The Marvel Super Heroes

A primeira adaptação para a TV dos famosos heróis do universo Marvel, o desenho animado The Marvel Super Heroes, baseado nos quadrinhos de Stan Lee, Jack Kirby e Steve Ditko, estreou na TV norte-americana em 1º de setembro de 1966, com 65 episódios de 30 minutos de duração. E se encerrou em 1º de dezembro do mesmo ano. A série foi produzida pela companhia Grantray-Lawrence Animation e a direção ficou a cargo de Grant Simmons, Ray Patterson e Robert Lawrence.

Cinco personagens protagonizavam os segmentos do desenho. Eram eles: Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk e Namor, o Príncipe Submarino. Todos os episódios tratavam-se adaptações de aventuras que os mesmos protagonizaram nos quadrinhos e que haviam sido publicadas até o período de produção da série animada. Além dos personagens principais, as tramas também contavam com participações especiais de outros heróis da Marvel, como os X-Men (a primeira formação, com Ciclope, Fera, Garota Marvel, Homem de Gelo, Anjo e o Professor Xavier), Homem-Gigante (Uma das identidades de Hank Pym, o primeiro Homem-Formiga), Vespa, Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate e Mercúrio. Infelizmente, a animação não pode contar com o Quarteto Fantástico, já que a companhia não detinha os direitos dos personagens. No ano seguinte, o Quarteto protagonizou sua própria série produzida pela Hanna-Barbera.

Até hoje, The Marvel Super Heroes é bastante criticada por conta de sua animação precária, como se as próprias imagens das HQs fossem utilizadas, acrescidas de algum parco movimento, como na hora em que os personagens falavam, ou se moviam, ou usavam alguns de seus poderes. Uma técnica chamada de “xerografia”, muito similar à utilizada na abertura da clássica série satírica do Batman, na década de 1960. Com o passar do tempo, outras séries estreladas pelos cinco protagonistas desse desenho foram sendo produzidas. Aí de vez que mais críticas surgiram, especialmente devido às (injustas) comparações dos fãs com as novas animações que eram mais bem realizadas do que essa. Apesar disso, alguns fãs de quadrinhos ainda nutrem um carinho nostálgico pela série, por ter sido a primeira a levar esses cinco heróis da Marvel para a televisão.

Da coleção pessoal da blogueira-chefe, Andrizy, uma edição da “Super Heróis Shell” (!)

No Brasil, foi apelidada de desenhos desanimados da Marvel, uma brincadeira alusiva aos movimentos toscos da animação. Apesar das críticas, tornou-se um grande sucesso no país, sendo bastante reprisada. Foi exibida no Brasil, pela primeira vez, em 1967, na TV Bandeirantes, na mesma época em que as HQs dos heróis foram publicadas pela editora EBAL – as revistas eram distribuídas àqueles que abastecessem nos postos Shell (pois é… sabia disso?), como parte de uma campanha publicitária. O desenho animado ainda foi transmitido por outras emissoras de televisão como TV Tupi, Rede Globo e Record.

Adryz Herven

Uma consideração sobre “The Marvel Super Heroes”

  1. Lembro-me vagamente dessa série antiga, mas o que mais me marcou na época foi a música. Música essa que de certa forma foi meio que ressuscitada em jogos como Captain America and the Avengers, que saiu para fliperama e para os consoles de 16-bits.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s