Jojo Rabbit

A Segunda Guerra Mundial vista através do olhar sensível de uma criança. É disso que se trata, essencialmente, essa empreitada do diretor neozelandês Taika Waititi (Thor: Ragnarok). Na trama, Jojo (Roman Griffin Davis) é um garoto cativante, porém solitário e um tanto medroso. Extremamente nacionalista, ele tem Adolf Hitler como seu amigo imaginário – vê os nazistas como heróis e os judeus como vilões e inimigos que precisam ser exterminados. Entretanto, não há maldade em Jojo. Essa é a narrativa que foi imposta em sua profícua imaginação infantil. Tudo muda quando ele descobre que sua mãe,  Rosie (Scarlett Johansson), está escondendo a judia Elsa (Thomasin McKenzie) no sótão de sua casa. Apesar de um primeiro contato hostil, aos poucos, conforme vão interagindo e se conhecendo melhor, Jojo passa a questionar o lado que acredita ser o certo na guerra. Continuar lendo Jojo Rabbit