Pantera Negra

Em tempos de crise, os sábios constroem pontes. Os tolos constroem barreiras.

Martin Luther King, em uma de suas mais célebres frases, dizia que o ser humano deve desenvolver, para todos os seus conflitos, um método que rejeite a vingança, a agressão e a retaliação. Os ideais pacifistas do pastor protestante e um dos líderes dos direitos civis dos negros durante a sombria década de 1960, contrastava com os do ministro islâmico e também ativista Malcon X. Ambos eram as cabeças por trás de movimentos negros e lutavam pelo fim da segregação racial e da hegemonia branca. Porém, com armas diferentes. King era um idealista que buscava a igualdade entre as raças e sonhava com a convivência pacífica entre brancos e negros. Malcon era mais radical e enérgico em seus discurso, postura e posicionamento político.  Continuar lendo Pantera Negra