozes tão diversas que parecem o zumzum de uma multidão — ou de um bloco de carnaval? Mas quando paramos para ouvir essas narrativas por vezes cômicas, por vezes trágicas, quase sempre fantásticas, um elemento comum se destaca: um certo ar de alheamento, como se cada personagem habitasse seu próprio universo, sua própria bolha — embora estejam todos debaixo do mesmo céu.” Luiza Leite.

Antissemitismo, Uma Obsessão
Eliane Pszczol e Heliete Vaitsman
Numa

Antissemitismo, Uma Obsessão: argumentos e narrativas reúne ensaios que pretendem provocar nos leitores a reflexão sobre a mais antiga obsessão coletiva de ódio registrada na História do Ocidente, que demoniza os judeus identificando-os como fonte perpétua do Mal. Até mesmo aquele tipo de antissemitismo “bem educado”, singelo na aparência, mas que é uma forma sutil, às vezes irrefletida, de emitir conceitos racistas – que podem se voltar tanto contra os judeus como contra qualquer outro grupo, a depender do momento. Quem não conhece alguém que se surpreende ao ser admoestado por fazer algum comentário antissemita? A reação é sempre a de negar, com veemência, afirmando que há judeus entre seus melhores amigos. Mesmo que isso seja verdade, essa pessoa continua sendo porta-voz, consciente ou não, do discurso antissemita, pois quem sente necessidade de se vangloriar por ter amigos ou familiares judeus frequentemente tem uma visão distorcida, estereotipada, sobre judeus que não são seus amigos. É claro que esse não é o tipo de pessoa que irá frequentar manifestações de supremacistas brancos ou aplaudir em público atos de violência contra os judeus, o que, paradoxalmente, torna esse antissemitismo mais difícil de ser combatido. Com todos esses argumentos no balaio metafísico, ao pensarem o livro as organizadoras – Eliane Pszczol e Heliete Vaitsman – partiram da premissa de que o antissemitismo não é um problema judaico e sim da humanidade, inserido que está na luta comum pelos direitos humanos. Nesse sentido, buscaram a contribuição e olhares de diversas origens e áreas de especialização para chegar a um produto final original, no qual o pessoal e o coletivo se entrelaçam em narrativas abertas que podem ser lidas juntas ou separadamente.

A Traidora de Hitler: Um Romance Inspirado no Grupo Rosa Branca de Resistência ao Nazismo
V. S. Alexander
Gutenberg

No verão de 1942, quando a Segunda Guerra eclodia na Europa, uma série de folhetos anônimos surge nos arredores da Universidade de Munique. Tratava-se de uma manifestação contra as crescentes atrocidades nazistas cometidas na Alemanha de Hitler. Os folhetos ora apareciam camuflados, em locais públicos, ora eram enviados pelo correio para endereços aleatórios, selecionados pela lista telefônica. A estudante Natalya Petrovich sabe quem está por trás do ato – um grupo secreto chamado Rosa Branca, liderado pelos irmãos Hans e Sophie Scholl e seus amigos. Como enfermeira voluntária da frente russa, Natalya testemunhou os horrores da guerra em primeira mão. Ela anseia pelo fim do conflito e começa a fazer parte do círculo da Rosa Branca, em que todo segredo e qualquer mínimo ato de dissidência pode significar prisão ou morte nas mãos de uma Gestapo enfurecida. Natalya arrisca tudo ao lado de seus amigos, acreditando que o poder das palavras encorajará os outros a resistir. Mas, mesmo entre aqueles em quem mais confia, a segurança não é garantida: quando o perigo surgir, todos precisarão fazer escolhas para sobreviver. Inspirado no movimento antinazista de jovens alemães, A Traidora de Hitler expõe os dilemas morais da guerra em uma história emocionante e cheia de atos de extraordinária coragem em busca da liberdade.

Solidões Compartilhadas – Pequenas Histórias Para Incentivar Mulheres a Conquistarem o Mundo
Tamiris Volcean
Lyra

Solidões Compartilhadas é o segundo livro de crônicas de Tamiris Volcean. Inspirada por vozes de mulheres na literatura, como Clarisse Lispector e Cora Coralina, as histórias reunidas são fruto de experiências de viagens e reflexões que surgiram a partir delas. Compartilhando suas histórias de viagens com outras mulheres, ela reconheceu os obstáculos, medos e problemas comuns às mulheres que tiveram a audácia e o privilégio de entrarem em contato com elas mesmas viajando. O livro é uma viagem para dentro de reflexão sobre como as mulheres podem se sentir presas e amedrontadas apenas por serem mulheres.

Bailando no Inferno: Dark Romance
Zoe X
3DEA Editora

AVISO: Este é um romance dark contemporâneo. Se você não se sente confortável com leituras que envolvam violência física, psicológica e que tenham finais controversos, essa leitura pode não ser para você. Adrian de La Vega nunca se encaixou na Faculdade de Direito, nos padrões que a sociedade na qual vivia exigia ou nos planos que seu pai tinha. Ao ter o coração quebrado e a chance da liberdade tão sonhada, caiu no mundo com seu violino, para viver como bem queria, mas o destino é cheio de linhas suspensas e intrigas e o traz de volta a Buenos Aires, anos depois. Voltando para casa atrás de algo que nem mesmo ele sabe o que é, Adrian cruza com a mulher de olhos cor de ouro e descobre que a liberdade nunca mais terá o mesmo gosto, por mais que ele tente.

Uma Conjuração de Luz (Vol. 3 Tons de Magia)
V. E. Schwab
Record

Acompanhe o destino de grandes heróis e terríveis vilões em Uma Conjuração de Luz, o desfecho épico da série Tons de Magia, de V. E. Schwab. A balança do poder enfim pendeu para um lado… O equilíbrio precário entre as quatro Londres atingiu um ponto sem volta. Outrora transbordando a vivacidade vermelha da magia, o império Maresh é invadido por uma sombra lançada pela escuridão, o que deixa espaço para outra Londres surgir. Quem vai cair? Kell, que já foi considerado o último Antari vivo, começa a questionar a quem deve sua lealdade. E, na esteira da tragédia que se abate sobre a Londres Vermelha, será que Arnes vai resistir? Quem vai ascender? Lila Bard, que já foi uma reles ladra – mas nunca uma ladra qualquer –, sobreviveu e progrediu por meio de uma série de provações mágicas. Mas agora ela precisa aprender a controlar a magia antes que esta seja drenada por seus próprios poderes. Enquanto isso, o desacreditado capitão do Night Spire, Alucard Emery, reúne sua tripulação para correr contra o tempo em busca do impossível. Quem vai assumir o controle? Um antigo inimigo retorna para reivindicar a coroa enquanto heróis tentam salvar um mundo em decadência. Uma Conjuração de Luz é a conclusão épica da série Tons de Magia, de V. E. Schwab. É um acerto de contas com o passado e uma luta por um futuro incerto que sela o destino de Lila, Alucard, Kell, e até mesmo Holland, em um livro de tirar o fôlego.

Santo Guerreiro: Roma Invicta (Vol. 1)
Eduardo Spohr
Verus

Santo Guerreiro: Roma Invicta é o novo livro de Eduardo Spohr, autor dos best-sellers A Batalha do Apocalipse e a série Filhos do Éden. O livro, que marca sua estreia no gênero do romance histórico, conta a versão mais fidedigna já escrita sobre a vida de Gergios, o soldado romano eternizado e admirado em todo o planeta como São Jorge. No fim do terceiro século, o Império Romano estava à beira do colapso. Invasões bárbaras, confrontos religiosos e insurreições militares ameaçavam a soberania dos césares. No Leste, a poderosa rainha Zenóbia reuniu uma tropa de guerreiros montados e assumiu o controle da Síria. Caráusio, o almirante da frota romana no Canal da Mancha, ocupou as províncias do Oeste e se autoproclamou imperador da Britânia. Em meio à desordem e ao caos, Laios Graco, alto oficial da cavalaria, é morto e suas terras, roubadas. Seu filho, o jovem Georgios, foge para a capital com o objetivo de se apresentar ao imperador Diocleciano, antigo companheiro de seu pai, na esperança de ser aceito no exército, tornar-se soldado, recuperar suas posses e vingar a família. Santo Guerreiro conta a versão mais fidedigna da vida de São Jorge já escrita. Com base em documentos históricos e vestígios arqueológicos, o autor nos transporta de volta à Antiguidade tardia, a um tempo em que o aço, o amor e a intriga governavam o destino dos homens ― e, por conseguinte, os rumos da história. Um dos santos mais populares do mundo, São Jorge é adorado por católicos, ortodoxos, anglicanos e devotos das religiões de matriz africana. Na iconografia, ele é representado por um cavaleiro brilhante, usando armadura completa, armado de lança e enfrentando um dragão. Essa imagem, entretanto, é meramente alegórica. De acordo com a tradição, Jorge ― ou Georgios, seu nome grego ― não foi um guerreiro medieval, mas um soldado romano, que nasceu no século III e morreu executado após repudiar os deuses pagãos. Embora não haja registros que confirmem a existência do santo, há uma infinidade de fontes históricas que descrevem o mundo em que ele teria vivido. Diocleciano, que governou o Império Romano entre 284 e 305 d.C., promoveu a última grande perseguição aos cristãos, ceifando perto de três mil vidas. Durante sua administração, a sociedade mediterrânea sofreu com a invasão dos persas, o assédio dos germânicos no extremo norte e uma série de revoltas internas. Diocleciano também transferiu a capital de Roma para a Nicomédia, na Anatólia (atual Turquia), e criou uma guarda particular, uma tropa de elite da qual, supostamente, Georgios fez parte. Santo Guerreiro: Roma Invicta é o primeiro livro de uma trilogia que se propõe a contar a biografia de São Jorge pelo prisma histórico. Trata-se de uma obra de ficção, que não pretende desafiar doutrinas ou dogmas, mas lançar luz sobre esse personagem que, seja real ou simbólico, é tão querido e admirado por milhares de fiéis em todo o planeta. Roma Invicta será sucedido por Ventos do Norte e O Império do Leste.

Sugar Baby & Hashtag Eu
Toni Marques
Editora Lacre

‘Uma geração que não nasce parida, mas posada’ em um país de abandonados. Em Sugar Baby & Hashtag Eu, Toni Marques apresenta um mural expandido, veloz e satírico de nossos avatares. Fragmentos insólitos no emaranhado da vida que imita os aplicativos – isto foi spoiler. Internet, política, religião, prostituição, educação, família, favela: estamos nas afirmações com cara de pergunta, nas perguntas com cara de afirmações. Um protagonista invisível, uma personagem descartável: Sugar Baby & Hashtag Eu é como um calço onde firmar o olho-retrovisor que retoma o nosso salto inaugural no precipício, o buraco de algoritmos no qual continuamos a cair sem sinal de chão para parar a nossa queda. Estamos todos marcados no textão que corre a timeline deste romance irreverente, porque fomos stalkeados. ‘A vida toda era do tamanho de um aplicativo’ e Toni Marques resolveu mostrar. Eis uma educação não pela pedra, mas pelo Tinder: não cabe na gente ‘encarnar a esperança’.” Patrícia Galelli, escritora e artista-pesquisadora, responsável pelo texto de orelha do livro.

A Imbatível Garota-Esquilo – Desbravando o Mundo
Shannon Hale, Dean Hale
Excelsior

Doreen Green, de catorze anos, mudou da ensolarada Califórnia para o subúrbio de Nova Jersey. Ela precisa começar em uma escola nova, fazer novos amigos e continuar escondendo sua cauda. Isso mesmo, Doreen tem os poderes de um…esquilo! Após falhar várias vezes na busca da sua nova melhor amiga, Doreen se sente solitária e presa, como um animal na jaula. Um dia, Doreen usa seus poderes extraordinários para evitar que um grupo de bagunceiros faça travessuras na vizinhança, e a partir disso sua vida muda completamente. Todos da escola estavam falando sobre isso! Doreen contempla tornar-se uma heroína pronta para voar para novas aventuras. E assim nasce a Garota Esquilo! Ela salva gatos de árvores, mantém as calçadas limpas e desencoraja vandalismos. Tudo corre bem até que um Super Vilão da vida real aparece das sombras e declara a Garota Esquilo sua arqui-inimiga. Será que Doreen conseguirá lidar com o fato de ser uma adolescente e uma heroína? Ou será que ela vai…pirar? Informação quente: você sabia que a Garota Esquilo conseguiu o que Vingador nenhum jamais chegou perto? Sim, ela derrotou Thanos! O feito ocorre em “Eggnog, Toilet Paper & Peace on Earth”, parte da compilação “Great Lakes Avengers Special #1” (2006). Trata-se de uma série de paródias que não tinham ligação com o Universo Marvel, mas que com certeza renderam muitas especulações por parte dos fãs.

Qual é a Minha Tribo?
Adriana Igrejas
Ler Editorial

O que uma garota é capaz de fazer para se encaixar em um grupo, em uma tribo urbana, enquanto lida com questões da adolescência como o primeiro amor? Dina é uma menina de treze anos que adora seus amigos da escola e é apaixonada por um deles. Tudo ia muito bem até que uma modinha, lançada por um programa de TV, exerce forte influência sobre seus amigos e acaba também a pressionando a fazer parte de uma tribo urbana. Sem saber exatamente a que tribo pertence, ela se sente deslocada e inicia uma busca por essa identidade social, que a leva a viver diferentes e interessantes experiências. Em meio a tudo isso Dina ainda enfrenta uma paixão não correspondida pelo colega de turma, a descoberta do primeiro beijo e as dúvidas sobre o “ficar” e sobre o amor. Em diálogos e situações divertidas, ela amadurece e aprende muitas coisas.

A Rainha da Floresta
Anna de Leão
Ler Editorial

Uma história que mostra a importância de sermos nós mesmos e de encontrarmos nosso lugar no mundo. A Rainha da Floresta é uma fantasia que nos leva a reinos mágicos, repleta de aventura, romance, magia e mistério. Você conhecerá a história de Anaís, a princesa herdeira do Reino das Joias, que descobre ser uma bruxa no dia do seu noivado. Obrigada a fugir, a princesa se refugia na Floresta da Lua. No entanto, a floresta vive sob uma antiga maldição que a secou completamente, transformando-a em um lugar sombrio e sem magia. Sem saber, Anaís é esperada pelo povo da floresta há muito tempo, pois é a única que pode quebrar a maldição. É então que nossa jovem heroína inicia sua jornada de autoconhecimento, desafios e revelações surpreendentes, enquanto trava encontros marcantes, como o que acontece com o enigmático Grande Mago.

Por um Novo Olhar
Helena Andrade
Ler Editorial

Marina passou a vida acumulando perdas, desde a morte de sua mãe quando tinha quatro anos. Aos vinte e oito, depois de uma consulta de rotina, ela descobre estar com a mesma doença da mãe. Vivendo um casamento em crise, Marina decide não contar ao marido sobre a doença para não estragar a tão desejada viagem de reconciliação, mas é surpreendida pela decisão dele de romper a relação. Sem família ou amigos por perto, restam somente os vouchers da viagem, sua velha câmera fotográfica, a caixa de lembranças deixada por sua mãe e o convite da melhor amiga para encontrá-la em Portugal. Porém, ela precisa iniciar a quimioterapia para aumentar suas chances de cura. Viajar ou ficar? Misturando o futuro incerto com o passado desconhecido, trazido à tona por relatos de sua mãe nas cartas deixadas para ela, Marina precisará redescobrir como aproveitar o presente. A escolha entre viver e sobreviver percorrerá a trajetória desta mulher na busca por reencontrar a si mesma.

Todo Esse Tempo
Rachael Lippincott, Mikki Daughtry
Alt

O emocionante novo romance das autoras do best-seller A Cinco Passos de Você. É possível encontrar o amor verdadeiro depois de perder tudo? Kyle e Kimberly são o casal perfeito. Pelo menos, é o que Kyle acha. Por isso, quando Kimberly termina com ele na noite da festa de formatura, o mundo inteiro do garoto vira de cabeça para baixo – literalmente. O carro deles capota após sofrerem um acidente e, quando Kyle acorda no hospital, descobre que teve uma lesão cerebral. Kimberly está morta. E ninguém consegue entender a sua dor. Até ele conhecer Marley. Marley também sofreu uma perda, uma perda que ela acredita ter sido culpa dela. Quando seus caminhos se cruzam, Kyle vê nela um espelho de tudo o que está sentindo. Conforme Kyle e Marley curam suas feridas, seus sentimentos um pelo outro ficam mais fortes. De uma tragédia, nasce um amor que parece predestinado. Ainda assim, Kyle não consegue se livrar da sensação de que está caminhando rumo a outro desastre que vai explodir sua vida assim que ele começar a se recompor. E ele está certo.

Refúgio
Nora Roberts
Bertrand Brasil

“Refúgio é tudo que você poderia querer da icônica Nora Roberts: suspense, vingança e, é óbvio, romance.” ― PopSugar

Caitlyn Sullivan descende de uma longa linhagem de atores de Hollywood, desde seu bisavô Liam Sullivan, imigrante da Irlanda. Aos dez anos, Cate já era uma estrela ― e, ao mesmo tempo, uma criança inocente que adorava brincar de pique-esconde com os primos no rancho da família, na zona costeira da Califórnia. Foi durante uma dessas brincadeiras que ela desapareceu… Aos olhos de alguns, ela parecia uma princesinha mimada, mas Cate era, na verdade, uma menina inteligente e determinada, a ponto de conseguir escapar de seus sequestradores sozinha. Dillon Cooper ficou chocado ao encontrar uma garotinha exausta e ensanguentada se escondendo em sua casa ― mas, quando o jovem e sua família ouviram sua história, ofereceram refúgio e amparo, reunindo-a com os entes queridos. A provação de Cate, porém, estava longe de terminar. Primeiro veio a descoberta de uma traição cruel que mandaria alguém muito próximo para trás das grades. Depois, anos isolada na costa oeste da Irlanda, um lugar que oferecia a paz e a segurança de que precisava para curar suas feridas, mas uma angústia a devorava por dentro. Finalmente, ela decide voltar para Los Angeles, reunindo coragem para retomar sua carreira como atriz e superar o trauma que tirou sua vida dos trilhos. O que Cate não sabe, porém, é que, desde aquela noite, tantos anos atrás, duas sementes foram plantadas e vêm germinando: uma de um grande amor, e outra, de uma terrível vingança.

Escala Para o Amor
Jeannine Colette e Lauren Runow
Charme

Voar pelos céus tranquilos tem sido mais do que apenas um trabalho para mim. É meu lar. Dez anos atrás, fugi de tudo o que conhecia e jurei nunca mais voltar. Bem, até meu voo ser cancelado devido ao mau tempo e eu ficar presa em São Francisco. O destino não está do meu lado quando acabo pegando um Uber compartilhado e vejo que o outro passageiro é o único homem que eu pensei que nunca mais veria. Zack Hunt era meu namorado do ensino médio, o garoto de quem me afastei sem nem mesmo deixar uma mensagem de despedida. Só que agora ele já não é mais um garoto. Não; esse homem é lindo, intenso e se enraivece ao me ver. A raiva que queima dentro dele não é nada comparada à maneira como meu coração bate por vê-lo novamente. Palavras são ditas. Sentimentos são esmagados. Mas quando ele me convida a entrar em seu bar para discutirmos nosso passado, eu me vejo seguindo-o, desesperada por mais. As fronteiras entre o passado e o presente se confundem quando Zack me faz um desafio: voltar para minha cidade de infância com ele e ver do que eu me afastei. Pode me dizer que sou ávida por punição, porque eu sou. Então, eu lhe devolvo o desafio: viver um dia como eu. À nossa cidade, pegamos a estrada para reviver o passado. Ao exterior, voamos para viver no presente. Quando paramos, percebemos que talvez nunca tenhamos um futuro. Escala Para o Amor é um romance sobre segundas chances alinhadas pelo destino. Será que duas almas perdidas podem realmente reencontrar o amor em uma escala? Ou precisarão continuar voando?

Herdeira Profissional
Madeline Hunter
Charme

Minerva Hepplewhite aprendeu a cuidar de si mesma da maneira mais difícil. Quando um estranho invade sua casa, ela não desmaia nem dá sorrisinhos encabulados. Em vez disso, acerta o malandro na cabeça e o amarra — apenas para perceber que se trata de Chase Radnor, um cavalheiro, neto de um lorde, um homem que faz de seu ofício investigar questões suspeitas. Ele insiste que seu tio, um rico duque, tornou Minerva herdeira de uma fortuna. Só que um detalhe poderia surpreendê-la ainda mais: a repentina atração que sente por esse homem irritante… Chase não consegue decidir se Minerva sofreu injustiças ou se é uma femme fatale. De qualquer maneira, ela o intriga. Como se para afrontá-lo, com a herança inesperada, ela monta um escritório de investigações discretas para rivalizar com o de Chase, e pode ser a pessoa perfeita para ajudá-lo a descobrir a verdade sobre a morte de seu tio. Mas, conforme a proximidade dá lugar à sedução, Chase percebe que deseja uma aliança muito mais profunda…

Vida à Venda
Yukio Mishima
Estação Liberdade

Yukio Mishima, nome de grande importância para a literatura japonesa, com uma extensa obra publicada, e alguns inéditos no Brasil, traz ao leitor, em Vida à Venda, uma viagem ácida e divertida sobre o valor da vida. Ou, mais do que isso, sobre a vida e a morte à margem dos dias e do desencantamento. 2020 marca o cinquentenário da morte de Mishima, e é a morte, tema constante na obra do autor, que aparece em Vida à Venda como um acinzentar da alma, sem que seja, necessariamente, um pesar. Rilke escreveu que o homem moderno não pode morrer de forma romântica. E é assim que Hanio Yamada, um desiludido publicitário, e personagem principal desse romance, entende o seu desejo de morrer. De atravessar o presente. De forma pragmática, após uma frustrada tentativa de suicídio, Hanio anuncia a escolha de vender a própria vida, para que assim alguém possa direcioná-la a uma melhor forma de finitude, ou que possa, na verdade, subverter o tédio. “Vendo minha vida. Use-a como quiser. Homem de 27 anos. Garanto sigilo. Tranquilidade absoluta.” Entre Hanio e o leitor se estabelece uma relação de proximidade, cumplicidade, busca pelos caminhos da alma, e pelos sentimentos humanos. Viagem que se desencadeia ora sombria, ora irreverente. É no emaranhado de tentativas de vendas, que se torna um grande negócio, que descobrimos uma ideia cheia de possibilidades – e uma sucessão de personagens que beiram o fantástico. O desenrolar dessa aventura tem como traço a ácida narrativa de Mishima, em uma obra de forte irreverência, que prende o leitor até o último momento; misturando humor, profundidade, sexualidade, paixão e críticas à sociedade e aos costumes nela estabelecidos. Um dos últimos livros de Mishima, Vida à Venda, foi publicado originalmente na revista Playboy do Japão, entre maio e outubro de 1968. Foi com o relançamento japonês, em 2015, que se tornou um best-seller, chegando a ser adaptado para uma série televisiva em dez episódios.

A Fraternidade Jane Austen
Natalie Jenner
Universo dos Livros

Um romance poderoso e comovente que explora as tragédias e os triunfos da vida, além da humanidade universal que reside em todos nós. Logo depois da Segunda Guerra Mundial, no vilarejo de Chawton, na Inglaterra, um grupo de pessoas arrasadas pela guerra, cada uma à sua maneira, se reúne em prol de um objetivo maior: preservar tanto o lar quanto o legado de Jane Austen. Ao fundarem a Fraternidade Jane Austen, os membros do grupo buscam forças para lidar com suas próprias mágoas e perdas, por meio do amor à literatura e das palavras de uma das autoras mais celebradas da História.

O Golem
Gustav Meyrink
Carambaia

O Golem é uma criatura antropomórfica do folclore judaico, feita por mãos humanas a partir do barro. Segundo a lenda que atraiu o interesse de escritores românticos tardios no século XIX, esse personagem gigantesco foi criado em Praga por um rabino para defender a comunidade judaica de ataques antissemitas, mas teria se voltado contra o criador. A presença do Golem de Praga na trama criada por Meyrink é uma entre numerosas referências a tradições místicas e ocultistas, mas tem grande importância simbólica. É uma espécie de força irracional e destruidora que paira sobre as intrincadas vivências do personagem central, Athanasius Pernath, mestre joalheiro cujo passado é obscuro até para ele mesmo. Pernath vive no Bairro Judeu de Praga, onde se passa a maior parte da história. Um dos aspectos mais impressionantes do texto de Meyrink é a descrição desse ambiente lúgubre, de pouca luz natural, onde as construções angulosas parecem se amontoar, povoadas de figuras estranhas que habitam suas vielas, corredores, escadas e passagens ocultas. Entre essas figuras há personagens assombrosos: um sinistro vendedor de ferro-velho, uma esquálida prostituta adolescente, um surdo que recorta silhuetas em papel, um sábio versado no conhecimento religioso e sua filha encantadora, um marionetista e um jovem estudante com missão de vingança. Pernath se envolve em questões essenciais da vida desses personagens enquanto persegue uma busca da própria identidade por meio de indagações espirituais. Toda a narrativa é atravessada pelo tema do duplo, e os estudos do inconsciente, então em andamento por Sigmund Freud, encontram-se refletidos na fluidez narrativa de O Golem, em que realidade, sonho e alucinação convivem sem limites precisos. A edição da CARAMBAIA sai em versão digital e em edição numerada de 1.000 exemplares, com projeto do estúdio Bloco Gráfico, que faz referência tipográfica ao expressionismo e ao movimento Plakatstil de design de cartazes. Na capa, o desenho do título representa a criatura da lenda judaica em suas imensas proporções. O texto tem tradução do original em alemão por Petê Rissatti e posfácio de Luiz S. Krausz, escritor e professor de Literatura da Universidade de São Paulo.

Meu Corpo Minha Casa
Rupi Kaur
Planeta

O aguardado terceiro livro da autora de Outros Jeitos de Usar a Boca e O Que o Sol Faz Com as Flores, best-sellers com mais de 450 mil exemplares vendidos no Brasil. Da autora #1 do The New York Times, a terceira coletânea de poesias de Rupi Kaur, maior fenômeno da poesia mundial nos últimos anos. Um dos temas mais frequentes na obra de Rupi Kaur é a importância que há em crescer e estar sempre em movimento. Em Meu Corpo Minha Casa, ela leva leitoras e leitores a uma jornada de reflexão através da intimidade e dos sentimentos mais fortes, visitando o passado, o presente e o potencial que existe em nós. os poemas dessa coletânea, ilustrada pela autora, inspiram uma conversa interna em cada uma, em cada um, lembrando que precisamos nos preencher de amor, de aceitação e de confiança em nossas relações familiares e de comunidade. E, sempre, que precisamos estar de braços abertos para as mudanças em nossas vidas. “Mergulho na nascente do meu corpo e chego a outro mundo eu tenho tudo o que preciso aqui dentro não há motivo para procurar em outro lugar”Meu Corpo Minha Casa.

Kit Estilhaça-me: A Série Completa
Tahereh Mafi
Universo dos Livros

Kit completo da série Estilhaça-me, composto pelos 06 volumes da série e 06 marcadores exclusivos. A história de uma garota cujo simples toque é letal. Estilhaça-me traz um mundo distópico hipnotizante, uma emocionante história de super-heróis e Juliette – uma heroína inesquecível.

Parados e Peripatéticos
Pedro Dutra Pedra
7 Letras

É possível capturar o peso de um gesto em palavras? O sabor de um olhar? A aspereza de uma sombra? Os contos de Parados e Peripatéticos têm a capacidade de atribuir sentidos e intenções surpreendentes aos mais diversos arranjos e situações, em meio a uma galeria de tipos impagáveis. A escrita de Pedro Dutra Pedra é elegante e concisa, com um leve toque de humor e ironia que dá um tempero especial a seus diálogos e descrições. O sotaque nordestino é infalível e também universal: afinal os cenários podem ser os mais variados possíveis, mas a natureza humana é sempre a mesma, e podemos ver a mola-mestra das paixões que conduzem cada gesto, atitude ou intenção de seus personagens.

Vinte Poemas de Amor e uma Canção Desesperada: Edição Bilíngue: 1333
Pablo Neruda
L&PM

A explosão do jovem Neruda EDIÇÃO BILÍNGUE. Publicado originalmente em 1924, Vinte Poemas de Amor e uma Canção Desesperada é até hoje um dos títulos mais vendidos de poesia em língua espanhola. Foi o segundo livro lançado pelo jovem Pablo Neruda (1904-1973), depois de Crepusculário, e já se vê aqui os principais temas que marcariam toda a obra literária do autor: o espanto do ser humano diante da experiência amorosa, o louvor à mulher amada e a celebração das paisagens chilenas. Como apontou Gabriela Mistral, Neruda significou “um homem novo na América, uma sensibilidade com a qual abre um novo capítulo emocional americano”. O próprio poeta, que em 1971 seria laureado com o Prêmio Nobel de Literatura, falou em suas memórias sobre a presente obra: “É um livro que amo porque, apesar de sua aguda melancolia, está presente nele o prazer de viver”. “Posso escrever os versos mais tristes esta noite. Eu a quis, e às vezes ela também me queria. Em noites como esta, a tive nos meus braços. Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.”

Não é Errado Ser Feliz
Linda Holmes
Intrínseca

Comédia romântica best-seller do The New York Times conta a história de uma relação improvável entre uma jovem viúva com passado conturbado e um atleta de beisebol em crise com o presente. Em uma cidadezinha costeira do estado americano do Maine, Evvie Drake raramente sai de sua casa enorme e vazia, mesmo um ano após a morte do marido. Todos na cidade, inclusive Andy, seu melhor amigo, acreditam que ela fica trancada ali porque ainda está em processo de luto ― e Evvie certamente não faz nada para mudar essa impressão. Já em Nova York, Dean, ex-arremessador profissional e amigo de infância de Andy, vive o pior pesadelo de um atleta em sua posição: não consegue mais arremessar e, o pior de tudo, não faz ideia do motivo. Enquanto a imprensa trata de cobrir seu fracasso com uma insistência voraz, o convite de Andy para que passe um tempo no Maine parece a oportunidade perfeita para recomeçar. Quando Dean se muda para o apartamento anexo à casa de Evvie, os dois fazem um acordo: ele não fará perguntas sobre o ex-marido dela, e ela não vai perguntar sobre a carreira dele no beisebol. Mas na vida, como no esporte, tudo pode mudar, até o último segundo. E assim tem início uma inesperada amizade… Com potencial de se tornar algo mais.

Drácula – Versão integral
Bram Stoker
Antofagica Editora

Um monstro ancestral está chegando a Londres: o vampiro original, um sugador de sangue em uma pele de conde, prestes a ampliar seu território e devorar vidas por toda a parte. Caçá-lo será um desafio para um grupo de cavalheiros desesperados por salvar suas amigas das mãos do vampiro. Eles contarão com a ajuda do famoso médico Van Helsing, que aliará seus conhecimentos de lendas e superstições à verdadeira astúcia e ao pensamento científico para destruir esse mal encarnado. Quando publicou este clássico pela primeira vez, em 1897, Bram Stoker firmou na imaginação popular a mais célebre imagem da lenda do vampiro, que se tornaria uma referência insuperável para o cinema e outras mídias. A edição da Antofágica traz nova tradução de Fábio Bonillo, ilustrações da artista plástica Juliana Bernardino, apresentação de Érico Borgo e posfácios de Daniel Serravalle de Sá, Anne Quiangala e Alexandre Callari.

Box Gabriel García Márquez
Gabriel García Márquez
Record

Coletânea dos três maiores livros de Gabriel García Márquez, um dos mais importantes autores da América Latina e grande mestre do realismo mágico. Esta edição conta com um livreto com conteúdo inédito: o texto García Márquez Em Estado Puro de autoria do jornalista e tradutor de Cem Anos de Solidão, Eric Nepomuceno. Gabriel García Márquez, ou Gabo, foi, além de jornalista e roteirista, um dos maiores autores da América Latina e do mundo do século XX, e essa é uma coletânea para honrar suas maiores obras. Depois que Cem Anos de Solidão foi publicado, em 1967, não só a vida de García Márquez muda como todo o paradigma do que se entendia como literatura latino-americana. O mundo voltou seus olhos para o que era produzido pelo autor colombiano da cidade de Aracataca, e Gabo apresentou ao mundo a realidade de um continente sofrido, preso ao real, mas nem por isso incapaz de abraçar a mágica da vida. Além dos três livros de Gabo, esse box ainda é acompanhado do livreto García Márquez Em Estado Puro, com texto do jornalista e tradutor Eric Nepomuceno e fotos de Gabo. Nele, Nepomuceno nos oferece um panorama histórico do momento de escrita dos três livros e como cada um deles influenciou a vida e a obra de García Márquez em um relato que só alguém que conheceu o autor pessoalmente seria capaz de produzir. É um texto que enriquece ainda mais essa coletânea fundamental para qualquer leitor ávido de García Márquez ou para quem deseja uma belíssima introdução aos seus livros. O box traz Cem Anos de Solidão, Crônica de uma Morte Anunciada e O Amor Nos Tempos do Cólera.

Box Albert Camus – Edição de luxo
Albert Camus
Record

Quatro livros indispensáveis da obra de Albert Camus, um dos autores mais importantes do século XX, pela primeira vez em uma coletânea de luxo. Esta edição conta com um livreto escrito pelo jornalista e crítico literário Manuel da Costa Pinto, apresentando o texto inédito Um Romance Sempre é Uma Filosofia Posta em Imagens e Fotos de Albert Camus. É inegável a importância de Albert Camus na produção literária do século XX no Ocidente, um autor que dedicou a vida a explorar o absurdo da condição humana. E essa edição conjunta é uma celebração de sua obra, que reúne seu primeiro ensaio filosófico – O Mito de Sísifo – e os três romances que Camus publicou em vida – O Estrangeiro, A Peste e A Queda. Segundo Manuel da Costa Pinto, “Camus sempre insistiu em que, apesar da heterogeneidade formal e estilística das suas obras, todas giravam em torno de alguns temas obsessivamente revisitados a cada momento criativo”. E é pensando nestes temas camusianos que a Editora Record publica esse box com novo projeto gráfico que enaltece esses quatro livros obrigatórios em qualquer estante. Além dos livros, essa coletânea é acompanhada também por um livreto com o texto inédito de Manuel da Costa Pinto. Ele amarra as quatro obras, traçando uma linha ligando cada um dos livros às reflexões da filosofia camusiana e à própria história do autor, o que enriquece ainda mais o repertório de quem já é leitor de Camus e serve como uma bela introdução para quem deseja se aventurar pelos tratados de um dos autores mais importantes do mundo. Box com O Estrangeiro, A Peste, O Mito de Sísifo e A Queda.

Os Vivos e os Outros
José Eduardo Agualusa
Tusquets

Um festival literário na ilha de Moçambique reúne três dezenas de escritores africanos que, na sequência de uma violentíssima tempestade no continente (e de um evento muito mais trágico, que só no fim se revela), permanecem totalmente isolados, sem ligação com o resto do planeta, durante sete dias. Uma série de estranhos e misteriosos acontecimentos, colocando em causa a fronteira entre realidade e ficção, entre passado e futuro, entre a vida e a morte, inquieta os escritores e a população local: alguns dos personagens dos livros daqueles escritores parecem ter tomado vida, passeando agora pelas ruas da cidade histórica.

Pachinko
Min Jin Lee
Intrínseca

Livro narra a saga de três gerações de imigrantes coreanos no Japão do século XX e foi recomendado por Barack Obama. No início dos anos 1900, a adolescente Sunja, filha adorada de um pescador aleijado, apaixona-se perdidamente por um rico forasteiro na costa perto de sua casa, na Coreia. Esse homem promete o mundo a ela, mas, quando descobre que está grávida ― e que seu amado é casado ―, Sunja se recusa a ser comprada. Em vez disso, aceita o pedido de casamento de um homem gentil e doente, um pastor que está de passagem pelo vilarejo, rumo ao Japão. A decisão de abandonar o lar e rejeitar o poderoso pai de seu filho dá início a uma saga dramática que se desdobrará ao longo de gerações por quase cem anos. Neste romance movido pelas batalhas enfrentadas por imigrantes, os salões de pachinko ― o jogo de caça-níqueis onipresente em todo o Japão ― são o ponto de convergência das preocupações centrais da história: identidade, pátria e pertencimento. Para a população coreana no Japão, discriminada e excluída ― como Sunja e seus descendentes ―, os salões são o principal meio de conseguir trabalho e tentar acumular algum dinheiro. Uma grande história de amor, Pachinko é também um tributo aos sacrifícios, à ambição e à lealdade de milhares de estrangeiros desterrados. Das movimentadas ruas dos mercados aos corredores das mais prestigiadas universidades do Japão, passando pelos salões de aposta do submundo do crime, os personagens complexos e passionais deste livro sobrevivem e tentam prosperar, indiferentes ao grande arco da história.

Estrelas Fritas Com Açúcar: Uma História de Amor e de Coragem, Costurada Pelas Mãos de uma Mulher Visionária
Letícia Wierzchowski
Planeta

Naquela cidadezinha do interior de Santa Catarina, havia uma venda familiar. Era dela que a família Hess tirava parte do seu sustento, comerciando os produtos mais variados, trazidos desde a distante São Paulo. E foi atrás daquele balcão que Adelina, a terceira filha do casal Hess, descobriu seu talento para os negócios. Trabalhadora e corajosa, a moça deixou o colégio para se dedicar ao negócio da família. Embora vivesse atarefada demais, Adelina não deixou de sentir quando o amor colocou Duda em seu caminho. Juntos, os dois construíram uma família enorme e também um império. Esta história – repleta de sucessos, mas também de dor e de luta – é contada aqui com a ajuda das Três Moiras, as fiandeiras do Olimpo, responsáveis pelo destino de deuses e homens. São elas que fiam a história de Adelina e de Duda, percorrendo o tempo desde o início da Segunda Guerra Mundial até os dias atuais.

Mapas Para Desaparecer
Nara Vidal
Faria e Silva Editora

O silêncio de um casamento desgastado, o desaparecimento de uma filha, a exploração social, o abuso do corpo, o esquecimento em vida, a hipocrisia e a inveja dos pares, a repressão sexual e a mentira compulsiva são alguns dos temas tratados nos onze contos de Nara Vidal, vencedora do Prêmio Oceanos. Nesta coleção, a autora revela o avesso da pele das personagens para nos mostrar a crueza e a profundidade das relações humanas através das várias formas de submissão e disfarce cotidianos.

O Diabo
Marina Tsvetáieva
Editora Kalinka

Parte da prosa autobiográfica de Marina Tsvetáieva (1892–1941), O Diabo foi publicado primeiramente em Paris, em 1935, no número 59 da “Sovremiennye Zapíski” (“Notas Contemporâneas”), importante revista literária da emigração russa na França que funcionou de 1920 a 1940 e reuniu escritores como Andrei Biély, Ivan Búnin, Nadiejda Teffi, Vladímir Nabókov. O Diabo reconstrói em prosa as lembranças de Marina Tsvetáieva de si mesma menina (até seus sete anos): “Não vou falar daquilo que não aconteceu, pois a única finalidade, o único valor desses escritos está em sua identidade com o passado, na coincidência consigo mesma daquela menina, reconheço-o, esquisita, mas que existia”. No entanto, o texto não é “apenas um quadro vivo de sua infância, mas a interpretação mitologizada de sua vocação poética”, como escreveu Аnna Kamiénskaia. A obra traz as impressões ambíguas, sensuais, sensoriais, literárias e pluriculturais da figura do diabo para Tsvetáieva. O Mycháty (como ela o chamava), que vivia no quarto de Valéria, sua meia-irmã, é dual e paródico: “Um de meus primeiros medos secretos e dos terríveis segredos de criança (de minha infância) era: ‘Deus-Diabo!’“. Não por acaso o texto tem a epígrafe “Diabo liga com criança”, uma expressão russa que denota atração de diferentes.

Assassin’s Creed: Valhalla: A Saga de Geirmund
Matthew J. Kirby
Planeta Minotauro

Romance canônico do universo de Assassin’s Creed: Valhalla, novo game da Ubisoft! Descubra a épica jornada por trás da lenda do guerreiro viking Geirmund Hel-hide Século IX de nossa era. Os orgulhosos reis de Wessex sonham há séculos com a unificação da Bretanha. No entanto, precisam lutar contra uma terrível ameaça que vem do Leste, capaz de colocar em xeque sua soberania. Pela primeira vez na História, os clãs vikings decidem juntar suas forças e concentrar seus esforços na conquista dos verdes litorais controlados pelos saxões. E eles estão armados e prontos para roubar esse reino tão cheio de riquezas para seu povo. Descendente de grandes reis nórdicos, Geirmund Hel-hide parte em uma missão para provar seu valor como viking e como grande guerreiro. Na perigosa jornada pelos mares do Norte, ele cruza caminhos com um ser mitológico, que lhe concede um bracelete repleto de mistérios. O artefato promete grande poder àquele que o carrega… mas também traz a profecia de uma terrível traição. Conforme Geirmund sobe na hierarquia do temido exército do rei Guthrum, ele tem de usar sua astúcia para encarar e vencer todos os desafios que aquela terra, arrasada pela morte e pela guerra, lhe traz. E na luta ao lado de guerreiros leais, o caminho de Geirmund logo o levará a um conflito tão antigo quanto os próprios deuses.

Kit – O Amor Sob Máscaras
Lorraine Heath
Gutenberg

Em Codinome Lady V, primeiro volume da trilogia, vamos conhecer a história de Minerva Dodger, uma mulher decidida por sua liberdade. Por trás de uma máscara e do codinome “Lady V.”, Minerva desperta o desejo de muitos homens, mas o Duque de Ashebury é que será realmente fisgado pela misteriosa mulher de máscara branca. Entre mistérios, encontros e desencontros, Ashe e Minerva precisarão escolher entre os interesses e os sentimentos para se entregarem a essa história de amor. Em O Segredo do Conde, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney nas sombras de um jardim. A paixão que se agita dentro dele, no entanto, precisa permanecer oculta, porque a jovem está noiva de seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando uma tragédia atinge a família dele, Edward faz uma promessa ao irmão doente. O desejo provocado naquela noite tempos atrás será rapidamente reavivado. Será que Edward se arriscará a revelar seus segredos para ter Julia a seu lado? Em A Marquesa de Havisham, Portia Gadstone se vê obrigada a casar com um louco para se manter protegida. Mas o filho do marquês, Locke, não confia na futura esposa de seu pai e é levado a tomar medidas drásticas para impedir que ela se aproveite da situação. De maneira repentina, a união supostamente calma planejada por Portia se transforma em uma relação perigosa e repleta de tentações. Ao se ver apaixonada por Locke, ela descobre segredos sombrios, que ameaçam separá-los para sempre… A menos que ele arrisque tudo e entregue seu coração para o amor.

Fogo, Cerrado!
Marcos Wilson Spyer, Bruno Liberati
Geração Editorial

O Cerrado Vivo é o principal personagem deste livro. Formado pelo entorno do Rio São Francisco expandido para Leste e Oeste, numa área de 2 milhões de km2, é fator de unidade territorial e cultural do país. Fogo, Cerrado! é um livro forte e que leva a reflexões profundas em meio a uma narrativa, como delírio, perto de um realismo cruel vizinho do naturalismo, em que transgressões do homem irracional são reveladas numa linguagem cruel, divertida, erótica, livre, poética, vigorosa. Fogo, Cerrado! é a força de um autor de fôlego próprio, vivo, original.

O Morro dos Ventos Uivantes
Emily Brontë
Darkside

Turbulência, impetuosidade e misticismo. Originalmente publicado em 1847, O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë, combina paixão e trevas de maneira surpreendente ― emoções que os leitores apaixonados pela DarkLove, marca da DarkSide® Books que revela as novas vozes femininas da literatura, conhecem bem. Se hoje as obras de Laura Purcell, Yangsze Choo, Kerri Maniscalco, Patrice Lawrence, Silvia Moreno-Garcia e tantas outras autoras inigualáveis encantam e fascinam, é porque mulheres igualmente talentosas decidiram dar vida a personagens e histórias inesquecíveis lá atrás. Para honrar as autoras que inspiram gerações de escritoras, a DarkSide® Books orgulhosamente apresenta o selo DarkLove Classics: clássicos da literatura selecionados com o rigor e o carinho da Caveira para os leitores que adoram sentir o coração bater mais forte. E o primeiro é uma das obras mais influentes da literatura mundial: O Morro dos Ventos Uivantes. Um dos grandes romances das irmãs Brontë, este clássico apresenta uma história fantasmagórica de obsessão, vingança e paixões intensas. Na trama, o órfão Heathcliff é acolhido ainda criança pela família Earnshaw e apaixona-se pela pequena Catherine. O afeto, embora correspondido, transforma-se em um amor impossível. Tal vínculo devastador é envolto por uma atmosfera sombria e um teor dramático e audaz que consolidaram Emily Brontë como uma das rainhas da literatura inglesa. Publicado sob o pseudônimo Ellis Bell, O Morro dos Ventos Uivantes não foi bem recebido pela crítica na época; sua atmosfera lúgubre e estrutura inovadora chocaram a sociedade e os temas impactantes eram sensíveis à moral vitoriana. Por muito tempo pensou-se que o livro havia sido escrito por um homem, até que, em 1850, passou a ser publicado com o nome verdadeiro da autora. História vertiginosa, O Morro dos Ventos Uivantes cativa pela complexidade de seus personagens. Todos são humanos e passionais, e tão fascinantes que ultrapassaram as barreiras do tempo e permanecem na memória de leitores em todo o mundo. Único romance escrito por Emily Brontë, esta obra-prima concentra toda a perspicácia, imaginação e autenticidade da autora em uma narrativa hipnotizante. Este divisor de águas da literatura chega para os leitores no padrão de qualidade da DarkSide® Books, em uma edição belíssima, com as ilustrações apaixonantes e sombrias de Luciana Vasconcelos e tradução devotada de Marcia Heloisa, pesquisadora e doutora em Literatura Comparada que já deu voz a Edgar Allan Poe, Drácula e às Vitorianas Macabras.

O Mágico de Oz: First Edition / Emerald Edition
L. Frank Baum, William Wallace Denslow
Darkside

Clássico da literatura infantil, O Mágico de Oz encanta jovens e adultos há mais de um século. O livro é tão parte do nosso acervo cultural que até mesmo quem não leu ou viu o filme com Judy Garland conhece Dorothy, o Espantalho, o Homem de Lata, o Leão Covarde, o Mágico de Oz, as bruxas e, é claro, o cachorrinho Totó. É com o peito inflado de orgulho que dividimos com você, darksider, nossa mais recente novidade. Prepare-se para embarcar em uma viagem fabulosa e reencontrar um livro encantador. O caminho é fácil: é só seguir a estrada dos tijolos amarelos. O Mágico de Oz agora é DarkSide®. Publicado em 1900, o livro de L. Frank Baum narra as peripécias de Dorothy que, após ter sua casa transportada pelos ares por um ciclone, aterrissa no encantado reino de Oz. Em busca de um caminho de volta ao lar, Dorothy enfrentará muitos obstáculos, mas com a ajuda de companheiros improváveis, encontrará sua própria força. Da atmosfera melancólica da fazenda onde Dorothy mora com os tios ao esplendor da Cidade de Esmeraldas, L. Frank Baum nos apresenta cenários e personagens inesquecíveis. Sua escrita sensível enaltece a coragem das mulheres e sua protagonista, considerada a primeira feminista da literatura infanto-juvenil, é também uma homenagem a sua esposa e sua sogra ― ambas engajadas na causa dos direitos das mulheres na alvorada do século XX. Para transportar os leitores para um mundo fantástico, O Mágico de Oz aporta na Fábulas Dark em grande estilo. Para personalizar ainda mais a jornada rumo a Oz, trazemos duas capas muito especiais. Aos que buscam a experiência clássica, a First Edition é inspirada na folha de rosto da primeira edição do livro, publicada em 1900. Já a Emerald Edition, com suas cores vibrantes, traz uma leitura moderna para esse clássico imortal. No miolo, ambas contam com as ilustrações originais de William Wallace Denslow, famoso por ter dado vida à Terra de Oz e seus habitantes. O livro é traduzido por Marcia Heloisa, que já esteve na Transilvânia do Drácula, no País das Maravilhas de Alice, no reino sombrio de Edgar Allan Poe, e, agora, leva Dorothy pelo reino de Oz. Depois das aventuras de Alice no País das Maravilhas, chegou a hora de acompanharmos a jornada de Dorothy e seus amigos. Fábulas Dark | Só os insetos sabem o caminho de casa. A DarkSide® Books vai cair na toca do coelho, atravessar o túnel de árvores e redescobrir jardins secretos que ainda estão florescendo para uma nova geração de leitores. A marca Fábulas Dark vai trazer histórias surpreendentes que atravessaram gerações e se expandiram do mundo das palavras para todos os formatos e manifestações artísticas. Edições únicas e de puro encantamento. Viva a experiência dark no nosso mundo de fábulas.

Rastro de Sangue: O Grande Houdini: 3
Kerri Maniscalco
Darkside

Audrey Rose Wadsworth está pronta para mergulhar em mais um mistério. A jovem investigadora retorna ainda mais experiente e sagaz desde que começou a utilizar seus conhecimentos em medicina forense para solucionar crimes sombrios. Não bastasse seu envolvimento direto com o grotesco caso de Jack, o Estripador, ela ainda deu o sangue em uma investigação sinistra no coração da Romênia. Agora, ela e seu parceiro ― na vida e no crime ― Thomas Cresswell embarcam no opulento transatlântico RMS Etruria para auxiliar na investigação de mais um caso, e logo as coisas começam a acontecer. Somos então levados para o meio de um circo itinerante, belo e bizarro, capaz de arrancar muito mais do que aplausos da plateia por suas atrações fantásticas. Mefistófeles, o jovem mestre de cerimônias, parece não dizer tudo que sabe. Os videntes e acrobatas também buscam disfarçar a verdade entre cartas marcadas e saltos mortais. É nesse cenário insólito que o jovem Houdini brilha como poucos. Carismático, ele conquista qualquer multidão por onde passa. Quando corpos começam a surgir pelo navio, posicionados de forma a imitar as ilustrações centenárias das cartas de tarô, todas as suspeitas se voltam para o grupo de artistas tripulados. Um mistério arrebatador no meio do oceano Atlântico do qual o leitor e o grande culpado não poderão escapar. Rastro de Sangue: O Grande Houdini é uma aventura repleta de magia, ilusões e um mistério que os fãs de Agatha Christie e Sherlock Holmes vão adorar decifrar. Kerri Maniscalco, uma das autoras mais queridas da DarkSide®️ Books, continua encantando os leitores com sua narrativa ágil e envolvente, misturando ficção histórica, romance e a força feminina com maestria. Neste terceiro volume, a autora delineia um retrato minucioso de Audrey Rose, cuja personalidade, após os acontecimentos traumáticos dos livros anteriores, revela-se ainda mais complexa e profunda. Em Rastro de Sangue: O Grande Houdini, nossa protagonista prova que empatia, vulnerabilidade e incerteza também são elementos que compõem o poder de uma mulher e que, no jogo de ilusões da vida e do amor, é ela quem dá as cartas. Sempre astuta e perspicaz, Audrey aprende a usar os truques e as ilusões a seu favor, enquanto dá a impressão de estar sendo conduzida ― como a donzela vitoriana que todos idealizaram ―, na verdade está mais do que nunca no controle dos acontecimentos e de seu próprio destino. Personagens apaixonantes são apresentados e rostos conhecidos voltam para enriquecer a trama; enquanto isso, juntamos as pistas ao lado Audrey e Thomas para tentar descobrir o novo rastro de sangue. É nesse mar de enigmas, surpresas e vaidades que somos levados por uma busca incessante pela verdade. Rastro de Sangue: O Grande Houdini faz parte da marca editorial DarkLove, só com livros escritos por mulheres com grandes histórias para contar. Mais uma experiência literária inesquecível para os investigadores de plantão.

DVD: Devoção Verdadeira a D.
Cesar Bravo
Darkside

Histórias de sangue sempre voltam para nos assombrar. Seremos devotos de D., confiando em sua palavra para visitar a cidade maldita mais uma vez? O mestre brasileiro do terror, Cesar Bravo, expande o próprio tempo e mostra que as raízes infernais de Três Rios são bem mais antigas e profundas do que poderíamos imaginar. Em DVD: Devoção Verdadeira a D., tudo está ultra conectado, com verdades e personagens que vão muito além da carne. Quem ficou sem dormir por conta das visões perturbadoras de VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue precisa se preparar. Bravo nos apresenta histórias ainda mais sangrentas, contos que se retroalimentam e se fundem, filhotes cruéis que nasceram no coração da terra faminta de Três Rios. O silêncio pandêmico ecoa diante de personagens tão reais quanto assustadores, e novos registros aterrorizantes se unem a outras obras da carreira do autor. VHS conquistou uma legião de fãs pelo Brasil ― “Cesar Bravo é aquela música porrada que não sai da cabeça”, declarou João Gordo. O seu sucesso avassalador também chegou nas mãos de grandes nomes da literatura dark no mundo. “O VHS de Cesar Bravo é uma cápsula do tempo aterrorizante. Uma viagem pelos nossos mais profundos pesadelos até o horror clássico em toda a sua glória e potência”, nas palavras de Andrew Pyper, autor dos best-sellers O Demonologista e Os Condenados. “Cesar Bravo tem uma das mentes mais sombrias que já conheci para criar histórias”, frisa o autor de Antologia Macabra, Hans-Åke Lilja. Em sua terceira obra publicada pela DarkSide® Books, a escrita de Cesar Bravo vem ainda mais afiada, contundente e transgressora. A voz singular e muito brasileira do escritor começou sussurrando suas pragas, mas agora grita para que o terror nacional nunca mais volte a dormir. Chegou a hora de apreciar a ferida aberta, a beleza do horror, uma ode à eterna dor de existir.

Rafeiros de Salónica
Kjell Askildsen
Editora Trinta Zero Nove

Um homem. Uma mulher. Intimidade. Distância. São estes os elementos que constituem um conto de Kjell Askildsen. Os onze contos desta coletânea acontecem com frequência durante os breves e sufocantes verões Árticos da Noruega, quando a população emproada desabotoa os vestidos e ebriamente deixa escapar algumas verdades, para variar. No primeiro conto, um homem espia a filha pequena e a amiga, mente para a mulher, embebeda-se e fere-se, de repente confessa-se à mulher. O que muda? Nada. No segundo conto um homem e a companheira tentam conversar enquanto tomam café, bebem vinho e fumam cigarros e falam um com o outro sobre os cães que viram uma vez em Salónica a acasalar e que não se conseguiam soltar. O conto termina com o homem a partir a bengala em que se apoiava enquanto a companheira dorme no lado dela da cama. Noutro conto entra à baila uma história de sexualidade desconfortável e incestuosa, clássica característica de Askildsen. Um homem gravemente ferido está aos cuidados da irmã, enquanto a mulher é enterrada. É um personagem de Askildsen: suficientemente ferido para estar preso dentro dele próprio, incapaz de negar os impulsos sombrios que também esconde. Os contos são paradoxalmente limitados e ilimitados. Pouca coisa acontece aos personagens, tudo fora da vida ordinária e nada externamente muito dramático. Mas dentro deles próprios, os personagens são tudo: infinitamente bons e maus, muitas vezes simultaneamente; têm uma grande ternura uns pelos outros e são inefavelmente cruéis uns com os outros. São o mundo em um grão de areia.

Orgulho e Preconceito
Jane Austen
Excelsior

Jane Austen explorou como poucos a expressão de nossos vícios e virtudes no ambiente doméstico, expondo em cada gesto, olhar e palavra a alma de seus personagens. Seu olhar aguçado sobre a índole humana aliado a uma percepção crua e irônica dos costumes de sua época atinge o auge em Orgulho e Preconceito, uma história de amor repleta de desencontros e desentendimentos como só as histórias humanas são capazes. Por meio de Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy – incontestavelmente, o casal mais afiado da história da literatura – somos conduzidos à sociedade inglesa da virada do século XIX, cujos orgulhos e preconceitos das mais diversas naturezas ecoam ainda em nosso presente. Sobre a autora: JANE AUSTEN (1775-1817) foi uma escritora inglesa consagrada pelos romances marcadamente irônicos e incisivos sobre a cidade rural da Inglaterra entre o final do século XVIII e início do século XIX. Além do clássico Orgulho e Preconceito, sua obra ainda inclui títulos de renome mundial como Razão e Sensibilidade, Emma e Persuasão. Curiosidades sobre obra e autora: • Jane Austen tentou publicar Orgulho e Preconceito pela primeira vez em 1797, aos 21 anos. No entanto, o livro só chegaria nas mãos dos leitores em 1813; • A autora tinha um carinho especial por Orgulho e Preconceito, e costumava se referir à obra como sua “criança querida”. Jane também nutria enorme apreço pela protagonista Elizabeth Bennet, a quem considerava “a mais encantadora criatura que já surgiu em uma obra impressa”; • Como muitos personagens em Orgulho e Preconceito, Jane Austen sofreu na própria pele o preconceito de classe. Apaixonada por um jovem da alta sociedade, foi impedida de casar-se pela família do rapaz; • Orgulho e Preconceito não foi a primeira opção de título da obra, que originalmente se chamava Primeiras Impressões; • Atualmente, há mais de cem adaptações de Orgulho e Preconceito, incluindo o famoso O Diário de Bridget Jones.

Cadeira de Balanço
Carlos Drummond de Andrade
Companhia das Letras

Lançado em 1966, Cadeira de Balanço é o terceiro volume de crônicas de Carlos Drummond de Andrade. Nome incontornável quando o assunto é poesia, o escritor se revelou exímio cronista, capaz de extrair humor e profundidade de situações banais. “Cadeira de balanço é móvel da tradição brasileira que não fica mal em apartamento moderno. Favorece o repouso e estimula a contemplação serena da vida, sem abolir o prazer do movimento.” É assim que Carlos Drummond de Andrade define este volume. A cadeira de balanço, como se vê, não é apenas o lugar mais desejável para se apreciar esta reunião de crônicas. É também ― e principalmente ― a imagem perfeita para sintetizar o gênero: pressupõe uma atmosfera coloquial e relaxada, ideal para se descansar, mas também para refletir sobre o que se passa ao redor. Nesta mistura de conto, diálogo, caso, anedota, reflexão e nota, o leitor observa o mundo através dos olhos do poeta, que foi capaz de imprimir ― seja na poesia, seja na prosa ― sua sensibilidade e seu estilo inconfundíveis. Reunidas, estas crônicas acabam por se tornar o retrato de uma época, tendo como pano de fundo um efervescente Rio de Janeiro. Posfácio de Sérgio Rodrigues.

Moça Deitada na Grama
Carlos Drummond de Andrade
Companhia das Letras

Nessas crônicas escritas já na maturidade, Drummond lança seu olhar para o Rio de Janeiro e seus personagens. Carlos Drummond de Andrade inaugura este volume contemplando uma moça esparramada na grama: “Eu vi e achei lindo. Fiquei repetindo para meu deleite pessoal: ‘Moça deitada na grama. Moça deitada na grama. Deitada na grama. Na grama’. Pois o espetáculo me embevecia. Não é qualquer coisa que me embevece, a esta altura da vida”. Essa e outras situações irrompem nas crônicas de Drummond para provar que a realidade também é feita de lirismo ― e vice-versa. Derradeiro livro entregue à editora, em 1987, Moça Deitada na Grama é uma seleção das últimas crônicas escritas pelo poeta, que por décadas colaborou para os jornais mais relevantes do país. O insólito e o lírico são faces de uma mesma moeda nestes textos que descrevem o Rio de Janeiro e seus moradores, em situações cômicas e despretensiosas, com boas doses de filosofia. Posfácio de Carola Saavedra.

Rafa e Luiz em: O Mistério do Face
Rafaella Baltar e Luiz Phellipe
Pixel

Rafa e Luiz já acumulam mais de 14 milhões de inscritos no canal, e o sucesso do casal vem crescendo cada vez mais. Dentre os diversos conteúdos que produzem, um desafio em especial conquistou o público: a luta contra o temido Face. Os dois vivem muitas aventuras quando a Mansão é invadida pelo misterioso vilão e precisam desvendar enigmas e se proteger para vencer o jogo. Agora, eles estão em uma etapa ainda mais assustadora e vão precisar da ajuda de um novo jogador muito importante: você! É isso mesmo, o Face invadiu a casa e trancou todos os cômodos, deixando muitas armadilhas que, junto ao casal, você precisará desvendar para salvar duas pessoas muito importantes das garras do grande inimigo! No livrão Rafa e Luiz em: O Mistério do Face, você vai encontrar enigmas e jogos desafiadores! E mais: problemas de lógica, jogos dos erros, códigos secretos e mensagens enigmáticas, além de testes superdivertidos e pôsteres exclusivos. Você está preparado para o desafio?

Feliz Aniversário, Clarice: Contos Inspirados em Laços de Família
Hugo Almeida
Autêntica

Em 2020, centenário de nascimento de Clarice Lispector, completam-se também 60 anos da publicação de Laços de Família, seu mais célebre livro de contos. Para essa dupla comemoração, 27 ficcionistas brasileiros dialogam com a obra da escritora e a homenageiam, nesta coletânea que traz narrativas inspiradas em cada um dos contos de Laços de Família. Intertextuais ou não, as recriações têm pontos de vista bem diferentes ou mesmo opostos. São, em geral, duas por conto de Clarice, uma escrita por mulher e outra por homem, quase sempre de estados e idades distantes, em uma amostragem da rica e diversificada literatura brasileira contemporânea. Enriquecem o volume depoimentos de cada um dos autores sobre a “gênese dos contos”. “Seja qual for o ponto irradiador, a escrita nova abre-se em perspectivas múltiplas, em que os laços de família e outros laços possíveis no campo das relações humanas são aqui revisitados na sua complexidade e no seu mistério. Eis um modo ao mesmo tempo instrutivo e divertido de se reinventar Clarice, em uma demonstração de que seu legado, precioso, continua bem vivo entre nós.” – Nádia Battella Gotlib
********

Autores: Álvaro Cardoso Gomes | Ana Cecília Carvalho | Anna Maria Martins | Beatriz de Almeida Magalhães | Bruna Brönstrup | Francisco de Morais Mendes | Guiomar de Grammont | Hugo Almeida | Itamar Vieira Junior | Jádson Barros Neves | Jeosafá Fernandez Gonçalves | Jeter Neves | Letícia Malard | Lino de Albergaria | Mafra Carbonieri | Marilia Arnaud | Marta Barbosa Stephens | Mayara La-Rocque | Raimundo Neto | Stella Maris Rezende | Rodrigo Novaes de Almeida | Ronaldo Cagiano | Ronaldo Costa Fernandes | Sandra Lyon | Tarisa Faccion | Valdomiro Santana | W. J. Solha

Nutshell: Diário de um Aprisionado
Giulio Berruti
AllBook

Nico vive em um mundo perfeito, tem tudo o que deseja: tem a família certa, os amigos certos, um futuro seguro, muito dinheiro. Tudo em uma pequena bolha da qual ele deve escapar. Rapidamente. A sua “menina” faz 270 por hora, e em Roma há ruas e há noites feitas para lembrar aos homens que eles ainda não morreram. Nico e seus amigos decidem, em uma dessas noites, participar de uma corrida clandestina. E o teriam feito novamente, se o céu de Roma não tivesse estourado em chamas anunciando a chegada de outro verão. Quatro meninos e suas pranchas de surfe partem para a Costa Rica, com o propósito de ver se a onda mais alta é melhor do que uma corrida. Mas Nico nunca vai chegar perto de uma onda ou um carro durante sua viagem. Ele vai encostar em uma bela mulher e na morte, abraçar o mais poderoso narcotraficante costarriquenho e sua esposa, jogar uma granada contra o céu e ouvir a nova música dos fragmentos de sua antiga vida.

O Dia Em Que Você Chegou
Nana Pauvolih
Valentina

Angelina levava uma vida feliz com o namorado, Adriano, com quem morava. Os dois se entendiam em todos os aspectos e tudo estava perfeito. Mas, com o tempo, o que nunca havia atrapalhado o casal passou a ser um problema: as constantes crises causadas pela artrite reumatoide que acompanhava Angelina desde um episódio traumático na infância. Trabalhando em um escritório de advocacia, Adriano não tinha uma companheira que o acompanhasse nas constantes saídas com os colegas de trabalho. E a vida sexual também já não estava mais agradando. Depois de uma briga, os dois se separam e Angelina vai morar com Manu e Lila, sua amiga de infância, quase uma irmã. Boates, bares e reuniões entre amigos, comuns na vida de qualquer jovem solteira, estão longe de fazer parte da rotina de Angelina. Os dias se resumem às traduções que faz para uma editora, às séries que assiste na televisão e às sessões de fisioterapia. Isso até conhecer Valentim durante uma (rara) saída para comemorar o aniversário de Lila. Personal trainer bem sucedido, filho de pais milionários, muito bonito e sensual. Valentim era o sonho de nove entre dez garotas, mas só tinha olhos para Angelina. O amor dos dois supera todos os obstáculos e passa a ser uma força para a jovem, que se rende a novos tratamentos e redescobre a alegria de viver. O dia em que você chegou é um convite à autoaceitação e à esperança pela busca por novas possibilidades. É sobre sentir o coração aquecido a cada página.

Nascidos Para Amar – Parte 1
Luana Lazzaris
3DEA Editora

Valentina foi cruelmente abandonada por sua mãe biológica e nos braços do Dr. Leonardo e Maria Luiza, ela encontrou amparo. Adotada pelo casal, ganhou amor e uma família. Mais que isso, ganhou um melhor amigo – Gustavo, o sobrinho do casal. Eles cresceram juntos, tornaram-se amigos inseparáveis. No despertar da juventude, o amor sempre presente começa a dar sinais de que a relação vai além do que eles poderiam imaginar. E ao se entregarem a essa outra forma de amar, Valentina e Gustavo viverão uma forte paixão, só que também terão que enfrentar grandes dilemas. Com o propósito de estudar medicina na África do Sul e prestar serviço voluntário nos países africanos, Valentina vai deixando no Brasil o amor de sua vida ― o tão intenso e emotivo Gustavo, com a promessa de que seriam capazes de manter um relacionamento a distância. Porém, nem tudo sairá como o planejado. Valentina não esperava ser surpreendida com os desígnios da vida e fatos que ela jamais poderia imaginar.

Nascidos Para Amar – Parte 2
Luana Lazzaris
3DEA Editora

O amor de Valentina e Gustavo foi colocado à prova e mais que isso, a vida trouxe a eles uma triste realidade. Agora mais do que nunca, o carinho e o vínculo que possuem, deverá cumprir o seu papel. Na jornada para viver esse imenso amor, eles terão de tomar decisões que os influenciarão para sempre. A mais importante de todas acontecerá quando Valentina estará prestes a perder Gustavo, e para que isso não aconteça, ela será capaz de dar sua maior prova de amor por ele. Bem como, tomar a mais importante e irreversível decisão de sua vida. Outra vez o acaso os surpreenderá demonstrando que o destino constrói laços eternos e para quem ama, como os dois se amam, tudo é possível. O que não quer dizer que será fácil. Com a promessa de acontecimentos imprevisíveis, jogando por água abaixo qualquer obviedade, a história os levará a um mergulho profundo nas emoções.

O Amor e Outras Coisas
Christina Lauren
Universo dos Livros

Mais um sucesso de Christina Lauren, o renomado romance O Amor e Outras Coisas veio para aquecer o coração de todos os leitores e fãs da dupla de autoras. Macy Sorensen se acomodou em uma rotina ambiciosa e pouco emocionante: trabalha duro como residente em pediatria, planeja se casar um dia com um homem mais velho e financeiramente estável, mantém uma postura discreta e o coração resguardado. No entanto, quando se encontra por acaso com Elliot Petropoulos – primeiro e único amor da sua vida –, a bolha cautelosa que criou para si começa a se dissolver. No passado, Elliot representou o mundo inteiro de Macy – transformando-se do amigo magrelo e amante de livros desajeitado no homem que a convenceu a abrir seu coração… Até parti-lo na mesma noite em que declarou seu amor por ela. Nesta narrativa alternada entre presente e passado, os adolescentes Elliot e Macy vão de amigos a muito além – passam horas a fio devorando livros juntos, partilhando suas palavras prediletas em meio a diálogos sobre sofrimentos e êxitos da vida. Na fase adulta, porém, eles permaneceram afastados até o reencontro inesperado. Embora as lembranças estejam encobertas pela agonia dos acontecimentos do passado, caberá a Elliot compreender a verdade por trás da década de silêncio de Macy, tendo de superar o passado e a si mesmo a fim de reavivar a crença dela na possibilidade de um cálido amor.

Escrúpulo
Augusto Césare
Chiado Editora

Durante os anos conturbados da economia e da política no Brasil, dois jovens médicos idealistas tem que tomar decisões que irão repercutir por toda vida. A paixão pela Medicina só pode ser comparada ao amor que sentem um pelo outro! Em meio a traição, corrupção e intriga, a ética na Medicina deve prevalecer sempre. Escolhas precisarão ser feitas, decisões difíceis terão que ser tomadas, caminhos serão escolhidos. Imersos entre o desejo e o dever, suas ações precisam, mais do que nunca, do senso de justiça, da resiliência e do amor.

Desavenças & Reconciliações: Fluxo de Heranças na Sucessão das Gerações
Edgar Albergaria
Chiado Editora

A história narrada por um de seus personagens induz o leitor a viajar no tempo, do período da escravidão no século XIX às primeiras décadas do século XXI. Ao se deleitar com o enredo, embasado na perseverança de famílias fictícias, certamente se sentirá personagem reflexivo em muitos momentos, arquitetando e priorizando ações e atitudes de superação aos desafios próprios a cada época. O fluxo de heranças na sucessão das gerações traz como foco principal da trama as relações familiares, em especial entre pais e filhos, das quais advém relevantes conquistas maculadas por desavenças, tragédias e ações policiais. O despertar de uma nova consciência reconciliatória, responde pela reorganização e reestruturação da essência do bastão a ser transferido à próxima geração. A interpretação do desfecho, de como tudo aconteceu na sequência cronológica das gerações que se sucederam, dará asas à imaginação quanto ao contexto histórico a ser elaborado pelos futuros herdeiros.

Clarice Não Volta
Fabrício Rodrigues Afonso
Chiado Editora

Uma mulher que enfrenta diversas situações problemáticas vividas em seu país, busca forças em suas mais variadas formas para tentar se adequar ou fazer parte de algo que valha a pena viver. Em seu caminho, Clarice se depara com diversas ideologias e histórias marcantes de pessoas que perdurará por toda sua trajetória. Entretanto, sempre observada de longe por alguém. Clarice existe ou é mero fruto de uma imaginação?

Tanto Ruído no Interior Desse Silêncio
Jose Luiz Foureaux de Souza Jr
Chiado Editora

Ler Tanto Ruído no Interior Desse Silêncio é ter a sensação de estar diante de uma grande tela de cinema, vendo um documentário sobre vários autores, convergindo na figura de um protagonista etéreo. O livro explora meticulosamente o perfil psicológico e antropológico de personagens ficcionais (ou não!), bem como intercala esses perfis com cenários, paisagens, instituições. O autor faz ver o que aqueles escritores veem, compartilhando com leitores e aprendizes de literatura os seus valores, fazendo-os sentir o prazer e a dor que tais escritores e poetas sentem. Conduz o leitor pelos meandros do ser humano, ao explorar o id, o ego e o superego de “artistas das palavras”. O comportamento analítico da voz narrativa só tem a contribuir para que amemos mais e mais, e mais, a Literatura, dentro do espaço e da importância que ela ocupa dentro das diferentes culturas, pois o autor fala de forma apropriada de escritores mineiros, gaúchos, portugueses, nordestinos, uma judia, sem ser enfadonho. Pontapé principal deste elaborado “apanhado” de “coisas antológicas”, resumidos no relato fragmentado e fragmentário de Ler Tanto Ruído no Interior Desse Silêncio. A partir daí, o conhecimento emerge, magnificamente, à construção de seu objeto de pesquisa deste livro: o desnudar do ato da escrita. Por meio da análise da poderosa literatura desses grandes escritores com seus universos mágicos, particulares, íntimos (vasculhados), têm as suas vísceras expostas de forma implacável neste livro que, em que pese tratar-se de ficções, troca olhares com a realidade que diz respeito a cada um de nós. Como autor dessa obra fundamental, o escritor também descortina as fogueiras de vaidades que, sutilmente, cercam o meio acadêmico, além de mostrar, de maneira sensível e inteligente, como escritores importantes estão comprometidos com o ato de criar de modo cabal. Texto excitante e prazeroso.

Box – Coleção Mistério e Suspense
Edgar Allan Poe, H. P. Lovecraft, Oscar Wilde
Nova Fronteira

Ninguém resiste a uma boa história de mistério e suspense. Grandes escritores já se consagraram nesse gênero, deixando marcas na literatura e conquistando legiões de fãs geração após geração. Neste box, estão reunidos três mestres na arte das narrativas macabras: Edgar Allan Poe, com seus extraordinários contos de terror, de mistério e de morte; H.P. Lovecraft e os lendários seres cósmicos da coletânea O Chamado de Cthulhu e outros contos; e Oscar Wilde com o romance gótico que viria a se tornar sua obra-prima, O Retrato de Dorian Gray. Cada um à sua maneira, estes clássicos instigam e fazem o coração do leitor bater mais rápido a cada página — ainda mais em uma edição como esta, que vai deixá-lo extasiado.

Poesia Completa e Prosa Seleta: Manuel Bandeira
Manuel Bandeira
Nova Aguilar

A Editora Nova Aguilar, dando continuidade ao seu trabalho de publicação de grandes autores da literatura brasileira e estrangeira, traz ao público leitor o box com dois volumes da Poesia Completa e Prosa Seleta: Manuel Bandeira, considerado por muitos um dos maiores poetas que o Brasil teve e um dos escritores que mais influência exerceu no meio literário nas últimas décadas. Organizada pelo crítico literário e ensaísta André Seffrin, esta edição traz em seu primeiro volume todos os livros de poesia de Bandeira já publicados, ao lado de textos escritos em sua homenagem, uma alentada fortuna crítica sobre sua produção poética e um segmento bastante ampliado do teatro poético traduzido pelo autor, o qual havia sido parcialmente publicado na primeira edição da Aguilar, de 1958. No segundo volume, os leitores têm à sua disposição uma seleção bem representativa da inigualável prosa do escritor. Destacam-se aqui, além de importantes textos de fortuna crítica acerca da prosa de Bandeira, os livros de crônica mais célebres do escritor: Crônicas da Província do Brasil, Flauta de Papel e Andorinha, Andorinha. Cumpre sublinhar ainda a presença neste volume de Itinerário de Pasárgada (reflexão autobiográfica de Bandeira), de seu famoso Guia de Ouro Preto e de uma compilação de seus principais escritos no campo da crítica literária e de artes.

Andrizy Bento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s