Personalidade: Oasis

1

Pela primeira vez, fugindo dos anos 1980 e falando de uma banda que definitivamente marcou a minha adolescência na década de 1990. Estou me referindo ao Oasis, que neste mês de agosto completa 28 anos de existência, 25 de seu primeiro disco e uma década desde seu fim. Além do sucesso, o grupo ficou marcado pela relação difícil entre os irmãos Noel e Liam Gallagher. Já musicalmente falando, a banda se caracterizou por reviver sonoridades antigas.

O Oasis nasceu em Manchester, na Inglaterra, no ano de 1991. A cidade é bem prestigiada no tocante à música, pois vieram de lá grupos mundialmente conhecidos como Joy Division, The Smiths, New Order, Simply Red, Happy Mondays e Stone Roses. O grupo foi criado pelo guitarrista Paul Arthurs (nascido Paul Benjamin Arthurs, em 23 de junho de 1965), que o batizou de The Rain, inspirado na canção do The Beatles. Ele recrutou o baixista Paul McGuigan (nascido Paul Francis McGuigan, em 9 de maio de 1971), o baterista Tony McCarroll (nascido Anthony McCarroll, em 4 de junho de 1971) e o vocalista Chris Hutton. Arthurs estava infeliz com Hutton nos vocais e resolveu procurar por outro. McGuigan sugeriu um antigo colega de escola chamado William John Paul Gallagher (nascido em 21 de setembro de 1972), que fez o teste e passou. Esse William adotou o nome artístico Liam Gallagher e depois sugeriu a mudança do nome da banda para Oasis – tirado de um clube chamado Oasis Leisure Centre, situado na cidade de Swindon, no sudoeste da Inglaterra. Esse clube figurava em um pôster do grupo Inspiral Carpets que estava no quarto do novo vocalista.

O primeiro show do Oasis ocorreu no dia 18 de agosto de 1991 no bar Boardwalk Club, em Manchester. Noel Gallagher (nascido Noel Thomas David Gallagher, em 29 de maio de 1967) que, na época, era roadie da banda Inspiral Carpets, assistiu ao show e não gostou. Então, por quase um ano, Liam desafiou Noel a ingressar na banda e fazer melhor. De tanto Liam perturbar, Noel resolveu se tornar o mais novo guitarrista do grupo. Porém, como condição para permanecer no Oasis, seria ele o autor das canções, além de definir a data e a hora dos ensaios. Certa vez, ele declarou que as canções compostas por Liam e Paul McGuigan eram uma merda.

Após um ano e meio de apresentações ao vivo, ensaios e uma fita demo (chamado por eles de Live Demonstration), o Oasis começou a ser levado a sério em 1993, quando a banda foi convidada para tocar com o grupo Sister Lovers, em um clube chamado King Tut’s Wah Wah Hut Club, em Glasgow, na Escócia. Esse show fez o Oasis ganhar a atenção de Alan McGee, co-proprietário da gravadora Creation Records. Ele ofereceu para o grupo de Manchester um contrato de gravação, mas a banda não assinou imediatamente, fazendo com que as negociações perdurassem por vários meses.

No dia 11 de abril de 1994, o Oasis lançou o seu single de estreia, Supersonic, que se tornou o primeiro grande sucesso da banda. O seu êxito rendeu a primeira aparição do Oasis na televisão inglesa, que aconteceu no programa The Words na Channel4. No dia 8 de junho daquele ano, o Oasis tocou em Londres, no lendário Marquee Club, o mesmo onde se apresentaram, no inicio de suas consagradas carreiras, os Beatles, Rolling Stones, The Who, Iron Maiden, Guns N’ Roses e Sepultura. No dia 13 do mesmo mês veio o seu segundo single, Shakemaker, que rendeu um processo judicial por plágio contra a banda por parte da Coca-Cola, que os acusou de utilizar ilegalmente palavras e melodias da canção-tema I’d Like To Teach The World to Sing de uma propaganda da marca, de 1971. No dia 26, o Oasis se apresentou em seu primeiro evento a céu aberto, o tradicional Glastonbury Festival, que lhe trouxe ampla divulgação no Reino Unido.

No dia 21 de julho, o Oasis fez o seu primeiro show fora do Reino Unido e da Europa, no Wetlands Preserve, em Nova York, nos Estados Unidos. De volta ao Reino Unido, a banda tocou em seu segundo festival, o T in The Park na Escócia. Em 8 de agosto, lançaram seu terceiro single, o da canção Live Foverer, que também se tornou êxito. Finalmente, no dia 29 daquele mês, saiu nas lojas o seu primeiro disco: Definitely Maybe. Produzido por Owen Morris (considerado, na época, como o sexto integrante do Oasis), Definitely Maybe é considerado por muitos o melhor álbum de estréia do rock dos anos 1990, vendendo cerca de 15 milhões de cópias no mundo inteiro. O disco colocou o rock inglês de volta nas paradas de sucesso mundial, tirando proveito da decaída do grunge em virtude do suicídio de Kurt Cobain, líder do Nirvana. A primeira faixa Rock N’ Roll Star mostra toda a pretensão do quinteto de Manchester diante do mundo.

Seu quarto single, Cigarettes & Alcohol, foi lançado em 10 de outubro de 1994. Seu riff foi inspirado em Bang A Gong (Get It On) dos também ingleses do T. Rex. A canção acabou fazendo parte da trilha sonora do filme Irmão de Espião (2016), cujo protagonista, Sacha Baron Cohen, imita o visual de Liam Gallagher. O single veio acompanhado de uma versão ao vivo de I Am The Walrus, cover do Beatles. A banda se despediu de 1994 lançando o quinto single, dessa vez da canção Whatever, que não entrou em Definitely Maybe, mas ainda assim foi um sucesso no Reino Unido. Em 2011, a faixa ganhou ascensão mundial graças a uma propaganda da Coca-Cola, promovendo uma reconciliação da marca com a banda.

Definitely Maybe foi eleito o disco do ano pela revista britânica New Music Express (NME), ganhando de Parklife do Blur. Porém, este último venceu o disco do Oasis na mesma categoria, no Brit Awards, premiação da música britânica. Ambos os grupos representam os líderes do movimento britpop, que caracterizou o rock inglês da década de 1990 e rivalidade entre os dois é bastante conhecida. A turnê de Definitely Maybe rendeu ao Oasis o seu primeiro vídeo ao vivo, o Live By The Sea (1995), que foi gravado no Southend Cliffs Pavilion, na cidade de Southend-on-Sea, na Inglaterra, em 17 de abril de 1995.

2

O vídeo ao vivo marcou a despedida do baterista Tony McCarroll, que foi dispensado por Noel Gallagher alegando conflito de personalidade. Sua vaga na banda foi preenchida por Alan White (nada a ver com o baterista da banda Yes), que foi indicado por Paul Weller (líder do The Jam) e irmão do também baterista, Steve White. Com a entrada de Alan (nascido Alan Victor White, em Londres, no dia 26 de maio de 1972), o Oasis deu inicio à sua formação mais lembrada. Em seguida, a banda entrou no estúdio Rockfield, em Monmouth, na área rural do País de Gales. Foi nesse estúdio que o Queen concebeu o clássico incontestável A Night At The Opera (1975). Outro grupo que fez uso desse território foi o nosso Sepultura, que gravou Chaos A.D. (1993) por lá. Não deu outra e o Oasis deu origem à sua obra-prima, o segundo disco, (What’s The Story) Morning Glory? com a produção de Owen Morris. Mas, antes, o grupo fez a sua primeira aparição com o baterista Alan White no programa Top of The Pops na BBC. No dia 23 de junho de 1995, o Oasis regressou ao Glastonbury Festival, agora como atração principal.

No dia 14 de agosto, o Oasis lançou Roll With It, o primeiro single de divulgação do … Morning Glory?. Nesse mesmo dia, foi lançado o single Country Horse, o primeiro de divulgação de The Great Escape, quarto disco do Blur. A coincidência deu inicio ao que a imprensa inglesa chamou de “Batalha do Britpop”, com o Blur representando a classe artística e o Oasis, a classe trabalhadora. O Blur venceu o primeiro round com 274 mil cópias vendidas de Country Horse contra 216 mil de Roll With It. No entanto, o Oasis saiu vitorioso com os singles futuros. A rivalidade pegou fogo quando Noel Gallagher declarou “espero que o Damon (vocal) e o Alex (baixo) do Blur peguem AIDS e morram”. Depois se desculpou dizendo “eu estava bêbado quando eu falei aquilo. Eu detesto os caras, mas não quero que eles morram”. No fim daquele mês, o Oasis se apresentou no Japão pela primeira vez.

No dia 2 de outubro de 1995, chegou ao mercado (What’s The Story) Morning Glory?. Sua capa mostra a imagem embaçada de dois homens andando pela Rua Berwick, que graças ao Oasis virou ponto turístico na capital britânica Londres. Porém, no inicio da divulgação do álbum, o baixista Paul McGuigan resolveu sair. No dia 30 de outubro, a banda lançou o segundo single de divulgação, o Wonderwall, que viria a se tornar o seu hino. Para a gravação do videoclipe, a banda utilizou um figurante para ocupar a função de baixista, enquanto estava à procura de um substituto. Entretanto, Paul McGuigan aceitou voltar ao Oasis pouco depois, e o show que marcou o seu regresso foi realizado no lendário Earl’s Court Exhibition Centre, em Londres, nos dias 4 e 5 de novembro. Wonderwall também é popular no Brasil, principalmente por ter feito parte da trilha sonora da novela Vira Lata (1996), exibida na faixa das sete da noite, na Rede Globo.

No dia 19 de fevereiro de 1996, o Oasis lançou o terceiro single de divulgação: Don’t Look Back in Anger, que se tornou o segundo maior sucesso do quinteto. É também a primeira canção do grupo interpretada pelo guitarrista, Noel Gallagher. Ela começa com uma introdução de piano de Imagine, o maior sucesso da carreira solo do ex-Beatle John Lennon. No single foi lançado também Cum On Feel The Noize, cover do Slade e que agradou o público. Don’t Look Back in Anger também obteve êxito no Brasil, integrando a trilha sonora da novela Salsa & Merengue (1996), que sucedeu Vira Lata no horário das sete, na Globo. Os irmãos Liam e Noel realizaram um sonho: fazer dois concertos do Oasis no Estádio Maine Road, antiga casa do Manchester City, time de coração dos dois irmão e que, na época, era o primo pobre do poderoso Manchester United. As apresentações ocorreram nos dias 27 e 28 de abril. Foi nesse show que Noel utilizou a sua emblemática guitarra Union Jack Supernova (pintada com as cores da bandeira do Reino Unido). Além dos Gallagher, Paul McGuigan também é torcedor do Manchester City. Diferentemente do trio, Paul Arthurs torce pelo Manchester United, enquanto Alan White pelo modesto Charlton Athletics.

No dia 13 de maio, veio o quarto e último single de divulgação: Champagne Supernova, que bebe da fonte do psicodelismo. Na sua gravação, o citado Paul Weller foi o responsável pelo solo de guitarra, além de ter feito o guitarrista Paul Arthurs chorar. Não podemos deixar de mencionar outras faixas que tiveram destaque, como Cast No Shadow, feita para homenagear Richard Ashcroft, vocalista do The Verve (outro expoente do Britpop), amigos dos Gallagher. A faixa-título também foi bem-sucedida e o videoclipe ganhou uma imitação posterior pelos americanos do Foo Fighters com Monkey Wrench.

Em agosto, o Oasis realizou algo ousado para quem já tinha dois discos de estúdio lançados no mercado: marcar para os dias 10 e 11 duas apresentações em Knebworth Park, que fica a uma hora de carro de Londres. O local é usado desde os anos 1970 para festivais ou shows gigantes e, nele, já tocara Led Zeppelin, Queen e Rolling Stones. Para os dois dias, foram vendidos 250 mil ingressos, 125 mil em cada. Mas dizem que 300 mil pessoas estiveram presentes. Todavia, independente do número, o Oasis tocou para o maior público da sua carreira. Durante o show, a banda tocou a inédita My Big Mouth, que faria parte de seu terceiro disco, do qual falarei a seguir. Ainda em Knebworth, na performance de Champagne Supernova, o Oasis contou com a participação do guitarrista John Squire, ex-integrante do The Stone Roses. No dia 23, a banda realizou, no Royal Festival Hall, em Londres, um concerto para o especial MTV Unplugged. Porém, Liam não quis participar, alegando dor na garganta e Noel assumiu os vocais. Liam era constantemente flagrado pelas câmeras da MTV, bebendo cerveja no camarote.

No dia 4 de setembro, o Oasis tocou Champagne Supernova na 11ª edição do Video Music Awards (VMA’s), badalada premiação da MTV, que ocorreu no Radio City Music Hall, em Nova York. (What’s The Story) Morning Glory? vendeu 23 milhões de cópias no mundo inteiro. Na Inglaterra, cerca de 4,8 milhões de cópias foram comercializadas e até hoje ele figura como o terceiro álbum com melhor número de vendagens por lá, perdendo apenas para o Greatests Hits (1981) do Queen e o Sgt. Pepper’s Lonely Heart Club Band (1967) dos Beatles. Na Inglaterra e na Irlanda tornou-se até mesmo comum sempre que alguém pergunta What’s The Story? (em português: O que me conta?), a outra pessoa responder Morning Glory (manhã de glória). A turnê do disco rendeu ao Oasis o seu segundo vídeo ao vivo, intitulado …There and Then, que foi lançado no dia 14 de outubro de 1996. Ele foi gravado em dois concertos; um no dia 4 de novembro de 1995 no Earls Court, em Londres e o outro em 28 de abril de 1996, no Estádio Maine Road, em Manchester.

Fãs incondicionais dos Beatles, os integrantes do Oasis resolveram conceber o terceiro disco no lendário estúdio de Abbey Road, em Londres. Owen Morris foi escalado novamente para a produção. A intenção de Noel Gallagher era celebrar o aniversário de trinta anos da psicodélica música e o grupo fez deste um álbum igualmente psicodélico, com faixas longas e interligadas umas com as outras. Be Here Now chegou nas lojas no dia 21 de agosto de 1997. A data de seu lançamento estava inclusive no encarte do CD. A capa fazia alusão aos anos 1960 – havia, por exemplo, uma scooter (chamada por aqui de lambreta), muito usada pela turma mod na Inglaterra; uma vitrola estilo gramofone; um relógio com s algarismos romanos; e um Rolls Royce dentro da piscina em uma clara referência ao ato praticado por Keith Moon, baterista do The Who, que jogou o veículo desses dentro dela em uma festa. Além dos irmãos Gallagher, os demais integrantes foram creditados no disco com seus apelidos como Paul Arthurs, que virou Bonehead (em alusão a sua calvície); Paul McGuigan tornou-se Guigsy (abreviação de seu segundo nome); e Alan White como The Whitey.

3

Antes de a turnê ser iniciada, a banda abriu três shows do U2 nos Estados Unidos, em junho. No dia 7 do mês seguinte, lançaram o primeiro single de divulgação de Be Here Now, o da canção D’You Know What I Mean?, que de cara conquistou o primeiro lugar na parada britânica. O single também incluía o cover de Heroes de David Bowie. No dia do lançamento de Be Here Now, pessoas formaram filas quilométricas nas lojas britânicas para garantir o seu exemplar. Foi o disco que esgotou mais rapidamente das prateleiras, com vendagem de 700 mil cópias somente na primeira semana. Em duas semanas, alcançou a marca de um milhão de cópias vendidas.

O primeiro show da turnê de Be Here Now aconteceu em Oslo, na Noruega, no dia 8 de setembro. Foi a primeira turnê em que o Oasis contou com cenário no palco que trazia os já citados objetos que aparecem na capa. Porém, somente o público inglês teve o privilégio de conferi-lo, assim como puderam ver também a bateria de dois bumbos de Alan White que, quando tocava com um só, utilizava pedal duplo. O segundo single de divulgação, Stand By Me, foi lançado em 22 de setembro e obteve grande êxito. Seu título é uma alusão à canção homônima que o americano Ben E. King gravou em 1961 e posteriormente regravada por John Lennon. Durante a divulgação de Be Here Now, o Oasis ganhou como rival nas paradas de sucesso as co-patriotas Spice Girls – algo totalmente distinto à sonoridade dos Oasis, pois tratava-se de uma girl band pop. Em entrevista para Zeca Camargo, no Fantástico da TV Globo, Noel Gallagher brincou “mulheres não entendem muito de música. Veja, por exemplo, as Spice Girls”, se referindo ao fato de não mostrar as suas composições para a sua então esposa, Meg Matthews. Na edição de 1997 do Brit Awards, Liam Gallagher declarou que as Spice Girls não ganhariam nenhum prêmio. Elas ganharam dois e, durante o discurso de vitória, a integrante Melanie C provocou o vocalista: “Liam venha aqui e mostre que você é bom”.

Para ajudar na divulgação de Be Here Now, a banda gravou um especial para a TV britânica chamado Right Here, Right Now, exibido no Brasil dentro do programa Uma História de Sucesso, na extinta Rede Manchete. Um show na Arena GMEX, em Manchester, virou especial de fim de ano na MTV. Em 12 de Janeiro de 1998, veio o terceiro single de divulgação, All Around The World, cujo coro teve como inspiração Hey Jude dos Beatles. O videoclipe flertava com as idéias da animação de Yellow Submarine, também dos Beatles. O single veio acompanhado do cover de Street Fighting Man do Rolling Stones. Em fevereiro, a banda regressou ao Japão, onde tocou pela primeira vez no lendário Nippon Budokan Hall, em Tóquio. Ainda na Ásia, o Oasis tocou, também pela primeira vez, em Hong Kong.

No dia 19 de fevereiro, foi lançado o quarto single de divulgação, a balada Don’t Go Away. Esta poderia, facilmente, ser incluída na trilha sonora de alguma novela, série ou filme, dada sua melodia agradável e o apelo popular, mas, infelizmente, ficou só na vontade. O single trouxe a versão ao vivo de Cigarettes & Alcohol, gravada na Arena GMEX. Também pela primeira vez, o Oasis foi parar na Oceania, onde se apresentou na Austrália e na Nova Zelândia. Liam Gallagher causou dois problemas na Austrália: primeiramente, tumultuou o vôo que levava a banda para o país em questão. Em seguida, o vocalista foi preso por ter agredido um fã australiano. Porém, nenhum dos compromissos do Oasis foi afetado.

A turnê de Be Here Now trouxe o Oasis finalmente para a América do Sul. O primeiro show em nosso continente ocorreu no dia 14 de março, no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, capital do Chile. No dia 18, o Oasis tocou no Luna Park, em Buenos Aires, capital da Argentina. No país do tango, os irmãos Gallagher conheceram Diego Maradona, o maior ídolo do futebol argentino. Em seguida, foi a vez de o Brasil receber o quinteto de Manchester. Ao desembarcar no Aeroporto Internacional do Rio, o Oasis resolveu despistar os poucos fãs que os aguardavam no saguão. A banda se hospedou o Hotel Sheraton, em São Conrado e, nele, Noel Gallagher e Paul McGuigan representaram o Oasis na coletiva para a imprensa brasileira. A pessoa que vos escreve presenciou o primeiro show do Oasis em território nacional no dia 20 de março, no extinto Metropolitan (atual KM Hall), no Rio de Janeiro. No dia seguinte, o quinteto se apresentou no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. Os dois shows no Brasil foram abertos pela, hoje extinta, banda carioca Squaws.

Depois do Brasil, a banda tocou pela primeira vez no México, nos dias 24 e 25 no Palacio de Los Deportes, na Cidade do México. Os dois shows encerraram a turnê de Be Here Now. Foram também os últimos shows da formação clássica do Oasis. Voltando ao disco, Noel Gallagher emprestou a sua voz para Magie Pie. Os shows da turnê de Be Here Now eram abertos pela faixa-título. Na gravação de Fade In-Out, o ator Johnny Depp gravou Slide Guitar. Ela e It’s Gettin’ Better (Man!!) foram tocadas nos shows. Apesar da enorme vendagem de Be Here Now, Noel Gallagher não gostou do resultado final do disco, vindo a classificá-lo como o pior do grupo.

Durante as férias, o Oasis iniciou uma enquete em seu site para saber, através do público, quais as canções lançadas apenas em singles deveriam integrar a sua primeira compilação. O resultado seria conhecido em 2 de novembro de 1998, data de lançamento da compilação intitulada The Masterplan. No mesmo dia, Liam Gallagher foi preso por ter agredido um fotógrafo que registrava as suas bebedeiras em um bar de Londres. O público do Oasis costuma tratar The Masterplan como o quarto disco de estúdio, por que ele possui faixas que não entraram nos seus três primeiros álbuns, como é o caso da faixa-título interpretada por Noel Gallagher. O mesmo Noel cantou em mais quatro faixas de The Masterplan e divide com Liam os vocais em Acquiesce, que foi o seu maior êxito. Outra que entrou em The Masterplan foi o citado cover do Beatles, o I Am The Walrus, que foi gravado em um show em Glasgow, na Escócia, em junho de 1994. O público não gostou de terem sido deixadas de fora canções como Round Are Way, Alive e Whatever. The Masterplan vendeu 2 milhões de cópias no mundo e é considerada uma das maiores coletâneas de B-sides do planeta. Fez do Oasis uma das poucas bandas a dar valor aos B-sides, junto do Deep Purple.

O ano de 1999 foi todo dedicado ao sucessor de Be Here Now. Noel chamou para a produção Mark Stent e suas sessões foram em três estúdios ingleses e um francês, o último no castelo Château de La Colle Noire, em Montauroux. O período de gravação ocorreu entre abril e agosto do citado ano. Após o seu término, o Oasis sofreu duas baixas: a saída de seus dois fundadores, Paul Arthurs e Paul McGuigan. A vida pessoal dos irmãos Gallagher também foi bastante movimentada. Em setembro, nasceu Lennon, filho de Liam Gallagher com a atriz e cantora Patsy Kensit, que ficou conhecida por ter interpretado o par romântico de Mel Gibson em Máquina Mortífera 2 (1989). Antes, o vocalista já era pai de Molly (nascida em 1997), fruto de um romance relâmpago com a cantora Lisa Moorish. Liam se separou de Patsy em setembro de 2000 e começou a namorar a cantora Nicole Appleton, ex-integrante da girl band All Saints. Com ela, teve um filho chamado Gene (nascido em 2001). Já Noel teve com Meg Matthews uma filha chamada Anais (nascida em 27 de janeiro de 2000) que, nos últimos anos, tem feito sucesso como modelo. O casamento dos dois terminou em 2001. Noel começou a se envolver com a publicitária escocesa Sara McDonald, com quem teve dois filhos posteriormente – Donovan (nascido em 2007) e Sonny (nascido em 2010).

4

Quanto aos substitutos de Paul Arthurs e Paul McGuigan na banda, eles foram anunciados em novembro de 1999. Na guitarra, foi recrutado Gem Archer (nascido Colin Murray Archer, em Durham, na Inglaterra, em 7 de setembro de 1966), que já havia sido vocalista e guitarrista da banda Heavy Stereo. No baixo, ingressou Andy Bell (não confundir com o vocalista do Erasure), que foi guitarrista dos grupos Ride e Hurricane #1. A estréia da nova formação ocorreu em uma pequena turnê pelos Estados Unidos, que contou com quatro performances da banda. Ela foi encerrada no festival KROQ Almost Acoustic Christmas, em Anaheim, no estado da Califórnia, em 11 de dezembro. O evento contou com Fiona Apple, Tori Amos, Bush, Rob Zombie, Beck e Foo Fighters.

No dia 7 de fevereiro de 2000, foi lançado o primeiro single de divulgação do quarto álbum, o da canção Go Let It Out, cujo videoclipe foi gravado antes de Andy Bell ser confirmado no Oasis e, por conta disso, Noel Gallagher assumiu o baixo, enquanto coube a Gem Archer ser o único guitarrista presente nele. No dia 28 de fevereiro de 2000, a banda lançou o quarto disco de estúdio: Standing On The Shoulder Of Giants. Noel Gallagher revelou que o álbum teve que ser regravado com ele assumindo as guitarras e o baixo para evitar um futuro processo dos demissionários Paul Arthurs e Paul McGuigan. Aliás, nenhum outro membro da banda é creditado no encarte. Noel tirou o título do disco de uma frase dita pelo físico inglês Isaac Newton, que viu em uma moeda de duas libras em um bar: “If I have seen further it is by standing on the shoulders of giants” (“Se eu consigo enxergar mais longe do que qualquer um, é somente por que estou de pé nos ombros de gigantes”). Ao ver a frase, Noel a escreveu na lateral de um maço de cigarros. Sua capa mostra a nova escrita da banda, e tem a cidade de Nova York com o Empire State Building e o World Trade Center (antes do atentado terrorista de 2001) a estampando.

Ainda sobre o disco, este abre com a instrumental Fuckin’ in The Bushes, que passou a ser a canção de entrada do Oasis no palco. Standing On The Shoulder Of Giants (também chamada pela sigla STOTSOG) trouxe a primeira composição de Liam Gallagher para o Oasis: Little James, que compôs em homenagem ao enteado James, filho do casamento anterior de sua então esposa, Patsy Kensit, com Jim Kerr, vocalista do Simple Minds. O álbum é considerado experimental para a banda, que fez um som mais psicodélico e com elementos da música eletrônica. Claro que, no conjunto, existem exceções como I Can See a Liar, que tem uma sonoridade bem ACϟDC. A progressiva Roll It Over fala sobre os carreiristas que se apoiam no sucesso da banda, como o cantor Robbie Williams. Com elementos de Trip Hop, a faixa Gas Panic! fala sobre o ataque de pânico que Noel Gallagher sofreu em 1998. Noel cantou duas faixas nesse álbum: Where Did It All Go Wrong? e Sunday Morning Call.

A turnê do disco foi iniciada em Yokohama, no Japão, em 29 de fevereiro. No mesmo dia, foi lançado o segundo single Where Did It All Go Wrong? com a estréia do baixista Andy Bell em um videoclipe do Oasis. Ainda no Japão, o Oasis deixou Tóquio de fora da turnê, se apresentando em Nagoya, Fukuoka, Osaka, Kobe, Hiroshima e Sendai. Em abril, a banda voltou para os Estados Unidos, onde começou a parte americana da turnê no dia 5, em Seattle, dia em que o suicídio de Kurt Cobain, líder do Nirvana, completava seis anos. Nessa apresentação, o Oasis tocou Hey Hey, My My de Neil Young e Noel Gallagher a dedicou para Cobain. A banda aproveitou a estadia na terra do Tio Sam e gravou o videoclipe de Who Feels Love? no Parque Nacional Death Valley, no leste da Califórnia. A turnê pela América do Norte também contou com shows no Canadá e México.

No entanto, nem tudo eram as mil maravilhas. No inicio da parte europeia da turnê, Noel Gallagher voltou a ter atritos com Liam e deixou a banda. Porém, os shows do Oasis não foram cancelados e a vaga de Noel foi ocupada por um técnico de guitarra da banda. Festivais como o holandês Pinkpop, o italiano Heineken Jammim’, o dinamarquês Roskilde e os alemães Rock am Ring e Rock in Park viram o Oasis sem Noel Gallagher. Ele foi convencido a regressar em julho, coincidindo com o lançamento do single de Sunday Morning Call. Nesse mês e nos dias 21 e 22, a banda realizou o sonho de se apresentar no templo sagrado do futebol inglês, a antiga estrutura do Estádio de Wembley, em Londres. Foi anunciado que, em 2000, esse estádio deixaria de existir para dar lugar a um mais moderno. O novo Wembley foi inaugurado em 2007. O Oasis encerrou a turnê de Standing On The Shoulder Of Giants nos festivais de Reading e de Leeds, ambos na Inglaterra.

O show no dia 21 de julho, no antigo Wembley, resultou no primeiro disco ao vivo do Oasis, o Familiar To Millions. Ele marcou a estreia fonográfica de Gem Archer e Andy Bell na banda. Em minha opinião, é um dos maiores álbuns ao vivo da história, junto do Made in Japan do Deep Purple e Live After Death do Iron Maiden. O disco contém Step Out, que foi interpretada por Noel Gallagher e que havia sido lançada no single de Don’t Look Back in Anger (1996). Há também covers como o da citada Hey Hey, My My, também cantada por Noel. Outro cover presente e intrepretado por Noel é de Helter Skelter dos Beatles, mas que foi gravada no dia 16 de abril, no Riverside Theatre, em Milwaukee, nos Estados Unidos. Familiar To Millions também foi lançado em formato DVD (uma novidade para a época), o primeiro da carreira do Oasis, mas que não inclui Helter Skelter. Assim a banda fechou o século XX.

O primeiro show do Oasis no século XXI aconteceu aqui no Brasil, mais precisamente na terceira edição do emblemático festival Rock in Rio. Era a segunda passagem do grupo de Manchester em nosso país. Tive a honra de ver de perto, no maior festival do Brasil, as minhas duas bandas inglesas preferidas: o Oasis e o Iron Maiden. A banda em destaque neste artigo foi escalada para se apresentar na terceira noite do evento, dia 14 de janeiro, que ficou conhecido como a “noite da volta do Guns N’ Roses” (o grupo fechou a noite). O Oasis se apresentou com o som baixo, como quem dizia “se querem som alto, comprem o Familiar To Millions”. A atitude de tocar com um volume baixo tornou-se alvo de criticas instantâneas da imprensa e do público, menos de quem estava na Cidade do Rock para ver o Oasis ao vivo. Entre o término de uma música e outra, o público do Guns N’ Roses gritava o nome de sua banda preferida constantemente. Os Gallaghers e cia respondiam com suas canções à ignorância gunner, como em Don’t Look Back in Anger, na qual Noel Gallagher fez questão de colocar as 200 mil pessoas presentes para cantar o seu refrão e depois agradeceu em português. Antes de encerrarem o show com Rock n’ Roll Star, Liam Gallagher cutucou “essa vai para o senhor Rose, o próprio”. No mesmo dia, tocaram Pato Fu, Carlinhos Brown (que levou garrafadas do público), Papa Roach, Ira! e Ultraje a Rigor. Um dia depois do Rock in Rio, Noel Gallagher e Gem Archer fizeram um acústico ao vivo com as canções do Oasis no estúdio da Rádio Cidade, no Rio. Depois do Brasil, a banda tocou na Argentina e pela primeira vez na Venezuela.

Depois da América do Sul, o Oasis voou para os Estados Unidos a fim de iniciar a The Tour of Brotherly Love, com o grupo americano The Black Crowes. Por coincidência, as duas bandas dos anos 1990 tinham como marca registrada resgatar sonoridades antigas, além de serem lideradas por músicos irmãos. O Black Crowes é liderado pelos irmãos Chris e Rich Robinson, vocalista e guitarrista respectivamente. Depois, o Oasis voltou para o Japão, onde tocou no festival Fuji Rock, na cidade de Niigata. No Reino Unido, eles iniciaram uma pequena turnê comemorativa aos dez anos de sua fundação. Em boa parte dos shows, a banda não contou com Alan White que, devido a problemas de saúde, foi substituído por seu irmão Steve White. Noel Gallagher chegou a anunciar que, nessa turnê, o Oasis tocaria Wonderwall pela última vez, porém, para felicidade dos ardorosos fãs, ficou apenas na promessa.

5

Entre o fim de 2001 e o inicio de 2002, o grupo se dedicou à gravação de seu quinto disco Heathen Chemistry. A própria banda resolveu produzir o álbum e incluir as primeiras composições de Gem Archer (Hung in A Bad Place) e Andy Bell (a instrumental A Quick Peep). Liam Gallagher colaborou com Born On a Different Cloud e Songbird, ainda co-escreveu Better Man junto com o irmão. Noel Gallagher cantou em Force of Nature, Little By Little e She is Love. A última fez parte da trilha sonora da temporada de 2003 da novela adolescente Malhação da Globo. A turnê teve início em 5 de fevereiro de 2002, em Watford, na Inglaterra. Foi a partir dessa turnê que o Oasis passou a contar com o tecladista Jay Darlington nos shows. Em 15 de abril, aconteceu o lançamento do single da canção The Hindu Times.

No dia 17 de junho, foi lançado o segundo single de divulgação, o da faixa Stop Crying Your Heart Out. A canção ganhou ampla divulgação mundial por conta da Copa do Mundo, realizada na Coréia do Sul/Japão – tudo porque a BBC e a ITV anunciaram que a canção seria executada no encerramento da transmissão do jogo Brasil x Inglaterra, durante as quartas de final, no dia 21. O então futuro campeão, Brasil, venceu por 2 x 1 e a canção virou o tema da eliminação do English Team. Também fez parte da trilha sonora dos filmes Efeito Borboleta (2004) e O Melhor Amigo da Noiva (2008). Um dia depois do término da Copa do Mundo, Heathen Chemistry chegou ao mercado em 1º de julho de 2002, mostrando o retorno da banda ao bom e velho rock inglês.

Nos dias 5, 6 e 7 de julho, o Oasis realizou três apresentações seguidas no Finsbury Park, em Londres. Em agosto, a banda sofreu um acidente de carro em Indiana, nos Estados Unidos, e teve que cancelar os shows que fariam em território norte-americano.No dia 23 de setembro, houve o lançamento do single de Little By Little, que também obteve êxito. Este ainda trazia o cover de My Generation do The Who, além da mencionada She is Love. No mesmo mês, a banda regressou ao Japão, onde tocou novamente em Tóquio após deixar a capital japonesa de fora da turnê dois anos antes. Em outubro, a banda voltou a se apresentar na Austrália, depois de quatro anos e, então, regressou à Ásia, onde tocou pela primeira vez nas Filipinas e em Cingapura.

No dia 1º de dezembro, Liam Gallagher e Alan White se envolveram em uma briga com alguns playboys em um hotel em Munique, na Alemanha. Liam levou a pior, pois perdeu dois dentes da frente e ficou com algumas escoriações. Ele e Alan White acabaram presos, mas liberados algum tempo depois sem pagar fiança. Por conta do estado de Liam Gallagher, o Oasis teve de cancelar a turnê na Alemanha e o vocalista colocou dois pivôs no lugar dos dentes quebrados. No dia 3 de fevereiro de 2003, foi lançado o quarto single: Songbird, que Liam compôs em homenagem à sua esposa Nicole Appleton. A banda regressou à Alemanha em março para compensar os shows cancelados devido à treta na qual Liam e Alan White se envolveram, encerrando a Heathen Chemistry Tour na capital, Berlim, em 12 de março.

Em 2004, ocorreu mais uma mudança no Oasis. O baterista Alan foi demitido por não ter comparecido aos ensaios da banda. Ele tinha ido passar as férias com a namorada na Espanha. White acionou a banda na justiça, conseguiu provar que não foi avisado do ensaio e foi indenizado em seiscentos e setenta e oito mil dólares em 2007. Para o seu lugar, a banda recrutou Zak Starkey, filho do ex-beatle Ringo Starr. Em seu currículo, constava que havia tocado nas bandas ASAP (de Adrian Smith do Iron Maiden), The Lightning Seeds e The Who. Apesar de aceitar tocar no Oasis, Zak pediu para não ser um membro oficial do grupo, sendo um músico de aluguel assim como o tecladista Jay Darlington. No mesmo ano, a banda fez alguns shows, sendo um deles no festival Glastonbury a fim de celebrar os dez anos da banda nesse evento. No dia 6 de setembro, o Oasis festejou uma década do lançamento de seu primeiro disco Definitely Maybe, lançando o documentário em formato DVD, no qual comentam sobre as gravações e a turnê do citado álbum.

Entre outubro de 2004 e fevereiro de 2005, a banda se dedicou à gravação do sexto disco. Ele foi concebido em seis estúdios diferentes – quatro na Inglaterra e dois nos Estados Unidos, sob a produção do americano David Sardy. No dia 16 de maio de 2005, a banda lançou o single de Lyla, que na parte rítmica bebe da fonte de Street Fighting Man do Rolling Stones. A faixa fez parte da trilha sonora do jogo de videogame Fifa Football 2006. No dia 30 de maio, chegou às lojas Don’t Believe The Truth, o sexto álbum do Oasis. Andy Bell compôs Turn Up The Sun e Keep The Dream Alive. Gem Archer escreveu A Bell Will Ring. Liam Gallagher foi o autor de The Meaning of Soul, Guess God Thinks I’m Abel e, junto de Gem Archer, compôs Love Like a Bomb. Noel Gallagher cantou em Mucky Finger, The Important of Being Idle e Part of The Queue. Faltando vinte dias para o lançamento do disco, a turnê teve início no The Astoria, em Londres. Nos concertos, a banda decidiu não tocar Supersonic e encerrava com My Generation do The Who.

Em junho, a banda foi para a América do Norte, onde realizou dois shows no Canadá e cinco nos Estados Unidos. Em um dos shows, o Oasis tocou pela primeira vez na arena preferida dos grupos musicais, o Madison Square Garden, em Nova York. De volta ao Reino Unido, a banda tocou no estádio Hampden Park, em Glasgow, na Escócia, no dia 29 de junho. No dia 30 e nos dias 2 e 3 de julho, o Oasis se apresentou na nova casa do Manchester City, o estádio City of Manchester. O grupo recusou tocar no festival beneficente Live 8 em Londres, que ocorreu em uma das datas marcadas. No show do dia 2, quando abriram com TurnUp The Sun, a performance foi interrompida devido a um tumulto promovido com alguns na fila do gargarejo.

Em Agosto a banda regressa ao Japão, onde se apresentou em Osaka, Nagoya e Chiba. No dia 22 a banda lançou o single de The ImportantofBeingIdle, cujo videoclipe teve como protagonistao ator galês RhysIfans (de Um Lugar Chamado Notting Hill, Virando o Jogo, Os Piratas do Rock e O Espetacular Homem Aranha), que interpretou um agente funerário. Em Novembro a banda voltou ao Japão, onde tocou na capital Tóquio e repetiu Osaka. Aproveitando a estadia no outro lado do mundo, o Oasis também fez shows na Austrália nas cidades deBrisbaine, Sydney, Melbourne e Perth.

6

Ainda em Novembro, a banda lançou no dia 28 o single da balada LetThere Be Love, que é cantada pelos irmãos Liam e Noel. Seu videoclipe contem imagens de um dos shows no Estádio City of Manchester. O Oasis encerrou 2005 tocando no País de Gales, Irlanda do Norte, Escócia e Irlanda. Em Fevereiro de 2006 o grupo regressou para Ásia, onde se apresentou pela primeira vez na Tailândia e na Coréia do Sul. Sem contar que regressou a Cingapura e a Hong Kong.

Em março, o Oasis regressou à América do Sul. Primeiramente tocando no Estádio de Polo em Buenos Aires, na Argentina. Em seguida, se apresentou no velódromo vizinho ao Estádio Nacional de Santiago, capital do Chile. No Brasil, eles regressam cinco anos depois do Rock in Rio. Porém, só realizaram uma apresentação, no estacionamento do Credicard Hall, em São Paulo, no dia 15 de março. Nesse show, o público pediu a execução de Supersonic (que estava fora do repertório) e a banda abriu uma exceção.

Depois disso, a banda regressou para a América do Norte, tocando no Canadá, Estados Unidos e México, dando números finais à turnê de Don’t Believe The Truth. Para celebrar os seus quinze anos de fundação, o Oasis lançou no mercado a sua segunda coletânea, Stop The Clocks. Ao ser anunciado o seu lançamento, especulou-se que a canção homônima (gravada nas sessões de Don’t Believe The Truth) entraria no disco, mas Noel fez questão de desmentir. Stop The Clocks foi lançada em formato duplo, em 20 de novembro de 2006, obtendo êxito no Japão, Irlanda e Reino Unido. No mesmo ano, Liam Gallagher criou a grife de roupas masculinas Pretty Green.

Em 29 de outubro de 2007, a banda lançou o DVD intitulado Lord Don’t Slow Me Down. O DVD 1 trazia um documentário cobrindo a turnê de Don’t Believe The Truth e o DVD 2 possui o show no Estádio City of Manchester, no dia 2 de julho de 2005. O ano de 2007 representou o auge do chamado indie rock. Seus representantes, em entrevistas, afirmavam terem sido influenciados pelo britpop do Oasis e Blur. Os maiores expoentes do subgênero são os ingleses Kasabian, Arctic Monkeys e Kaiser Chiefs. Desse trio, apenas o Kasabian agradou aos irmãos Gallagher que até mesmo abriu alguns shows do Oasis. Nesse ano, dedicaram-se a gravação do seu sétimo disco. Para gravá-lo, a banda chamou novamente o americano David Sardy e o concebeu no lendário estúdio Abbey Road, em Londres. Após o término das suas gravações, Zak Starkey deixou a banda e, no seu lugar, entrou Chris Sharrock que já havia tocado com o The Lightning Seeds e na banda de apoio do cantor Robbie Williams… Que ironia!

No dia 6 de outubro de 2008, chegou ao mercado o sétimo disco da banda, o Dig Out Your Soul. A propaganda do álbum na TV contou com a narração do comediante inglês Russel Brand (Arthur – O Milionário Irresistível, Rock of Ages e o Dr. Nefario da saga Meu Malvado Favorito). Andy Bell compôs The Nature of Reality. Gem Archer escreveu To Be Where There’s Life. Liam é o autor de I’m Outta Time, Ain’t Got Nothing e Soldier On. Noel Gallagher cantou nas faixas Waiting For The Rapture, Falling Down e (Get Off Your) High Horse Lady. Ainda tocou bateria na mencionada Soldier On. No dia 29 de setembro, a banda lançou o primeiro single de divulgação dele, o The Shock of The Lightning, onde consta uma versão remix de Falling Down, do grupo inglês Chemical Brothers.

No dia 26 de agosto, a banda iniciou a sua turnê em Seattle, nos Estados Unidos. Nela foi a vez de Live Forever ser limada do setlist. Depois, o Oasis foi tocar em sete cidades no Canadá. No último show, em Toronto, um espectador invadiu o palco e derrubou Noel Gallagher, que fraturou uma costela. Em outubro, a banda iniciou uma turnê pelo Reino Unido. No dia 16, o show no Wembley Arena, em Londres, virou especial para a MTV. No dia 26, uma apresentação no Roundhouse, também em Londres, virou especial na TV inglesa e, na plateia, estava presente o ator Daniel Craig, o James Bond. Ao perceber a presença do ator, Noel brincou com o bordão do personagem: “Meu nome é Bond. James Bond”. No dia 1º de dezembro, veio o segundo single de divulgação: I’m Outta Time.

Em novembro, o Oasis regressou para a América do Norte, onde tocou primeiro no México. Nos Estados Unidos, os shows mais destacáveis foram no Staples Center, em Los Angeles e no Madison Square Garden. O Oasis começou 2009 tocando em Nantes, na França. No dia 9 de março, foi lançado o single de Falling Down e sua base foi inspirada em Tomorrow Never Knows dos Beatles. No citado mês, o grupo voltou para a Ásia, onde tocou novamente no Japão, na Coréia do Sul e em Cingapura. O Oasis se apresentou pela única vez em Taiwan. A banda tentou tocar na China, onde se apresentaria em Xangai e na capital, Pequim, mas tiveram seus vistos negados após as autoridades chinesas descobrirem que Noel Gallagher participou de um evento a favor da independência do Tibet, em 1997. Restou ao Oasis se apresentar em Hong Kong mais uma vez. Nessa época, se tornou notório o governo da China proibir determinados artistas de tocarem no país por se manifestarem contra suas ideias, como é o caso de Björk, Bob Dylan, Morrissey e o grupo Guns N’ Roses.

7

Em abril, o Oasis tocou pela única vez na África do Sul, nas cidades de Joanesburgo e Cidade do Cabo. No mesmo mês, a banda voltou a tocar na América do Sul, começando na Venezuela. Em seguida, tocaram uma única vez no Peru, no Estádio Nacional da capital Lima. No dia 3 de maio, a banda se apresentou no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, na Argentina. No dia 5, em Santiago, no Chile. O país sul-americano que recebeu mais shows nessa turnê foi o Brasil. Mas antes de vir para cá, Noel Gallagher, na Venezuela, deu entrevista para Zeca Camargo e ainda foi o juiz no quadro Bola Cheia, Bola Murcha no Fantástico.

A turnê brasileira começou em 7 de maio, no mesmo local onde o Oasis tocou no Brasil pela primeira vez, onze anos antes: o Metropolitan que, entre 2007 e 2015, carregava o nome de Citibank Hall. A apresentação foi transmitida ao vivo pelo canal a cabo Multishow. No dia 9, eles se apresentaram no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. No dia 10, foi a vez da Arena Expotrade, em Pinhais, no Paraná. A turnê brasileira foi encerrada no dia 12, no Ginásio do Gigantinho, em Porto Alegre. Na capital gaúcha, Noel ganhou de presente do atacante Nilmar, a camisa do Internacional, clube dono do Gigantinho. Em ambos, o público pediu por Live Forever, mas a banda, dessa vez, não atendeu. Os quatro shows do Oasis no Brasil foram abertos pelo grupo gaúcho Cachorro Grande, que inclusive fez um documentário cobrindo essa turnê e disponibilizou na internet, contando com a participação de Samuel Rosa, do Skank.

Em junho, a banda retornou à Europa, com três shows no Heaton Park, em Manchester. Teve também apresentação no lendário Castelo de Slane, na Irlanda. Em julho, a banda tocou nos festivais Werchter na Bélgica e no Roskilde na Dinamarca. E mais três noites (dias 9, 11 e 12) de apresentações no novo Estádio de Wembley, em Londres. No dia 16, veio o último festival do Oasis, o de Benicàssim na Espanha. O grupo fechou julho tocando na Ásia pela última vez – em Naeba, no Japão, e em Icheon, na Coréia do Sul. Sem saber, o Oasis realizou o último show de sua trajetória, no dia 22 de agosto, em Staffordshire, na Inglaterra. A banda faria um show no V Festival, na Inglaterra, mas foi cancelado devido a uma laringite que acometeu Liam Gallagher.

No dia 28 de agosto, a banda estava prestes a se apresentar no festival Rock is Seine, em Paris, capital da França. Porém, o clima entre os irmãos Gallagher azedou de vez. Para piorar, Liam destruiu uma guitarra de Noel no camarim. Foi a gota d’água para Noel sair do Oasis. Em nota, Noel Gallagher disse: “É com tristeza e grande alívio que anuncio que deixei o Oasis hoje à noite. As pessoas vão escrever e dizer o que gostam, mas eu simplesmente não poderia continuar trabalhando com Liam por mais um só dia. Peço desculpas a todas as pessoas que compraram ingressos para os shows de Paris, Konstanz (o festival Rock am Seena Alemanha) e Milão (Milano Urban Festival na Itália)”. Nos dois shows citados por último, o Deep Purple substituiu o Oasis na última hora. Em outubro, Liam Gallagher confirmou para o The Times o fim do Oasis. Depois, no NME, ele disse: “É vergonhoso, mas é a vida. Nós mesmos terminamos o Oasis, ninguém acabou por nós e isso é bacana”. Em junho de 2010, chegou ao mercado a terceira coletânea do Oasis, o Time Flies… 1994-2009 que, no Brasil, foi lançado pela Som Livre.

O mais irônico é que após o fim do Oasis, o Manchester City voltou à era das conquistas depois de 41 anos. Primeiro, ganhou a Copa da Inglaterra em 2011. Depois, voltou a conquistar um título inglês em 2012. Em 2014, tornou a ganhar a Copa da Liga Inglesa. Em 2019, o Sky Blues formou a tríplice coroa do futebol inglês, faturando ao mesmo tempo as três competições citadas. Logicamente, os irmãos Gallagher marcaram presença nas festas separadamente, além de terem canções do Oasis sendo executadas pelos DJ’s nos estádios.

Em 2011, as duas frentes do Oasis seguiram caminhos diferentes. Para começar, o que restou se transformou em Beady Eye e, em fevereiro do citado ano, lançou o seu primeiro disco: Different Gear, Still Speeding. No mesmo ano, a banda tocou no Brasil pela única vez, onde foi destaque no Festival Planeta Terra. O grupo tocou Wonderwall na festa de encerramento das Olimpíadas de Londres, em 2012.

Já Noel Gallagher lançou o seu primeiro disco solo, High Flying Birds (que também dá nome à sua banda de apoio), em outubro de 2011, e tocou no Brasil no ano seguinte. Em meio à divulgação de seu segundo disco, BE (2013), o Beady Eye anunciou o fim de suas atividades em 2014. Andy Bell remontou o Ride. Gem Archer e Chris Sharrock se juntaram à banda de apoio de Noel Gallagher. Enquanto não se decidia sobre seu futuro na música, Liam Gallagher foi se dedicando à sua grife. Em 2017, o vocalista lançou o seu primeiro disco solo: As You Were.

Ainda em 2017, a canção Don’t Look Back in Anger voltou às paradas de sucesso em virtude do atentado terrorista em Manchester, ocorrido no show da cantora americana Ariana Grande. Em homenagem às vítimas, o povo da cidade inglesa bradava um dos hinos do Oasis. No amistoso de futebol entre França x Inglaterra, no Estádio De France, em Saint Denis, a banda militar francesa executou a supracitada canção no momento em que as duas seleções entravam em campo. Noel Gallagher resolveu doar os royalties da composição para as famílias das vítimas. Seu irmão, Liam, cantou Live Forever ao lado do Coldplay no festival beneficente One Love Manchester. No mesmo evento, o Coldplay tocou Don’t Look Back in Anger junto de Ariana Grande.

8

A volta do Oasis ainda é uma incógnita. Durante a Copa do Mundo, na Rússia, em 2018, Liam Gallagher disse que se a Inglaterra ganhasse o mundial, ele traria o Oasis de volta. A Inglaterra chegou até a semifinal, quando perdeu para a Croácia. Eu ainda acredito na volta deles, pois há diversos casos de bandas que se separaram e depois retornaram. Para o bem ou para o mal, o Oasis é eterno.

Windson Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s