[Catálogo: Clássicos] – Blade Runner, O Caçador de Andróides

Hoje, é no mínimo estranho e curioso saber que Blade Runner foi um fracasso de bilheteria nos Estados Unidos na ocasião de seu lança-mento. Pouco tempo depois, tornou-se um cult, objeto de adoração de uma legião considerável de cinéfilos. Atualmente, é justo vê-lo figurar na lista de clássicos e como um dos cem melhores filmes de todos os tempos.

Também não era de se esperar menos de uma equipe de produção praticamente irretocável como é o caso. Além do diretor Ridley Scott em sua melhor forma, o filme ainda conta com roteiro de David PeoplesHampton Fancher, fotografia de Jordan Cronenweth, montagem de Terry Rawlings, dentre outros profissionais de prestígio. O resultado não poderia ser outro: visual exuberante, trama bem arquitetada, uma obra plasticamente perfeita, puro cinema de vanguarda. O fracasso comercial talvez se deva mais ao fato de Blade Runner estar disputando, na época, a atenção dos cinéfilos ao lado de monstros como Steven Spielberg que lançava o celebrado E.T. – O Extraterrestre. Também dizem por aí que o trailer passava uma impressão errada de um novo Star Wars. E a verdade é que na década de 1980, o cinema hollywoodiano estava em uma onda de otimismo e aventuras dinâmicas. Blade Runner tem um ritmo mais lento e apresenta um futuro aterrador e sombrio. Uma distopia que não tem nada de feel good movie.

bladerunner-still6-lg

Continuar lendo [Catálogo: Clássicos] – Blade Runner, O Caçador de Andróides