Tina: Respeito

Dentre os coadjuvantes da Turma da Mônica, Tina sempre foi a minha favorita – ao lado de Penadinho. Via a personagem como um ótimo exemplo para as jovens garotas. Eu não conheci a Tina hippie da década de 1960, época de sua criação. A que eu costumava ler durante a infância e pré-adolescência era aquela universitária independente, forte, determinada, inteligente, super parceira para seus amigos –  os também clássicos Pipa e Rolo – e de notável personalidade.

E por isso mesmo, fiquei tão feliz e satisfeita ao ler a graphic novel Tina: Respeito da talentosa quadrinista Fefê Torquato, pois a personagem que sempre admirei mantém os traços que a tornaram tão cativante para mim, porém, em uma história mais adulta, que trata de um tema delicado e espinhoso, mas de maneira sutil e muito bem elaborada. Continuar lendo Tina: Respeito