Personalidade: Super Heróis Marvel

Como é bom esse negócio de ser fã. Só fã entende o que é se emocionar com alguns rabiscos coloridos e balões de fala na página de uma revista. O que é vibrar no cinema ao ver uma adaptação bem feita de uma história em quadrinhos. O que é agarrar o braço do indivíduo da poltrona ao lado e dizer: “Eu esperei tanto para ver essa cena”.

Há alguns anos, me disseram que, um dia, num futuro não muito distante, eu deixaria essas minhas paixões de infância, os super-heróis, no passado. Que eu deveria largar minhas “revistinhas” (tenho profunda aversão a quem chama de “revistinhas” as minhas HQs), pois, quando eu crescesse, a realidade com que eu me depararia, faria com que tudo isso perdesse o encanto. Essas profecias tolas me incomodavam. Não porque eu realmente acreditasse nisso – a verdade é que nunca conseguiram me convencer totalmente – mas, sim, porque estavam acusando-as de coisas de criança. Espere aí! São minhas paixões de infância mas isso não significa que sejam realmente infantis.

b426bae3371c46dddfd3305be3504757

Continuar lendo Personalidade: Super Heróis Marvel