Vestidos de Espaço

Vestidos de Espaço

Já estamos em fevereiro, o mês do carnaval, e esse é o presente que quero lhes dar. Poucos sabem, mas o rock brasileiro dos anos 80 já contribuiu para a folia de momo. Vestidos de Espaço foi um projeto musical criado pelos Titãs, que queriam brincar com o carnaval. O, na época, octeto paulista sempre foi enaltecido por sua criatividade nas canções compostas.

Eles criaram duas marchinhas de carnaval com letras fortes, mas não queriam vender as canções como Titãs. Para isso, resolveram chamar para o projeto, Paula Toller (vocalista do Kid Abelha) e o escritor Jorge Mautner, além é claro do produtor Liminha. As duas faixas foram gravadas no estúdio Nas Nuvens, no Rio de Janeiro e que pertence ao citado Liminha.

Vestidos de Espaço - contracapa e vinil

Vídeo feito por Branco Mello dos Titãs na gravação de A Marcha do Demo:

O nome do projeto vem do fato de as duas canções terem sido gravadas em um disco de vinil. A ideia inicial seria um compacto (disco de vinil em tamanho pequeno), mas o mesmo deixou de ser fabricado no Brasil em meados de 1986. Presente no lado A, estava Pipi Popô que durava cerca de 1:25, enquanto que A Marcha do Demo estava no lado B e durava 2:57. O espaço entre as faixas e o limite que o leva à proximidade da estampa, onde vem escrito os créditos do artista e a logomarca da gravadora, eram maiores do que de um LP com várias faixas. Dai veio o nome Vestido de Espaço, cujo disco foi lançado no fim de 1988.

Mais um vídeo de Branco Mello, dessa vez de Pipi Popô:

O que poucas pessoas sabem é que a canção Pipi Popô dá nome a uma praça localizada no polo industrial da Pavuna, bairro do subúrbio carioca. Nessa praça havia um baile de carnaval e, quando ela começou a ser executada pela primeira vez, em 1989, os foliões adoraram e pediam para o DJ tocá-la sem parar. O citado DJ resolveu gravar por três vezes seguidas Pipi Popô em uma fita K7 para executá-la, depois partia para outras canções e, meia hora, depois voltava a executar a trinca do Pipi Popô.

Praça do Pipi Popô
Praça do Pipi Popô na Pavuna

Por conta disso, a praça, antes sem nome, passou a ser chamada simbolicamente de Pipi Popô pelos moradores da Pavuna, mesmo não tendo mais baile de carnaval desde 2002.

Windson Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s