Luluzinha

Luluzinha desenho

A garotinha travessa, esperta e cativante Little Lulu (Luluzinha) foi criada pela cartunista Marjorie Henderson Buell em 1935. Seus cartoons passaram a ser publicados pelo jornal The Saturday Evening Post até 1945, sendo integralmente desenhados por Marge.  Já em sua primeira tirinha, Luluzinha surgiu com uma travessura – arremessando cascas de bananas em um corredor de uma igreja, em frente aos noivos que passavam por ali, de modo que eles escorregassem. Com o sucesso dos cartoons, a personagem passou a trilhar seu bem-sucedido caminho por diversas outras mídias.

Assim como muitos personagens egressos das tiras de jornais, ela logo conquistou as páginas de sua própria HQ, lançada pela Dell Comics em 1945. Vários desenhistas se revezavam na tarefa de ilustrar suas histórias no decorrer dos anos. Junto com ela, debutavam nas comics os marcantes personagens de sua turma: Bolinha, Carequinha, Aninha, Glorinha, Plínio, Alvinho, Juca, Zeca, as Bruxas Meméia e Alzéia dentre outros. A partir da década de 1970, seus quadrinhos passaram a ser publicados pelos selos da editora Western Publishing Company, na qual a Lulu permaneceu até 1984. Atualmente, tudo o que envolve a personagem está relacionado à Universal que detém totalidade dos direitos sobre a marca.

Luluzinha-e-Bolinha

Dos quadrinhos para os cinemas, Lulu virou estrela de desenhos animados produzidos pela Famous Studios – divisão que pertencia à Paramount Pictures – estreando nas telonas em 1943. Nesse meio, ela continuou até 1948. Lulu costumava aparecer sozinha em curtas-metragens, se metendo em confusões do cotidiano sem a companhia de sua emblemática turminha. Em 1955, a Famous passou a ser propriedade da U.M. & M. TV Corporation que começou a transmitir os curtas na televisão. Mais tarde, a Noveltoon, que também pertencia à Paramount, produziu mais dois curtas durante as décadas de 1950 e 1960, dessa vez contando com participação do personagem Bolinha

Ela também estrelou seu próprio anime, Luluzinha e Seus Pequenos Amigos, produzido pelo estúdio japonês Nippon Animation e exibido pela emissora de TV Asahi do Japão, entre 3 de outubro de 1976 e 3 de abril de 1977. Nos Estados Unidos foi transmitido pela ABC.

Em 1995, Luluzinha estrelou uma nova animação intitulada The Little Lulu Show dos estúdios Cinar e veiculada pela HBO Family. Permaneceu no ar até 1999. Já no ano de 2009, foi lançado o álbum Luluzinha Teen e Sua Turma, apresentando uma versão adolescente dos personagens no estilo mangá, produzida pela Labareda Design. As edições circularam até 2015.

Luluzinha desenho antigo

Além dos veículos de entretenimento, Luluzinha angariou fama também na publicidade, com linhas de produtos que levaram seu nome pelo mundo inteiro.

No Brasil, Lulu teve enorme popularidade, lançando muitas tendências por aqui. Seus quadrinhos foram publicados primeiramente pela Editora Cruzeiro, entre os anos de 1955 e 1972. Devido ao grande sucesso, a Editora Abril comprou os direitos em 1973, passando a lançar HQs mensais estreladas pela personagem que, além de suas tradicionais aventuras, também trazia a sessão O Diário da Lulu. A Abril ainda lançou outros títulos como Almanaque da Luluzinha, As Viagens de Lulu e Bolinha, Lulu e Bolinha Especial, uma revista solo do personagem Bolinha e, por último, As Melhores Histórias de Luluzinha e Sua Turma que circulou até 1996. Em 2009, a Ediouro foi responsável por trazer as edições de Lulu Teen para o Brasil. A mesma editora lançou algumas revistas da personagem com histórias clássicas que marcaram sua trajetória nos quadrinhos.  No final de 1980, saiu o álbum de figurinhas de Lulu e seus amigos lançado pela Editora Rio Gráfica.

Muitas edições de luxo e livros da Luluzinha também foram lançados ao longo dos anos em terras brasileiras. Os produtos que levavam o nome e estampa da personagem alcançaram notórios índices de vendas por aqui, tais como brinquedos, material escolar e inúmeros acessórios. Algo a destacar em referência aos personagens foram os termos popularizados no Brasil: Clube da Luluzinha (criado para aludir a reuniões com a presença exclusiva feminina) e o Clube do Bolinha (que, por sua vez, refere-se às reuniões frequentadas somente por indivíduos do sexo masculino). O sucesso dos personagens foi tamanho aqui no Brasil que eles chegaram a protagonizar a história da música A Festa do Bolinha, escrita por Erasmo e Roberto Carlos, interpretada pelo Trio Esperança e tornando-se um clássico hit da Jovem Guarda em meados da década de 1960.

luluzinha

Quanto aos desenhos, a animação clássica foi transmitida no país primeiramente nos cinemas e, depois, pelas emissoras de televisão Record (desde sua estréia por aqui) e CNT, nos anos 1990. O anime foi exibido pelo SBT. As canções brasileiras que integravam as trilhas sonoras foram escritas e produzidas por Mário Lúcio de Freitas (famoso pela composição de temas clássicos de animações, tokusatsus e outros programas de TV). Já a série dos anos 1990 passou na Rede Globo de 1998 até 2008 por meio da saudosa faixa de desenhos animados TV Globinho.

Texto e pesquisa: Adryz Herven
Revisão e colaboração: Andrizy Bento

 

3 comentários em “Luluzinha”

  1. Duas outras curiosidades sobre Luluzinha:
    – Além de “A Festa Do Bolinha”, sucesso da Jovem Guarda, composta pela dupla Roberto & Erasmo, que foi sucesso na voz do Trio Ternura, Luluzinha foi tema de outra música: LULUZINHA BOSSA NOVA, composição da dupla Roberto Menescal & Ronaldo Bôscoli, que fez sucesso na voz da cantora Sônia Delfino é só ouvir AQUI: https://m.youtube.com/watch?v=oKnilWs0xl4
    – Vitor Cafaggi homenageia a Turma da Luluzinha, na aclamada Graphic Novel TURMA DA MÔNICA: LAÇOS, realizada em parceria com a irmã, Lu Cafaggi. Os garotos que zombam do Cebolinha, quando ele está à procura do Floquinho, são, ninguém mais, ninguém menos que o Bolinha, o Juca e o Carequinha!! E as três menininhas que aparecem com eles mais adiante, são a Luluzinha, a Glorinha e a Aninha!

Deixe uma resposta para Dyel Dimmestri Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s