The Outsiders – Vidas Sem Rumo

“Permaneça dourado, Ponyboy”

A escritora S.E. Hinton ainda era, ela mesma, uma adolescente quando traduziu para o papel as angústias, os desafios e os prazeres dessa fase tão atribulada da vida. Partindo da realidade que ela observava ao seu redor, a estudante de ensino médio sequer poderia imaginar o quão transformadora seria a sua narrativa naquela e nas décadas seguintes. É atribuído a Hinton o papel de responsável pela invenção de um mercado literário adolescente, o que conhecemos hoje como YA Lit. The Outsiders – Vidas Sem Rumo foi publicado pela primeira vez em 1967 preenchendo uma lacuna que existia na literatura: a de livros dedicados ao público jovem. 

Continuar lendo The Outsiders – Vidas Sem Rumo